Páginas

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

De mal a pior

As coisas no Atlético estão descambando, o time venceu o Nacional/PB por 2 a 0 e os gols não foram comemorados, Róbston disse que tem vontade de sair do Atlético, jogadores reclamaram de premiações atrasadas Anaílson se machucou de novo e para completar Marquinhos e Dida foram afastados do time.

Marquinhos e Dida se atrasaram para a viagem à Uberlândia, porque estavam bêbados, mamados, ébrios. Há alguns dias, o atacante Marquinhos já havia protagonizado uma confusão ao agredir o zagueiro Vítor do Vila Nova, já o Dida já aprontou tantas vezes que até já perdi a conta.

Chega!

Fora Marquinhos e Dida!

4 comentários:

  1. André por favor qual é o e-mail de contato de vocês no esporte total, se você me puder me mandar ficarei eternamente grato. Porque é o e-mail é um meio de entrar em contato com vocês. O meu e-mail é o: leandropesi@yahoo.com.br

    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Como você está sendo rígido com os infratores! Tudo bem que Marquinhos e Dida são jogadores com históricos muito ruins fora dos gramados, mas considero que há pouco companheirismo entre os jogadores do Atlético.

    Não é de bom tom chegar atrasado e bêbado em lugar algum, ainda mais em reta final de competição. Porém não existe no mundo uma pessoa que nunca tenha errado, por menor que tenha sido esse erro, e jogadores do elenco do Atlético vem se envolvendo em confusões desde o início do ano.

    Se um elenco é capaz de expulsar dois jogadores titulares do time, que foram diretamente responsáveis pelo sucesso do time até aqui, é sinal de que há muito tempo o ambiente não está agradável no time campineiro. O espírito de grupo está em baixa no Atlético.

    A votação do elenco pela permanência ou não dos jogadores foi a última cartada do Presidente Valdivino de Oliveira para não perder um lateral que apoia bem o ataque e o artilheiro do time na série C do Campeonato Brasileiro. Agora os 'paneleiros' que permaneceram tem a obrigação de jogar bem as partidas que restam, pois, do contrário, terão que passar o resto da vida explicando o motivo da rejeição de Marquinhos e Dida.

    Por mais que a conduta dos atletas seja inadequada o mais importante para o time é a conquista do acesso à série B. Este não é o momento para julgamentos e condenações e sim de unir forças pelo objetivo maior.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o Italo...É triste o que acontece no Atlético.
    Sempre visito o Blog do Andre (que bom que retornou ao blog!), inclusive nosso site (www.e-eportes.com) é um dos veículos registrados nos Favoritos deste blog.
    Sou também profissional de Eventos, atuo nos segmentos culturais e esportivos, desenvolvo minha graduação em Eventos pela Universidade Católica de Goiás. Hoje, 26 de novembro de 2007, há alguns minutos, pesquisei o telefone do Atlético para tomar conhecimento se lhes interessava algum suporte ou assessoria dentro da área de eventos ou captação de recursos.
    Muito mal recepcionado pelo diretor financeiro do clube, fui informado que "o Atletico não tem interesse em trabalhar com ninguem que queira fazer dinheiro com o nome do clube", e que se eu tivesse interesse em trabalhar de graça, que eu fosse até o clube para me apresentar e informar como eu atuo.
    1- Em um time onde o Diretor Financeiro atende o telefone e se comunica de forma tão inconveniente com qualquer um que busque estruturar algum contato com o Atletico, de fato percebemos que os Jogadores não tem motivo nenhum pra estarem satisfeitos com a forma que são tratados.
    2- O sucesso deste time deve-se exclusivamente ao trabalho de seus jogadores e em seguida da equipe técnica, que desde a campanha do goiano do ano passado se esforçam para colocar o time na elite goiana e com sucesso alcançou os méritos de até então (refiro-me ao Goianão 07 e a sua atual classificação na Série C). Portanto, de fato percebemos que se acontece isso com o Atletico, o time mostra que chegou ao seu limite. Até porque não é só de suor e desempenho que um profissional esportivo vive.

    De qualquer forma, ainda espero que o Atlético evolua ainda mais e chegue à Série B do Brasileirão. E também que o corpo de Diretores do time tenham Feeling de empreendedores e não de dirigentes de subequipes.

    ResponderExcluir