Páginas

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Welliton é vítima de racismo

A Federação Russa de Futebol iniciou uma investigação para apurar um incidente racista ocorrido no último sábado contra o jogador brasileiro Welliton. O incidente aconteceu durante um jogo da liga russa de futebol entre o Spartak de Moscou, clube de Welliton, e o Krylia Sovetov, na cidade de Samara.

Quando o atacante entrou em campo, no segundo tempo, torcedores do próprio Spartak teriam pendurado nas grades um cartaz com os dizeres: "a camisa 11 é só do Tíjonov. Monkey go home (Macaco, vá para casa)", uma referência direta a Welliton, que desde que começou a jogar no time russo, há um mês, é o novo dono da camisa 11. O Spartak pagou ao Goiás US$ 8 milhões pelos direitos federativos do jogador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário