Páginas

sábado, 3 de maio de 2008

Goiás perde no tapetão

Como antecipava este Blog.

Era mesmo agitação.

O protesto do Goiás contra o Itumbiara nasceu morto.

Em documento divulgado no site da Federação Goiana de Futebol, o presidente do TJD/GO, Alexandre Magno pediu o arquivamento da queixa do Goiás.

O ducumento é bastante extenso e essa é a parte final que resume tudo:

... Assim, concluo que os atletas FÁBIO MARCELO DE OLIVEIRA e EDUARDO GABRIEL DOS SANTOS FILHO da equipe do ITUMBIARA E.C. têm plenas condições de jogo, pois atenderam os requisitos registrais da própria FGF, dou provimento do pronunciamento do douto Procurador, na forma do art. 78 e, portanto, determino o arquivamento da queixa formulada pelo GOIÁS EC.

P. R. I. em especial, intime-se o GOIAS EC, o ITUMBIARA EC e a FGF.
Goiânia, 03 de maio de 2008.

ALEXANDRE MAGNO DE ALMEIDA GUERRA MARQUES
Presidente do TJD do Futebol de Goiás

Goiás campeão só se for em campo.

Pra facilitar

Amigo internauta

Agora este blog também pode ser acessado pelo endereço: www.andreisac.com.br

Obrigado pelas visitas.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Flamengo quer Caio Júnior

As especulações sobre o substituto para a vaga do técnico Joel Santana, no comando do Flamengo, podem estar perto de um desfecho na próxima segunda-feira, após a final do Estadual com o Botafogo, no domingo.

Segundo informações da imprensa carioca o nome de Caio Júnior é o mais forte para assumir o Flamengo no lugar de Joel Santana, que sairá do clube no próximo dia 5.

Caio Júnior disse que já recebeu muitas ligações do Rio de Janeiro no seu celular. Quando aparece o prefixo 21 ele não atende. Declarou que está focado na decisão e nada tirará a sua atenção.

É aguardar pra ver.

É mentira

O Itumbiara anunciou na semana passada que pagou aos seus jogadores 500 mil reais de premiação pela classificação à final do Campeonato Goiano.

É mentira.

O Itumbiara anunciou nessa semana, que o prêmio pelo título de campeão goiano aumentou de 500 para 600 mil reais.

É mentira.

É blefe.

Isso é conversa fiada. Entre eles a premiação definida é infinitamente menor à divulgada.

O prefeito de Itumbiara lança essa jogada de marketing, para agitar o ambiente do adversário.

Ele sabe que o Goiás jamais pagaria tal premiação pelo título. Então qualquer negociação de premiação, entre os jogadores e diretoria do Goiás, seria constrangedora.

Tem jogador que pode acreditar nisso e imaginar: "Por que o nosso time oferece 100 enquanto o adversário do interior dá 600?"

Outro motivo para o blefe é que se perder o título, para o povo de Itumbiara, Zé Gomes será o último da lista de culpados.

Quem poderá reclamar, de um homem que montou um timaço e ainda ofereceu 600 mil pelo título?

Não caio nessa. Sou novo, mas não nasci ontem.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Reflexos das derrotas

No Atlético já se fala em reformulação. Se for ficar Zé Teodoro quer mudanças profundas.

No Goiás, a derrota por 4 a 0 para o Corinthians revoltou os torcedores esmeraldinos, os muros da sede do clube foram pichados durante a madrugada com os dizeres: “Não queremos o vexame do ano passado. Pipoqueiros. Diretoria medíocre. Goiano é obrigação”.

Muita calma nessa hora minha gente.

O Goiás perdeu para o Corinthians, um clude de tradição no futebol brasileiro.

O Atlético perdeu para o São Caetano, um time que prega frequentes peças em grandes do futebol brasileiro.

Precisamos reconhecer que os nossos adversários também podem vencer.

Temos que aprender a perder.

Paulistas 2 X 0 Goianos

Acabou!

4 a 0.

Sofrível atuação do Goiás.

Classificação merecida do Corinthians.

Dia triste para o futebol goiano, esperávamos os dois goianos nas quartas de final. Foram os dois paulistas.

