Páginas

sábado, 14 de julho de 2007

Caso Dodô esclarecido

O Botafogo conseguiu uma arma poderosa na defesa do atacante Dodô, pego no exame antidoping realizado após a goleada por 4 a 0 sobre o Vasco, no dia 14 de junho, no Estádio do Maracanã.
Segundo análise do laboratório da USP, feita a pedido do clube carioca, as cápsulas de um remédio que Dodô usava, feito na Pharmacy, fármácia de manipulação, estavam contaminadas com a substância proibida fepromporex, encontrada em remédios para emagrecer.
A 14ª DP fechou a farmácia. O laudo será usado na defesa do atacante no julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no final deste mês.

Um comentário:

  1. Apenas um detalhe: A farmácia (Pharmacy) já foi reaberta e o dono continua alegando inocência. Que a justiça seja feita! Só isso que peço.

    ResponderExcluir