Páginas

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Dormindo com o inimigo

Não é novidade no meio do futebol goiano, mas ninguém fala sobre isso, o público não fica sabendo. Como não sou baú e ninguém me pediu segredo, não ficarei mais guardando essas informações.

Oposicionistas estão na situação, na atual diretoria do Goiás.

E não são poucos. Muitos são neutros, prontos para pender para o lado que estiver mais forte no momento. Alguns sonham em ser presidente.

Vamos a alguns exemplos:

João Bosco Luz (vice-presidente e advogado): aliado de Raimundo Queiroz não declarado, sonha ser presidente. Sempre critica, nos microfones e principalmente nas conversais informais, o trabalho de Ediminho Pinheiro e Pedro Goulart. Como é um excelente advogado, Ediminho e Pedro não tem coragem de afastá-lo.

Aledino Montes (diretor social): "raimundista" de carterinha, mas é discreto.

Paulo Rogério Pinheiro e Marcos Goulart (Filhos do presidente do clube e do conselho, respectivamente): Não falam a mesma língua, o que um faz o outro acha que está errado no departamento de Marketing. Paulo Rogério também discorda da forma de Ediminho Pinheiro administrar o clube.

Marcão da Muralha (diretor do departamento amador): Aliado de Hailé Pinheiro, não é contra Raimundo Queiroz, sonha ser presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário