Páginas

quinta-feira, 27 de março de 2008

Anápolis pisa na bola

A paciência da diretoria do Anápolis é muito pequena, as duas derrotas consecutivas fora de casa motivaram a demissão do técnico Alfinete na tarde desta quinta-feira.

De imediato, Evair Paulino, que estava no Trindade, foi contratado. Os jogadores do elenco, que tinham a reapresentação marcada, se recusaram a executar a atividade programada e pediram à diretoria que Alfinete continuasse.

No horário da apresentação nenhum jogador estava presente.

O clima ficou ruim.

Foi mal, muito mal a diretoria do Anápolis.

Aumentam as chances do Vila.

quarta-feira, 26 de março de 2008

Giba pode dizer não

Depois de acertar com Givanildo e ouvir um não, o Vila Nova de receber mais uma resposta negativa.

O Vila está de olho no técnico do Paulista, Giba. Sabendo disso a diretoria do Paulista contra-atacou e fez uma proposta para renovar o contrato do treinador para mais três anos. Giba, porém, ainda não respondeu se fica em Jundiaí ou embarca para Goiânia.

Se der certo Giba seria uma boa para o Vila.

A Justiça tarda mas não falha

Após mais de dez anos, Fluminense, Bragantino e Confederação Brasileira de Futebol (CBF) serão punidos pela virada de mesa que anulou o rebaixamento dos dois clubes no Campeonato Brasileiro de 1996, em uma ação movida pelo Ministério Público Federal. A informação é do site da revista jurídica Última Instância.

De acordo com a decisão do juiz Wilson Marcelo Kozlowski Jr., do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, as três organizações serão obrigadas a pagar reparações morais equivalentes a 2% da receita arrecadada naquele certame. Contudo, as partes punidas ainda têm o direito de entrarem com um recurso.

Segundo as regras do Campeonato Brasileiro de 1996, Fluminense e Bragantino deveriam disputar a Série B do ano seguinte por terem realizado as duas piores campanhas dentre as 24 equipes da competição.

Contudo, um escândalo de arbitragem que revelou a venda de resultados de partidas e financiamentos de campanhas políticas dentro da CBF, o qual envolveu o Atlético-PR, o Corinthians e o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem (Conaf), Ives Mendes, acabou causando a reviravolta. Uma vez que nem paulistas nem paranaenses foram punidos com o rebaixamento, a CBF decidiu reconduzir Fluminense e Bragantino de volta à primeira divisão.

De acordo com a sentença, o juiz Marcelo Kozlowski Jr. classificou o episódio como um dano real ao patrimônio cultural nacional, no caso, o futebol. O magistrado também acusou a CBF de “desserviço à formação do caráter nacional”, citando a máfia do apito que acometeu o futebol brasileiro em 2005, quando 11 jogos do Nacional foram remarcados por causa de manipulação de resultados para favorecer equipes indicadas por apostadores.

“Dizer que havia dúvidas sobre a arbitragem é fazer pouco da inteligência nacional”, disse Kozlowski na decisão.

A decisão de limitar o valor da punição em 2% das arrecadações dos clubes e da CBF foi tomada com base no percentual de seus respectivos torcedores em todo o país. O Ministério Público, autor do processo, havia pedido a percentagem de 10%, além de solicitar a nulidade da permanência de Fluminense e Bragantino na primeira divisão de 1997, o qual não foi atendido “sob o sério risco de trazer mais sofrimento à coletividade do que com o ocorrido”.

Tal quantia será destinada ao Fundo Estadual de Reconstituição de Bens Lesados, que atende à recuperação de patrimônios artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico, o que inclui também o futebol.

terça-feira, 25 de março de 2008

Desorganização

Ontem à tarde o na tabela do Campeonato o jogo Atlético X Canedense estava marcado para amanhã às 20:30, na escala de arbitragem o jogo estava marcado para amanhã às 16:00.

E pasmem os senhores! Ontem à noite recebi a informação que o jogo será na quinta-feira, às 20h30.

Quinta-feira, às 20h30!

Quinta-feira, às 20h30?

Quinta-feira, às 20h30...

A justificativa é que devido à forte chuva de ontem à tarde, não foi possível concluir a instalação da iluminação do Antônio Accioly.

Se o jogo fosse à tarde, a renda ficaria prejudicada.

Acabou ficando bom demais da conta para o Atlético, vai jogar sabendo dos outros resultados.

E a Canedense pode jogar rebaixada.

Não precisa nem de justificativa, está claro que isso é desorganização.

Desorganização!

Desorganização!!

Desorganização!!!



segunda-feira, 24 de março de 2008

Nota 10

Nota no site do Goiás:

Os jogadores e a comissão técnica do Goiás, acompanhados pelo presidente Pedro Goulart e o diretor Social Aledino Montes, visitaram hoje, por volta das 13h, a garota Lucélia, 12, vítima de tortura num caso que chocou a sociedade. O encontro foi no Centro de Valorização da Mulher (CEVAM), onde a menina está sob custódia até ser entregue ao pai biológico.


Durante a visita, os jogadores entregaram uma camisa autografada a Lucélia e doaram 20 cestas básicas mais 100 kg de frango e três fardos de amido de milho. Os atletas conversaram e brincaram com a garota, que estava muito feliz com a homenagem.

Iniciativa: O Goiás Esporte Clube pretende ir além e conseguir, junto à Federação Goiana de Futebol (FGF), coletar alimentos não perecíveis como pagamento pelo ingresso de algum jogo de mando de campo do Alviverde e doar para o CEVAM.

Opinião:

Ampliaram a ajuda ao Cevan, à todas as crianças e adolescentes. Deram uma ajuda significativa. Sendo assim valeu.

Nota 10

domingo, 23 de março de 2008

Rodada do Goianão

Grupo A

O líder do Grupo A, o Anápolis, perdeu de goleada no Odilon Flores. O Mineiros marcou quatro vezes: 4 a 1. Eduardo Santos e Gil Baiano marcaram duas vezes, cada. Dinei fez o único gol da equipe anapolina.

Em Senador Canedo o Vila Nova empatou com a Canedense em 1 a 1. Marcão marcou para o time de Senador Canedo e Daniel Hernandez empatou para o Tigre aos 45 minutos do segundo tempo.

Jogando em casa, no estádio Antônio Accioly, o Atlético venceu o Crac por 4 a 3, em jogo equilibrado e cheio de lances polêmicos. Os gols do Dragão no primeiro tempo foram marcados por André Leonel, logo no início da partida e pelo goleiro Márcio, que marcou de pênalti. Ainda na primeira etapa do jogo, o Crac também marcou, com Maurinho. Na etapa complementar, Juninho e Adriano Magrão marcaram para o time da casa. Os outros dois gols do time de Catalão foram marcados por Paulinho Kobayashi e Renatinho.

Com os resultado, o Anápolis pemanece na liderança com 29, o Atlético vai a 27 pontos e continua na segunda posição do grupo A, o Vila continua em terceiro com 23.

Grupo B

As partidas do Grupo B do Campeonato Goiano foram realizadas neste sábado. Em confrontos válidos pela segunda rodada do terceiro turno do campeonato, o Itumbiara venceu o Goiás por 3 a 2, a Anapolina ganhou a terceira seguida, desta vez contra o Trindade por 3 a 1 e a Jataiense derrotou o Novo Horizonte por 3 a 2.

Com os resultados, o Itumbiara abriu seis pontos de diferença para a Anapolina e está com 26 tentos. A equipe só precisa empatar com o a própria Anapolina na próxima quarta-feira, no Estádio JK, para garantir a classificação às semifinais.

Na mesma rodada, o Goiás, que continua com 30 pontos, enfrenta a Jataiense na Serrinha e o Trindade recebe o Novo Horizonte no Abrão Manoel da Costa.

Opinião:

O Anápolis vai se classificar, mas corre um sério risco de não ser o primeiro do grupo, o Atlético será o outro classificado.

O Vila não vai. Bem feito, quem manda fazer futebol contrariando a lógica. Se continuar com esse planejamento no futebol,a Série C se tornará mais próxima.

Goiás e Itumbiara vão para a semifinal.

Canedense e Novo Horizonte estão fora.