Páginas

sábado, 7 de junho de 2008

Show de Túlio e Max

Mais uma vez o Vila venceu, convenceu, mas sofreu para vancer no Serra Dourada.

Logo aos sete minutos do primeiro tempo o América de Natal abriu o placar. O Vila foi à luta, reagiu rápido, aos 16 e 31, Túlio marcou dois gols e virou o jogo. O final do primeiro tempo foi tranquilo.

No início da etapa final, um apagão. Só dava América. E Jefferson empatou aos 17. Aos 21 minutos, Maizena entrou na área e acabou atropelado por Reinaldo, que tropeçou em cima do adversário. Pênalti para o América. Na cobrança de Paulo Matos, o goleiro Max rebateu e depois ainda defendeu o chute de Ítalo.

Aos 31 minutos, a bola cruzada por Osmar, o goleiro Fabiano e os zagueiros Anderson e Robson se atrapalharam, e a bola sobrou para Túlio, 3 a 2.

Com os três gols, Túlio, chegou aos cinco e divide a artilharia da Série B ao lado de Paulo Isidoro, do Fortaleza. De quebra chega a 191 gols marcados nas três séries do Brasileiro, o maior artilheiro, com um gol a mais que Roberto Dinamite, ex-Vasco e Portuguesa.

O Vila é terceiro, está bem e pode crescer.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Um baita reforço

O atacante Iarley vem para o Goiás, ontem ele fez sua despedida no Internacional. Os valores da negociação não foram divulgados.

Nos três anos em que ficou no Inter, Iarley atuou em 133 partidas e marcou 30 gols. Conquistou os títulos da Libertadores da América, do Mundial, da Recopa e do Gauchão 2008.

Nome completo: Pedro Iarley Lima Dantas
Data de nascimento: 29.03.1974 em Quixeramobim/CE
Altura: 171
Peso: 69
Clube atual: Internacional/RS
Posição: Atacante
Site internet http://www.iarley10.com.br

Clubes:

1994: Ferroviario-CE
1995: Quixadá-CE
1995-1997: Real de Madrid B - Espanha
1997: Ceuta - Espanha
1997-1999: Melilla - Espanha
2000: Ceará-CE
2001-2002: Paysandu-SP
2003-12/07/2004: Boca Juniors - Argentina
13/07/2004-06/2005: Sinaloa - México
06/2005: Internacional-RS

Títulos por equipe:

Campeonato Argentino: 2003
Copa Intercontinental: 2003
Copa Libertadores: 2006
Mundial dos Clubes FIFA: 2006
Recopa: 2007
Campeonato Gaúcho: 2008

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Bomba!

Notícia do portal Clicrbs:

O Inter está fazendo uma negociação envolvendo troca de jogadores com o Goiás. O Colorado deverá ceder o atacante Iarley e o meia Adriano Gabiru para ficar com o lateral-direito Vitor, do clube goiano. Segundo o repórter Fabiano Baldasso, da Rádio Gaúcha, a negociação já estaria fechada e faltaria apenas um acerto salarial entre os jogadores.

Por coincidência, Iarley e Gabiru foram os grandes destaques do Inter na final do Mundial de Clubes contra o Barcelona. O atacante fez a assistência e o meia marcou o gol da vitória e do titulo.

O diretor de futebol do Goiás, Artur Netto, esteve em Porto Alegre nesta semana com o objetivo de levar reforços para Goiânia. Na lista inicial estavam o Gil, Adriano e Gabiru, do Inter, e Reinaldo e Jonas, no Grêmio. Mas a negociação teria avançado mesmo com Iarley.

Iarley é considerado uma das grandes lideranças entre os jogadores, ao lado de Fernandão e Clemer. Mas o atacante perdeu a titularidade com a chegada de Nilmar, no final do ano passado. Neste ano, não conseguiu boas atuações quando entrou nas partidas e ainda sofreu com a concorrência de Adriano, Walter, Guto e Gil.

Em 2007, Gabiru perdeu espaço na equipe e foi emprestado para o Figueirense e depois para o Sport. Não conseguiu se firmar em nenhum dos dois clubes e acabou voltando para o Inter neste ano, fora de forma, e estava fazendo trabalhos físicos no Beira-Rio.

De acordo com o repórter Jânio José da Silva, do jornal O Popular, de Goiânia, Vitor é um lateral de velocidade que chega com facilidade no ataque, mas que precisa aprimorar as finalizações.

Tomara que dê certo. Seria uma cartada e tanto do Goiás.

800 mil?

A diretoria do Goiânia anunciou um patrocínio de 800 mil reais para a disputa do Campeonato Goiano da segunda divisão 2008.

Contrataram o desconhecido técnico Sinomar Naves, que trabalhou no futebol paraense. O primeiro jogador contratado foi o volante André Santos, que caiu com o Galo no ano passado.

Já dá pra notar que essa história de 800 mil é cascata e que o Goiânia será o velho galo de sempre.

Calaça fora

O goleiro Rodrigo Calaça, do Goiás, fez uma pequena cirúrgia no nariz. O jogador se machucou no treino da terça-feira ao se chocar com o meia Felipe.