Paciência.

quarta-feira, 30 de abril de 2008

30 minutos

Está 4 a 0 ainda.

O Goiás não reage.

Fabinho foi expulso.

Já era.

Ainda dá

Começa o segundo tempo.

O Goiás precisa fazer dois gols e não tomar nenhum.

É possível, mas tem que melhorar muito.

4 a 0

Estou perplexo!

Depois da cobrança de falta feita por André Santos, Herrera se antecipou a defesa do Goiás e de cabeça colocou a bola no fundo das redes de Harlei. 4 a 0.

O Goiás não está jogando nada e o Corinthians joga tudo o que sabe.

A vaca está indo pro brejo.

Noite triste

Fim de jogo no Estádio Serra Dourada. O Atlético não conseguiu superar a pressão do Azulão e foi desclassficado pelo São Caetano, que venceu a partida por 2 a 1.

O atlético foi fraquinho, fraquinho, fraquinho...

No Morumbi, trintinha do primeiro tempo.

Com uma disposição impressionante o timão está chupando uva verde no Morumbi.

Em 23 minutos o Corinthians está atropelando o Goiás. Agora, Corinthians 3 x 0 Goiás, resultado que dá a classificação ao Timão.

Do jeito que está só o BID pode salvar o verdão.

Ronaldo é dispensado

O escândalo em que Ronaldo se envolveu, com travestis, no Rio, resultou em separação. A namorada do jogador, Bia Antony, com quem ele morava, deixou, ontem, o luxuoso condomínio de Ronaldo, na Barra da Tijuca, no Rio. Bia, que é ex-noiva de Nelsinho Piquet, fez as malas e voltou para Brasília, onde vive sua família. Bia e Ronaldo estavam juntos desde janeiro de 2007.

Super Barraco:

O travesti Andréia Albertini, que denunciou o atacante Ronaldo por supostamente não ter pago por um programa, ficou irritado com a perseguição dos repórteres do "Pânico na TV" - Vesgo e Silvio - e quebrou aparelhos da recepção, televisores, câmeras e espelhos da emissora Rede TV! na última terça-feira (29). Andréia se feriu na mão e no rosto.

Andréia gravaria três programas na Rede TV!, mas já havia informado a emissora de que não gostaria de gravar com o programa "Pânico".

O travesti tentou se esconder dos apresentadores do programa no banheiro, mas, não conseguindo escapar, começou a quebrar os aparelhos. Ele foi atendido por bombeiro da brigada de incêndio da TV.

Após a confusão, Andréia condicionou sua participação nos programas "Bom Dia", "Mulher" e "Superpop" à assinatura de um termo no qual a emissora se comprometeria a não pôr no ar as imagens do "Pânico". A produção da TV se negou e chamou a Guarda Municipal para expulsá-la do prédio.

Andréia foi levada para a Delegacia Central de Barueri escoltada por 10 guardas e PMs. A Rede TV! a acusa de invasão de propriedade privada enquanto ela afirma que foi coagida pela emissora.

As informações são do jornal O Dia.

O Atlético já sabia

O advogado do Atlético, Marcos Egídio, disse agora a pouco ao repórter Humberto Castro da Companhia FM, que antes de enfrentar o Itumbiara, já sabia que os jogadores Dida e Fábio Oliveira não constavam do BID da CBF.

A possibilidade de tentar a vaga no tapetão foi levantada pelo Atlético, mas de imediato foi descartada, pois não haveria procedência. Iriam passar vergonha.

Agitação do Goiás

O Goiás está agitando assim como agitou no ano passado. Lembram?

Eis um notícia do jornal diário da Manhã de 7 de maio:

Tapetão


O Goiás pode tentar o título do Campeonato Goiano no tapetão. O vice-presidente e advogado do Goiás, João Bosco Luz, admite entrar na Justiça para tentar reverter a situação. O dirigente questiona a condição do zagueiro Jairo, que teria jogado de forma irregular, diz Bosco. “Temos três dias para tomar esta decisão; não vou falar no calor da derrota. Amanhã (hoje), com a cabeça fria, vamos decidir sobre o assunto”, diz o jurista.

