Páginas

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Vai dar o que falar

O procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Marfan Martins Vieira, e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, assinam na tarde desta sexta-feira um protocolo definindo a proibição e a comercialização de bebidas alcoólicas nas dependências dos estádios de futebol durante eventos esportivos coordenados pela entidade. Essa é mais uma medida para evitar a violência durante os jogos.

A medida estabelece que, nas dependências dos estádios em que se realizem partidas da CBF, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas antes e durante os jogos. Também será proibido a entrada de torcedores com bebidas alcoólicas, podendo a pessoa que for flagrada com bebida ser retirada do local. A polícia será acionada em caso de tumulto por causa da venda ou consumo de álcool.

Doe sangue pelo seu time e ganhe ingressos

A Federação Goiana de Futebol e o Hemocentro de Goiás (Hemog) realizam entre segunda e sexta-feira, dias 28 de abril a 2 maio, com exceção de quinta-feira, dia 1º de maio, feriado do Dia do Trabalhador a última campanha “Doe sangue pelo seu time” do Campeonato Goiano de 2008.

Haverá coleta de sangue na sede do Hemog das 8 às 17 horas. Serão disponibilizados 100 ingressos por dia para a última partida da final do Goianão 2008 entre Goiás e Itumbiara, no Serra Dourada, domingo, dia 4 de maio.

Diariamente no Hemog, após a doação de sangue, serão distribuídos certificados aos doadores que podem ser trocados por ingressos para a partida. Cada certificado vale um ingresso e a troca do certificado pelo ingresso será feita no próprio local. Ao todo serão distribuídos 400 ingressos durante a semana, 100 a cada dia. Não haverá sorteio. As 100 primeiras pessoas que fizerem a coleta de sangue motivadas pela campanha serão contempladas.

O Hemog fica na Avenida Anhangüera, n.º 5.195, Setor Coimbra, em Goiânia, telefone 3201-4590.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Duelo de Uvas

A novidade do treino de hoje no Corinthians foi o atacante Finazzi que apareceu com o cabelo descolorido o cabelo, deixando algumas pontas em preto. Ficou ridículo, parecendo um cotonete.

Sobre o jogo contra o Goiás, Finazzi brincou com a frase do presidente do Conselho Deliberativo, Hailé Pinheiro, na semana passada, que havia dito que seu time "chuparia uma uva roxa", em alusão à terceira camisa corintiana. "É, time que ganha tem direito de falar, quem perde tem de ouvir. Mas assim como tem uma roxa, tem uva verde", lembrou Finazzi.

Hailé, na Companhia FM, também disse que pretende tomar vinho em São Paulo na quarta-feira.


Jogador do Goiás agride esposa

Um fato extra-campo chamou a atenção ontem no Goiás. O lateral Alex Ferreira foi denunciado pela esposa Munique Alves da Silva, por agressão.

O que que eu tenho a ver com isso?

Problema dele.

Bom é que o Goiás colocou o jogador à disposição para entrevista sobre o assunto.

Aí morre a conversa.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Se a moda pega

O Supremo Tribunal da Holanda condenou Rachid Bouaouzan há seis meses de prisão por uma falta cometida em 2004, quando defendia o Sparta Rotterdam, que quebrou a perna de Niels Kokmeijer, jogador do Go Ahead Eagles.

Em comunicado, o Supremo justificou a decisão por Bouaouzan ter "violado flagrantemente as regras do futebol, provocando um dano físico sério ao jogador adversário", além de ter considerado a ação intencional.

Esta foi a terceira decisão da justiça sobre o caso. Rachid Bouaouzan, que agora defende o Wigan, da Inglaterra, recorreu da decisão nas duas outras oportunidades.

terça-feira, 22 de abril de 2008

Finalmente

Conforme o prometido a diretoria do Vila Nova apresentou nesta quarta-feira quatro jogadores que irão reforçar o time na disputa do Campeonato Brasileiro da série B.


