Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Édson Gaúcho desabafa

Agora a pouco na Rádio 730, no programa Toque de Primeira, tive a oportunidade de ouvir o técnico Édson Gaúcho, sobre a sua demissão no início desta tarde no Atlético. Vamos aos pontos mais importantes:

  • O motivo foi confirmado: Contenção de despesas. Adson Batista, superintendente de futebol, e Elias Marcos, diretor administrativo, avisaram a Édson Gaúcho que não teriam mais recursos para pagar os salários da comissão técnica.
  • O Atlético pagou a folha hoje, e não tiveram condições de fazer o acerto com a comissão demitida.
  • Édson Gaúcho, quando chegou, passou todos os dados para a assinatura de um contrato. Mas o contrato nunca foi registrado.
  • Édson disse acreditar na palavra dos dirigentes, que tudo que foi acordado será cumprido.
  • Prefere acreditar que foi uma coincidência a sua demissão no dia do pagamento.
  • Ficou chateado, pois insistiram muito para que ele viesse para o Atlético. Acreditou no planejamento, recusou propostas, o trabalho estava bom e agora ele está na mão.
  • Não descarta um dia voltar para o Atlético: "Não posso dizer que dessa água não beberei".

Resumindo: Foi uma verdadeira lambança da diretoria do Atlético. Um exemplo de como não se deve comandar o futebol. Amadorismo total.

Nenhum comentário:

Postar um comentário