A decisão do Goiás questiona o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Goiás, representado por Alexandre Magno, que negou no sábado o pedido de reconsideração do Goiás em relação ao efeito suspensivo concedido ao zagueiro Jairo, do Atlético, que havia sido punido pelo TJD e teria de cumprir mais uma partida das duas em que foi apenado.

O presidente do TJD, Alexandre Magno, diz que o Goiás só pode tentar recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. “Só após o julgamento do mérito no TJD de Goiás (ainda sem data marcada)”. De qualquer forma, João Bosco diz que “vai continuar discutindo a matéria”.

No entendimento do jurista do Goiás, a decisão do tribunal goiano feriu a hierarquia de uma lei superior. “A Lei Pelé (9.615) é superior ao Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e o art. 53 § 4º da Lei 9.615 reza que o atleta suspenso naquele artigo do CBJD que só cabe efeito suspensivo quando a pena é superior a duas partidas ou 15 dias. Portanto, o jogador está irregular, porque passou por cima da Lei Pelé”, entende João Bosco Luz.

Perdeu o título e não entrou na justiça.

Goiás vai para o tapetão

Mesmo antes da última partida da final o Goiás já foi para o tapetão. O time protocolou no final da tarde de terça-feira no TJD/GO um protesto contra uma possível irregularidade de dois jogadores do Itumbiara que não constariam no BID da C.B.F.

Seriam eles os atletas Eduardo Gabriel dos Santos (Dida), que teria contrato em andamento com o Atlético até o dia 17/04/2009 e não constaria seu empréstimo para o tricolor, e também o atleta Fábio Marcelo de Oliveira (Fábio Oliveira), cujo último registro seria da Federação Paraense de Futebol e datado de dezembro de 2007.

Essas informações podem ser confirmadas no site www.cbfnews.com.br.

Dida esteve no banco e Fábio Oliveira jogou por sete minutos contra o Goiás no domingo. As punições para o Itumbiara seriam multa e perda de seis pontos, fato este que já daria o título goiano para o Goiás independente da partida de domingo.

O presidente da FGF, André Pitta, esclareceu que independente do BID (boletim informativo diário) da C.B.F. o que vale é o que consta o BID da Federação Goiana de Futebol, mesmo porque a CBF está informatizando este setor o que gera ainda distorções. Opinião contrária tem o departamento jurídico do Goiás comandado pelo Dr. João Bosco Luz que vai insistir no esclarecimento dos fatos.

Opinião:

Há um erro nessa história.

Os nomes dos jogadores deveriam estar no BID da CBF há muito tempo.

E nem precisariam estar no BID para disputar o campeonato goiano.

Não sei quem errou, mas tenho certeza de uma coisa: Não há erro do Itumbiara!

Não há como puni-lo e também não seria justo.

terça-feira, 29 de abril de 2008

A justiça tarda...

Depois de dez anos, o Ministério Público Federal em Goiás obteve no Tribunal Regional Federal a confirmação da sentença da Justiça Federal contra o então deputado federal José Gomes da Rocha (atualmente prefeito) e o Itumbiara Esporte Clube. O prefeito José Gomes, que presidiu o time de futebol em 1996, foi condenado por improbidade administrativa.

Como deputado federal, José Gomes, teve a cara de pau, de contratar atletas jogadores para atuare no Itumbiara como se fossem secretários parlamentares. De quebra o Itumbiara também foi envolvido por ter se beneficiado diretamente da maracutaia.

Os jogadores contratados foram Arionaldo Antônio da Silva, Gilson Martins de Jesus, David da Silva Timóteo, Edilson Fernandes de Oliveira, Wellinngton Carlos Valadão e Ronaldo Ivo Nascimento. Para piorar, além deles, as esposas de três atletas também foram contratadas para prestar serviços no gabinete do então deputado federal.

Segundo o falastrão Zé Gomes, os recursos utilizados eram verba de gabinete. Que justificativa!

