Páginas

sábado, 24 de maio de 2008

Barão denuncia Atlético

Há 25 dias, o Atlético Goianiense dispensou o lateral direto Barão. Até aí tudo normal. Mas o problema é que não fizeram o acerto com o jogador.

Barão abriu o verbo neste sábado em uma reportagem no programa Serra Dourada Esportes. Segundo o jogador, o diretor de futebol atleticano, Ádson Batista, fez a proposta indecorosa de acerto de pagamento apenas dos dias trabalhados, e não os 50% do restante do contrato até dezembro como prevê a lei.

Desde então, Barão não recebe nem satisfação, e como não houve rescisão ele não pode se transferir para outro clube.

Alguns termos podem ser atribuídos à diretoria do Atlético nessa situação: Irresponsabilidade, desrespeito, amadorismo e desorganização.

Caso não haja acerto até segunda-feira, Barão promete ir à justiça, aí pode ficar mais caro. Em alguns casos no futebol brasileiro, alguns atletas pediram e ganharam na justiça o cálculo da cláusula penal, que é a soma dos doze meses de contrato multiplicada por 100.

Imagina só...

Nenhum comentário:

Postar um comentário