Páginas

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Mão boba

O gol de mão de Adriano no clássico de domingo entre São Paulo e Palmeiras, o primeiro da vitória Tricolor por 2 a 1 pelas semifinais do Paulistão no Morumbi, ainda vai dar o que falar nos próximos dias, e não somente entre os dirigentes e jogadores dos clubes.

O Imperador pode ficar fora da final do Paulista. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) vai analisar o lance para decidir se houve a intenção de burlar a regra do jogo.

Há exatamente um ano atrás, o atacante Fabrício Carvalho, do Goiás, era suspenso preventivamente, pelo TJD/GO, do Goiás, fez um gol com a mão. Na época, ele assumiu a intenção de marcar de maneira irregular. Como punição, o jogador ficou um jogo suspenso. Ele foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que pune “quem assume atitude contrária à disciplina ou à moral do esporte”.

Na minha opinião Adriano deve ser suspenso. Mão só pra goleiro e dentro da sua área.

Nenhum comentário:

Postar um comentário