O volante Guilherme, que tem passagens por Bahia, Cruzeiro, Vitória- BA, Uberlândia-MG e Paysandu, o lateral Osmar ex Portuguesa e São Caetano, o goleiro Lauro e o atacante Reinaldo, que disputaram o Campeonato Goiano pelo Anápolis.


Outra novidade foi a contratação de um diretor de futebol, Paulo Bering, ex Fluminense-RJ.


Dos contratados só conheço Lauro e Reinaldo. Boas contratações.


Osmar e Guilherme foram indicados por Givanildo. Ele sabe o que faz.


O diretor de futebol é uma incógnita.

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Joel vai embora

Por essa ninguém esperava. Sai Parreira e entra Joel Santana na Seleção da África do Sul.

Parreira pediu demissão por problemas particulares.

O novo treinador da seleção da África do Sul será Joel Santana, atual comandante do Flamengo. Ele fica até a final do Campeonato Carioca na equipe rubro-negra.


Joel aceitou por que recebeu uma proposta irrecusável, deve receber a bagatela de quase meio milhão de reais.

Boa oportunidade para Joel.


A justiça foi feita

O Itumbiara começou ganhando antes do jogo. Mais de 40 ônibus, foguetório e balões.

O Atlético começou perdendo antes do jogo. Aumentou o preço dos ingressos, disse que não iria aceitar o televisionamento para Goiânia. Fez o torcedor de bobo.

A diretoria do Atlético mostrou como não se deve fazer futebol. Antes do jogo, Ádson Batista, diretor de futebol, tentou agitar o ambiente dizendo que Weber Magalhães, vice presidente da CBF, queria aliciar o árbitro Heber Roberto Lopes à serviço do prefeito de Itumbiara José Gomes. O vice presidente do Atlético, Maurício Sampaio, ao lado de um segurança tentou agredir Weber, que se viu obrigado a sair do estádio.

Pensem bem o que os dirigentes do Atlético fizeram! Colocaram pra correr o vice presidente da CBF! Coisa de gente doida.

E pra piorar, depois do jogo, no calor da desclassificação, o presidente Waldivino Oliveira, destratou o Diretor de Marketing da FGF, Ronei de Freitas, que teria comemorado um dos gols do Itumbiara. O que não é verdade.

Waldivino pediu para o presidente da FGF, André Pitta, a demissão de Ronei, ameaçando se tornar oposição. Resultado: tomou um não na cara.

No final, na saída do estádio, os dirigentes atleticanos iniciaram uma confusão com o Prefeito Zé Gomes e sua comitiva.

A conduta de Ádson Batista, Maurício Sampaio e Waldivinode Oliveira, foi lastimável.

Em relação ao jogo. 4 jogos, 4 vitórias. O Itumbiara é melhor que o Atlético.

domingo, 20 de abril de 2008

Saiu o primeiro finalista

O Goiás venceu o Anápolis por 4 a 1 neste sábado (19), no Serra Dourada, na partida de volta da semifinal do Campeonato Goiano, e avançou à decisão após ser derrotado por 3 a 1 no jogo de ida.

Depois de ter levado a pior nos outros três jogos contra o Anápolis no ano, com duas derrotas e um empate, o Goi'as superou o rival anapolino com sobras.

Com vantagem de dois gols, o Anápolis ainda abriu o placar no Serra Dourada logo aos 9min de jogo através de Dinei, e depois foi atropelado. Anderson Aquino, a surpresa na escalação de Caio Jr, fez dois gols no primeiro tempo e virou o jogo. Paulo Baier e Fabinho mancaram na etapa final.

O Anápolis estava irreconhecível, medroso, apático. Dava a impressão de que os jogadores estavam pensando nos seus próximos times.

Classificação merecida. O Anápolis foi longe demais e o Goiás não poderia sair tão cedo.

O Itumbiara de hoje não deve amarelar como o Anápolis ontem. A classificação será muito difícil para o Atlético.