A sentença de primeiro grau decidiu pela suspensão dos diretos políticos de José Gomes por oito anos e a perda de mandato eletivo. Além disso, condenou os réus ao ressarcimento integral do dano causado ao Tesouro Nacional (no valor de R$ 42.434,95) e foi aplicada multa de cerca de 85 mil reais.

O Itumbiara está a proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de cinco anos.

O prefeito José Gomes e o Itumbiara Esporte Clube recorreram da decisão do TRF ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal.

E será que esse ano há alguma irregularidade?

Fisioterapia do fenômeno

Ronaldo é notícia no mundo todo e este blog não poderia deixar de opinar diante de um caso tão complexo.

A confusão:

O atacante do Milan, deixou de lado a sua namorada, Bia Antony, e se envolveu em uma confusão com o travesti André Luís Ribeiro, a "Andréia Albertini"e acabou na 16ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro.

Lascou de vez:

O travesti acusa Ronaldo de envolvimento com drogas e inclusive publicou um vídeo no youtube onde o jogador, com a camisa do Flamengo, coloca a mão em cima de uma câmera de celular, onde Albertino diz de fundo: "Para provar que é você".

Para aumentar o barraco, o rapaz, ou a moça, ainda tem consigo um documento do carro do Fenômeno, que, segundo ele, teria sido deixado como garantia de pagamento a três travestis.

Fenômeno distraído:

Ronaldo alega que levou gato por lebre, em seu depoimento ao delegado diz que ele teria levado o travesti para o motel ao pensar que se tratava de uma garota de programa e pediu para a tal "garota" chamar mais duas amigas. Ronaldo devia estar cego. Como pôde ter confundido? O rapaz tem cara de rapaz! Olha a foto aí gente:


Arrependimento:

Quando percebeu que as "damas" na verdade eram "valetes" o fenômeno pagou R$ 1 mil para dois rapazes, que aceitaram o dinheiro e foram embora, mas "Andréa" Albertino teria pedido R$ 50 mil para não levar o caso à imprensa, fato que o jogador tratou como extorsão em seu depoimento.

Notícia ruim espalha:

"Festas com (má) surpresa para Ronaldo. O Fenômeno está no centro de um escândalo que envolveu, com ele, três "veados" brasileiros em um hotel do Rio de Janeiro", escreve o "La Reppublica".

Na Espanha, com matéria da agência EFE, o site do "El Pais" estampa na sua página de esportes: "Frustrada noite de sexo de Ronaldo com três travestis". Outro que chamou a atenção na Espanha para o caso foi o "Marca" com o título "Um travesti trata de extorquir Ronaldo"

Ser famoso não é fácil.

Depois do fisiterapeuta, Ronaldo pode consultar agora um oculista.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

CBF e a política

Na sexta-feira saiu essa notícia na Internet:

Juiz nega pedido de indenização da CBF contra jornalista Juca Kfouri

O pedido de indenização proposto pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e por seu presidente, Ricardo Teixeira, contra o jornalista Juca Kfouri foi considerado improcedente pelo juiz Antonio Aurélio Abi-Ramia Duarte, da 4ª Vara Cível da Barra da Tijuca.

A ação, de acordo com informações do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro foi motivada por uma nota publicada no blog do jornalista em 2007, intitulada "Senador da CBF".

No texto, Juca Kfouri afirma: “o senador Delcídio Amaral, acusado de ter pego R$ 24 mil da empreiteira Gautama, cujo o dono está preso pela operação Navalha da Polícia Federal, para alugar um jatinho particular, recebeu R$ 100 mil da CBF nas eleições passadas. Alguma surpresa ?”

Para o juiz da 4ª Vara Cível, não havia no texto palavras ofensivas contra a entidade e seu presidente. Ele acolheu a preliminar sustentada por Kfouri para reconhecer a ilegitimidade ativa de Ricardo Teixeira, excluindo-o, assim, do pólo ativo da ação.

Segundo o juiz Antonio Duarte, a nota não é falsa ou fruto de invencionices do jornalista, ao contrário, afirma a pura verdade. "A conclusão dos fatos com base na verdade não pode ensejar dano moral algum, já que não é deflagradora de ilicitude alguma, sendo todos os fatos verdadeiros. A CBF, inclusive, não negou a doação de R$ 100 mil ao senador em questão, que foi realmente acusado de ter pego R$ 24 mil da empreiteira Gautama", disse.

