Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2007

Para 'Olé', Argentina morreu

A decisão que trouxe surpresa entre os brasileiros, queimou a língua de muita gente (inclusive a minha), caiu como uma bomba para os argentinos, o desespero por lá é total.

Após a derrota por 3 a 0 para a Seleção Brasileira na final da Copa América, o jornal Olé, que por sinal é excelente e criativo, declarou a morte da seleção argentina com a inscrição Q.E.P.D. (Que em paz descanse, em espanhol) na capa de hoje.

Em suas matérias sobre a decisão, o "Olé" lamenta que os hermanos não mereciam uma partida assim. "A seleção havia apaixonado a todos, mas contra o Brasil nos enganou", afirma.
Por fim, aproveitou para criticar o estilo de jogo da equipe de Dunga. "Abusou de faltas táticas e deixou correr o relógio sempre que pôde", diz uma crônica com o título "Mais feinho que bonito".

E ainda teve mais: "A seleção que melhor jogou a Copa América morreu na final. Um cruel 3 a 0 para o Brasil B. Terminou em pesadelo o sonho de uma geração que perseguiu o título, mas fracassou no último passo", afirmou o jornal.

"Não merecíamos um final assim", completa o Olé, que declara o fim de um ciclo na equipe argentina.

2 comentários:

  1. mesmo sabendo que a seleçao esta muito longe de estar ruim, bom demais ler isso. Adios hermanos...

    Andre assim que puder coloque os gols do vila... ok? Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. ? La pregunta ?
    Hahahhahah!!!!

    Por pior que tenha sido... nosotros somos Campeones, cabrón!

    Mas tango nunca foi ritmo de se festejar uma vitória... Pagode neles!

    ResponderExcluir