Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Jardel agride caseiro

O atacante Jardel, que passou por Grêmio, Vasco, Goiás, Porto (Portugal) e seleção brasileira, agrediu com socos, em sua casa, na Praia do Futuro, em Fortaleza, o caseiro Expedito Mauro Freire, de 49 anos, e pode até ser indiciado por tentativa de homicício. Segundo denúncia do agredido, o jogador de 33 anos teria se irritado com o fato de o caseiro ter demorado a retornar de um supermercado na noite desta quarta-feira. As informações são do Globo Online.

Expedito, que trabalhava há cerca de três anos na casa do jogador, também levou uma gravata e coronhadas de um segurança, identificado como tenente Albuquerque, policial que fazia uma serviço extra na casa do jogador. Segundo a denúncia, Jardel e o filho do jogador presenciaram a agressão. Exames do tórax e da cabeça da vítima, realizados no Hospital Geral de Fortaleza, apontaram traumatismo craniano com perda de tecido ósseo. Expedito está internado em observação no Instituto Doutor José Frota.

Depois de passar uma temporada em Portugal, Jardel está atuando no Anorthosis Famagusta FC, do Chipre, e passa férias na capital cearense, onde se casou há cerca de um mês. O delegado Sidney Ribeiro, do 9º distrito policial, deu prazo de trinta dias para a conclusão do inquérito .

Nenhum comentário:

Postar um comentário