“O jornalista teve o propósito de divulgar uma doação confessada e publicada a um senador da República, sendo este dever de ofício. Tal conduta está rigorosamente em compasso com a liberdade de imprensa, na sua mais perfeita forma. O réu exerceu sua regular atividade, aliás, é dever de todo cidadão fiscalizar as doações efetuadas para as campanhas políticas, sendo legítimo o exercício de cidadania. Não há, portanto, conduta ilícita por parte do jornalista que somente divulgou a verdade", destacou o magistrado na sentença.

Em relação à ilegitimidade ativa, o juiz falou que sequer, indiretamente, o réu faz menção a Ricardo Teixeira, o que leva a crer na inexistência de conduta lesiva com relação a este.

Concluo o seguinte:

Estranho como a CBF faz tantas doações para campanhas políticas.

Será que os clubes e federações foram consultados? Já que o dinheiro da CBF em tese seria deles também?

No site do TSE no link prestação de contas basta colocar o CNPJ 33655721000199, e observar as doações de campanha que a CBF tem feito nos últimos anos.

Com qual objetivo?

Em 2006 a CBF doou 500 mil reais para campanhas políticas. Por exemplo, 50 mil reais para a campanha de Leomar Quintanilha do PCdoB/TO, Marconi Perillo PSDB/GO (50 mil) e Roseana Sarney PFL/MA (100 mil). A entidade máxima do futebol brasileiro é de esquerda ou direita?

Robson Calheiros ganhou da CBF em 2004, para a campanha de vereador em Maceió, 50 mil reais. Aguinaldo Timóteo, candidato a vereador no rio, nesse mesmo ano foi ajudado com 10 mil.

Até no referendo do desarmamento em 2005, 100 mil reais sairam dos cofres da CBF em apoio à frente parlamentar "Por um Brasil sem armas".

Entendo o Juca. Já é difícil entender essas doações, ainda mais para alguém que depois é envolvido em corrupção.

O político ganhou 24 mil da Construtora Gautama e 100 mil da CBF.

Que cada um pense o que quiser.

domingo, 27 de abril de 2008

Itumbiara X Goiás: final do jogo

Final de jogo no JK, o Itumbiara bateu o Goiás por 1 a 0 e agora tem a vantagem do empate na segunda partida no Serra Dourada.

Caio Júnior, na Companhia FM, reclamou da arbitragem de Luis Alberto Bites pela expulsão de Vítor e uma não expulsão do atacante Landu que teria simulado um pênalti.

Caio também reclamou também de P. C. Gusmão. Não explicou o motivo, mas promete falar na hora apropriada. Resta aguardar.

Itumbiara X Goiás: 30 minutos do segundo tempo

Itumbiara 1 x 0 Goiás.

Basílio pegou de primeira após conbrança de falta e abriu o placar para o Itumbiara, aos 25 minutos do segundo tempo.

O Goiás agora tem que sair pro jogo.

Aos 30, Vítor, do Goiás deu uma cotovelada em Basílio do Itumbiara, e foi expulso.

Tá feia a coisa pro verdão.

Itumbiara X Goiás: final do primeiro tempo

0x0, com pouquíssimas emoções no jogo.

Jogo Chato.

Quase dormi.

Itumbiara X Goiás: 30 minutos

Jogo equlibrado, muita marcação e pouco futebol, com raras oportunidades das duas equipes.

O Itumbiara está na desvantagem. Fábio Oliveira, saiu contundido para a entrada de Basílio.

O Goiás não tem pressa.

Chegou o grande dia

Começa hoje a grande a grande decisão do Campeonato Goiano. Em campo Goiás e Itumbiara, os times que mais investiram para a competição. É a final mais justa.

Os confrontos serão extremamente equilibrados. O favorito é o Goiás, por jogar por dois resultados iguais em virtude da melhor campanha.

O Goiás será mais precavido hoje do que em outros jogos, deve jogar como time pequeno, apostando em contra-ataques. Pode dar certo.