Calaça vai desfalcar o Goiás nos próximos 15 dias.

Os que pedem a saída do goleiro Harley, terão que gritar Pedro Henrique, o substituto de Rodrigo Calaça no banco de reservas.

3 a 1

Confesso pra vocês que foi difícil assistir dois jogos ao mesmo tempo. Ficava 30 segundos em cada um.

Gostei dos dois jogos. Fluminense, Boca, Corinthians e Sport, quatro bons times.

Pelo primeiro tempo, no Maracanã, não acreditava no Fluminense, mas a entrada de Dodô mudou a história do jogo. O Flu tem todas as chances de conquistar a Libertadores pela primeira vez, contra a LDU, do Equador. O primeiro jogo será em Quito, o segundo será no Maracanã, dias 25 de junho e 2 de julho.

No Morumbi, o vencedor era o esperado, o Corinthians chegou a aplicar 3 a 0, e o gol de Enílson do Sport, no finalzinho deixa o Leão ainda na briga. O tri está na mão do timão.

Coquinho vai embora

O técnico do Brasiliense, Alfinete, exigiu que a diretoria do clube repatriasse o volante Coquinho, emprestado ao Atlético Goianiense. A alegação do treinador é que sua equipe está com problemas no setor de marcação.

Coquinho, que já trabalhou com Alfinete, foi considerado pelo novo comandante do Jacaré como muito bom no desarme. O jogador foi emprestado pois não estava nos planos do antigo técnico do clube, Gérson Andriotti. Agora, a diretoria do Atlético Goianiense já procura um substituto para Coquinho.

Não vai fazer falta

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Libertadores

Não sei não, mas estou com medo do jogo de hoje no Maracanã.

Esses argentinos não são fáceis, mas tá na mão do Fluminense.

É só jogar com inteligência.

A semana do artilheiro

"Quando ele está em campo não existe gol anônimo" Armando Nogueira

No dia 2 de junho de 1969, nascia em Goiânia o jogador mais importante da História do futebol goiano. Túlio Humberto Pereira Costa, o Túlio Maravilha.

Túlio, o maior artilheiro do mundo em atividade no futebol mundial, embora seja de uma família de Vilanovenses, começou no rival Goiás. Foi artilheiro do Estadual Juvenil em 1987 em 22 gols. Como profissional, foi artilheiro do Campeonato Goiano de 1991 e do brasileiro de 1989. Jogou no Sion antes de chegar ao Botafogo em 1994. Recebeu da torcida botafoguense o apelido de "Túlio Maravilha", em sua estréia no clube, quando marcou 3 gols contra o América. Foi artilheiro dos Campeonatos Cariocas e Brasileiros de 1994 e 1995. Foi também campeão brasileiro e o principal artilheiro da Seleção Brasileira em 1995. Jogou no Botafogo, em sua primeira passagem pelo clube, até 1996.

Túlio ainda passou pelo Corinthians, sendo o artilheiro do time na temporada e campeão paulista e jogou pelo Vitória, da Bahia. Voltou para o Botafogo em 1998 e fez dupla de ataque com Bebeto, quando foram campeões do Torneio Rio-São Paulo.

O artilheiro ainda teve passagem por diversos clubes, incluindo Fluminense, Cruzeiro e o Vila Nova em 1999 e São Caetano em 2000, Vila Nova (campeão e artilheiro) e Santa Cruz até se transferir para o Újpest, da Hungria. Voltou ao Brasil pouco tempo depois para defender o Brasiliense, o Tupy/ES e o Atlético Goianiense até voltar para o futebol estrangeiro, para atuar no Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Ao fazer seu terceiro retorno ao Brasil, jogou pela Anapolina e pelo Juventude. Depois, Al-Shabab, da Arábia Saudita, numa passagem relâmpago. Voltou para o Volta Redonda e Fast-AM, até ser contratado pela Federação Goiana de Futebol e designado para jogar no Canedense.

Em Janeiro de 2007, Túlio chegou a marca dos 700 gols em jogos oficiais, após fazer dois num jogo válido pelo Campeonato Goiano contra o Trindade.

Pela seleção brasileira, Túlio Maravilha disputou 14 partidas entre os anos 1991 e 1995. Foram 10 vitórias, 4 empates e 8 gols. Túlio jamais perdeu uma partida defendendo a seleção ‘canarinho’.

Neste ano, atuando pelo Vila Nova, Túlio foi artilheiro do Campeonato Goiano com 14 gols. Túlio Maravilha pretende jogar até alcançar os 1000 gols. O artilheiro contabiliza até agora 838 gols na carreira.

Números:

2º maior artilheiro do mundo em atividade - 838 gols
5º maior artilheiro do Brasil na Série A - 129 gols
Artilheiro dos artilheiros da Série A - 55 gols
15 vezes artilheiro de Campeonatos Regionais. Nacionais e Internacionais.
5 vezes artilheiro do Brasil ( 3 vezes na Série A e 2 na Série C)
20 anos de carreira (1988 a 2008)

Confira alguns gols do artilheiro:



O maior de todos os tempos:

Timão X Leão

Corinthians e Sport vão fazer uma final histórica na Copa do Brasil, hoje a bola vai rolar às 21h50, no Estádio Morumbi, em São Paulo.

O Sport, campeão brasileiro de 1987, quer ser o primeiro pernambucano a levantar a taça da Copa do Brasil.

Já Timão tenta se recuperar da queda para a Série B, em 2007, com um título nacional e vaga na Libertadores. Isso mostra que o rebaixamento fez bem para o Corinthians.

O segundo jogo será no dia 11 de junho na Ilha do Retiro, em Recife. O Corinthians é favorito em São Paulo e o Sport favorito em Recife.

Acredito que o título será decidido no saldo de gols ou talvez nos pênaltis. Imprevisível. Uma decisão emocionante.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Torcida recebe Romerito

Romerito chegou, foi direto para o departamento médico e deu uma entrevista interessante hoje à tarde.

Romerito se mostrou chateado por não disputar a final da Copa do Brasil pelo Sport. Ele lembrou que foi humilhado no ano passado e que hoje provou que tem caráter. O jogador pretende manter o mesmo trabalho no time esmeraldino.

Romerito disse ainda que tem uma proposta do Sport, para um contrato de dois anos a partir de janeiro.

E olha como são as coisas, na reapresentação, Romerito foi recepcionado por torcedores do Sport. Na foto, Edalmo Cassiano de Souza, torcedor rubro-negro.

Gabiru não vem

Me lembro da época que o Goiás só anunciava reforços que estavam realmente acertados.

Jamais anunciavam que pretendiam contratar um jogador.

Disseram que queriam o Gil e o Gabiru do Internacional. Foram ao sul e voltaram de mãos vazias.

A contratação do meia Adriano Gabiru parece ter melado. Segundo Ricardo Rushinky, empresário do jogador, eles ficaram esperando a resposta do Goiás até domingo, e como o time esmeraldino não se pronunciou, agora é o jogador quem não quer vir mais.

Romerito no Goiás, cabeça no Sport

Do site pernambuco.com:

O meia Romerito esteve na Ilha do Retiro na manhã desta segunda-feira para se despedir dos jogadores e da comissão técnica do Sport. O atleta estava triste e bastante sério. Mesmo assim ainda conversou alguns minutos com o técnico Nelsinho Batista e prometeu fazer de tudo para voltar nem que seja para assistir à final do dia 11.

“Existe essa possibilidade. Vou conversar com a direção do Goiás para tentar vir aqui e ficar com os companheiros e quem sabe dar a volta olímpica também. Claro que respeitando o Corinthians, mas todos querem ser campeões da Copa do Brasil”, afirmou.

Sobre o sentimento daquela despedida, o artilheiro rubro-negro se dizia desolado. “Estou muito triste mesmo. Um dia de muita tristeza. Queria jogar pelo menos no dia 11. O presidente do Goiás me disse, na sala dele, que se o Sport fosse para a final me liberaria para jogar as últimas partidas, mas não fez isso. Confiei porque confio na palavra de um homem. A palavra para mim vale muito, mas infelizmente isso não aconteceu dos dois lados”, reclamou Romerito.

Sobre o futuro e a possibilidade de retornar ao Sport, Romerito se mostra descrente. “Agora é o momento de ter calma. Vou torcer muito pelo Sport, mas tenho que voltar ao trabalho no Goiás. Vou me esforçar lá da mesma forma que fiz aqui. Deixei a negociação com meu empresário, mas quero voltar nem que seja em janeiro. Gosto de jogar pelo Sport”, finalizou.

A diretoria do Goiás demonstra mais uma vez a sua inabilidade, transforma a volta de Romerito numa situação desagradável.

Cuca no peixe

Cuca é o novo técnico do Santos. O ex-treinador do Botafogo foi contratado até dezembro de 2009, quando termina o mandato da atual diretoria do clube, para assumir a vaga de Emerson Leão.

Cuca é um velho conhecido dos santistas. Em 1993, vestiu a camisa 10 do Peixe em 46 jogos, com 16 gols. No ano seguinte, foi emprestado para a Portuguesa e depois para o Remo. Seu contrato com o Peixe terminou em fevereiro de 1995.

Como jogador do Peixe, Cuca disputou três jogos pelo Torneio Rio-São Paulo (sem gols), 28 jogos pelo Paulistão (nove gols), nove jogos pelo Brasileirão (dois gols) e seis amistosos (cinco gols).

Cuca é um bom técnico, motivador, que consegue ter bom relacionamento em todos os setores.

Vai ter sucesso no peixe.

domingo, 1 de junho de 2008

Só um pontinho

Dos goianos só o Goiás pontuou no final de semana. O jogo foi ruim contra o Figueirense, mas o Goiás melhorou. A entrada do volante Pituca aumentou consideravelmente a produção do meio campo. Fernando, que não jogou nada contra o Ipatinga, foi muito bem ontem.

Já o Vila Nova não deu sorte contra o São Caetano. O time se comportou bem na marcação, mas deu bobeira no final, Marcel, lateral esquerdo, cometeu um penalti infantil no último minuto do jogo.

Bom resultado do Goiás.

Derrota normal do Vila.