Páginas

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Copa do Mundo em Goiânia

Um sonho do presidente da FGF, Wilson da Silveira, começa a se materializar. Quando começou a se falar da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, Wilson foi o primeiro a se manifestar pedindo a união de forças para que Goiânia seja uma cidade-sede. Na época, confesso, achei que era um sonho impossível, não pela influência do Presidente da Federação Goiana de Futebol, mas sim por que não acreditava numa mobilização tão grande que aconteceu por parte de vários setores da sociedade, encabeçados pelo governo estadual em parceria com a Prefeitura de Goiânia.

Ontem, um dia antes do último prazo, para a entrega das informações do Caderno de Encargos da Fifa, o estado de Goiás cumpriu a sua parte. Olier Alves, chefe de gabinete do governador Alcides Rodrigues, levou à CBF, no Rio, um conjunto de respostas ao questionário da entidade máxima do futebol mundial, colocando Goiânia, definivamente no páreo, como uma das capitais brasileiras candidatas a sediar jogos da Copa do Mundo de 2014.

Na ducumentação entregue ontem, textos, fotos e vídeos, foram respondidas a questões sobre ase características do Estado e de Goiânia; tradição esportiva do município e experiência em sediar eventos internacionais (Copa América de 1989, jogos amistosos e oficias de Seleções e participações do Goiás no Campeonato Brasileiro); turismo municipal e estadual; rede hoteleira; hospitais e leitos; instalações culturais (teatros, cinemas, museus etc); universidades e outras instituições de ensino superior, além de meio ambiente.

Em novembro, o Brasil fica sabendo se vai sediar a Copa. Se isso ocorrer, Goiânia inicia a disputa com outras 17 capitais, além do DF, para receber os jogos do Mundial.

Tomara que dê certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário