Páginas

sábado, 19 de maio de 2007

Curitiba em festa

Hoje na arena deu Furacão, 2 a 1 no Inter, é líder do Brasileirão.

Em Caxias, o Juventude perdeu de virada (2 a 1) para o Paraná que também é líder.

Acertar esses dois, confesso, não foi difícil.

Na Vila, o América de Natal ganhou de 3 a 2 do mistão do Santos, foi o resultado que eu errei, achei que iria dar empate. Os reservas do Santos são menos confiáveis do que eu esperava e o Ameriquinha não foi tão retranqueiro como eu imaginava.

Palpites da 2ª Rodada

Vou arriscar agora os meus palpites para a segunda rodada do Brasileirão:

Hoje:
Atlético/PR x Internacional - Dá Furacão, e o técnico do Inter, Alexandre Gallo, vai balançar.
Santos x América/RN - Tá com cara de empate, o Ameriquinha vai numa retranca estilo Lori Sandri, e o time reserva do Santos não é confiável.
Juventude x Paraná - Estreando técnicos, acho que vai dar Paraná, o Juventude é de dar dó.

Domingo
Botafogo x Atlético/MG - acredito em empate
Goiás x Flamengo - Dá Goiás
Palmeiras x Figueirense - Barbada, dá Palmeiras
Cruzeiro x Corinthians - Dá Cruzeiro, tranquilo
Náutico x São Paulo - empate
Grêmio x Fluminense - Grêmio, fácil fácil
Vasco x Sport - Dá Vasco, com o gol mil de Romário

Possato quase no Vila

A negociação com o lateral esquerdo Possato continua, a novela está perto do fim, segundo o repórter André Rodrigues da Rádio 730, na segunda-feira essa novela deve acabar. Será bom para o Vila, afinal Possato hoje é omelhor lateral esquerdo do futebol goiano.

Jogo 800

Notícia interessante que vi hoje no Jornal O Popular:

Na partida de amanhã, o Alviverde atinge uma marca histórica desde que passou a disputar o Campeonato Brasileiro. Computados os jogos das Séries A e B e Taça de Prata, o Alviverde chega a 800 partidas na competição. Nas 799 disputadas, o time obteve 293 vitórias, 235 empates e 271 derrotas. O time marcou 1.055 gols e sofreu 964, desde a estréia, em 26 de agosto de 1973 – empate de 0 a 0 contra o Olaria, no Estádio Olímpico.

Um feito que deve ser comemorado e exaltado, que é bom para todos em Goiás, até aos rivais, pois esses números contribuem para o ranking dos estados, onde estamos em 8º, isso nos dá três vagas na série C, e duas vagas na Copa do Brasil.
E acima de tudo nos enche de orgulho por temos um representante tão significativo na elite do futebol brasileiro. E que esse exemplo seja seguido pelos co-irmãos goianos.
Parabéns Goiás.

Dragão tem técnico

Edson Gaúcho é o novo técnico do Atlético, pela terceira vez ele trabalhará em Goiás, já que em 2005 ele trabalhou no Vila Nova e iniciou o Brasileiro pelo Goiás.
Na minha opnião a escolha foi acertadíssima, pois foi ele, Edson Gaúcho que montou o time do Criciúma, campeão da série C do ano passado.
Edson Gaúcho, tem 51 anos, ex-jogador do Náutico, Santa Cruz, futebol português, suíço e Juventude quando formou uma zaga respeitada juntamente com Luis Felipe Scolari, o Felipão, seu amigo até os dias de hoje.
Como técnico, Gaúcho, tem dez anos de carreira, começou no Operário/MS, depois passou por Comercial/AL, Botafogo/PB, Caxias/RS, Criciúma/SC, Paulista/SP, Náutico/PE, Joinville/SC Vila Nova, Goiás e Avaí/SC.
Edson Gaúcho tem três títulos na carreira de técnico, foi Campeão Matogrossense em 1997 no Operário, Campeão da Série B pelo Criciúma em 2002 e campeão goiano pelo Vila Nova em 2005, Edson estava no Caxias no início deste ano e conquistou o terceiro lugar do Gauchão.

Boa Sorte Gaúcho, parabéns Atlético.

sexta-feira, 18 de maio de 2007

Vixi!

No penúltimo treino antes do jogo contra o Goiás, domingo, no Serra Dourada, os titulares do Flamengo foram derrotados pelos reservas por 3 a 0.
Os gols dos reservas foram marcados por Roni, Léo Lima e Paulo Sérgio. O primeiro, barrado pelo técnico Ney Franco, foi um dos principais destaques do coletivo.

Mas como dizia Neném Prancha: "Treino é treino e jogo é jogo"

E tem outra boa, de Roberto Oliveira, Técnico de futebol, ex-volante do Vila Nova: "Tem jogadores que jogam nos treinos e outros que treinam nos jogos"

Novidade!!!

Paulo Bonamigo, colocou Petkovic no time reserva no treino do Goiás e Welliton no ataque com Fabiano Oliveira.
Isso vai dar o que falar... Talvez não né? O Pet não tá jogando nada mesmo.

Defesa baba

A defesa do Flamengo sofreu 11 gols em seus últimos cinco jogos:

13/5 - Flamengo 2 x 4 Palmeiras
9/5 - Flamengo 2 x 0 Defensor
6/5 - Flamengo (4)2 x 2(2) Botafogo
2/5 - Defensor 3 x 0 Flamengo
29/4 - Botafogo 2 x 2 Flamengo

Domingo Ney Franco, técnico rubro-negro, deve escalar três zagueiros Ronaldo Angelim, Thiago e Moisés.

Só falta o Paulo Bonamigo escalar só um atacante, aí vai ser complicado.

"Sorteios"

Um erro vem sendo praticado sistematicamente pela Comissão de Arbitragem da CBF, no que se refere ao sorteio de árbitros para os jogos. No sorteio para a fase quartas-de-final da Copa do Brasil, por exemplo no jogo entre Atlético/MG x Botafogo, o trio de sorteado foi o encabeçado por Evandro Rogério Roman, e o trio que perdeu foi o de Carlos Eugênio Simon. O erro está em que a Comissão de arbitragem pré-definiu que o perdedor do sorteio automaticamente já estaria escalado para o jogo de volta. Então para o jogo de volta não teve sorteio! Simon disputou com quem? Neste caso os dois jogos foram sorteados para os dois árbitros, e não os dois árbitros disputando um jogo em si.
Agora nas semifinais fizeram o mesmo.

O estatuto do torcedor é claro:
Art. 32. É direito do torcedor que os árbitros de cada partida sejam escolhidos mediante sorteio, dentre aqueles previamente selecionados.

Em cada fase da Copa do Brasil temos duas partidas, portando deveríamos ter dois sorteios.

Em 2004 aconteceu no campeonato goiano uma situação idêntica, mas o presidente da comissão de árbitros local foi alertado a tempo. Consultou o departamento jurídico da Federação Goiana de Futebol, e apartir daí nestes casos de dois jogos eliminatórios, são realizados dois sorteios.

Já comuniquei a ouvidoria da Copa do Brasil, no dia 27 de Abril, através do ouvidor Francisco Horta e ele concordou comigo:

Prezado André Isac,
Tem razão.Estou encaminhando sua ponderação à Comissão
de Árbitros,à frente o Dr. Edson Rezende de Oliveira,desde lo-
go,agradecendo-a.
Saudações tricolores.
Francisco Horta-Ouvidor


Mas até agora não a situação não mudou, lamentável

Trocas de técnico

Falta pouco para perdermos as costas das trocas de técnicos do Campeonato Brasileiro. O ex-goleiro Zetti que começou no Paraná agora é técnico do Atlético Mineiro, Pintado, ex-volante do São Paulo, é o mais cotado para assumir o Paraná. O Juventude contratou para lugar de o Ivo Wortmann, que pediu demissão após a derrota para o Corinthians, o técnico Flávio Campos, ex-jogador do clube, que já treinou o 15 de Novembro de Campo Bom, Glória de Vacaria, Remo e Ulbra.
Vê se pode uma coisa dessas, na segunda rodada do Campeonato Brasileiro quatro times, Goiás, Atlético Mineiro, Juventude e Paraná estarão estreando técnicos.
É bom lembrar que estatísticamente chegam na frente os times que não tracaram de técnico. Um exemplo foi o Brasileiro do ano passado, onde os seis primeiros colocados, começaram e terminaram a competição sem trocar o treinador, o São Paulo com Murici Ramalho, Inter com Abel Braga, Grêmio com Mano Menezes, Santos com Luxemburgo, Paraná com Caio Júnior e o Vasco com Renato Gaúcho.
Quer mais um exemplo? No Campeonato Goiano desse ano, também os seis não trocaram de técnico. No Atlético Artur Neto, no Goiás Geninho, Vila Nova com Sérgio Cosme, Itumbiara com Zé Humberto, CRAC com Nestor Simionato e Mineiros com João Francisco.

Agora fica a pergunta: Os times foram bem porque não trocaram de técnico ou não trocaram de técnico porque estavam bem?

Números de Petkovic

Petkovic está há 117 dias no Goiás, chegou por cima (helicóptero), hoje está por baixo. Desde que assinou contrato, Pet assistiu 13 jogos e só atuou em 10 partidas, jogou muito pouco, fez um gol, de falta contra a Anapolina e uma assistência no polêmico gol de mão de Fabrício Carvalho no campeonato goiano. Pet foi reserva em um jogo, substituído em oito e só em uma partida jogou os 90 minutos.
O consagrado meia sérvio está devendo muito futebol, ganha bem e em dólar.
Sorte do Goiás que o valor moeda americana está caindo, pelo menos uma notícia boa...

Sei não...

Paulo Bonamigo estréia domingo no Goiás, muda o esquema de jogo para o 3-6-1. Desse jeito não vejo espaço para o atacante Welliton, bom pelas pontas, que tem que jogar com outro atacante do lado dele. O novo esquema é para dar liberdade ao meia Petkovic, liberdade para criar para quem? Já que Fabiano Olivera estará entre os zagueiros?
Pense bem Bonamigo!

Primeiro post

Agora também sou blogueiro, vamos ver no que dá. Apanhei muito, mas consegui fazer o layout, espero que tenha agradado. Vamos lá, a partir de hoje, noticiar e comentar, sei que vou agradar e desagradar, mas minha sina é essa. Participem e me ajudem a divulgar.