Páginas

domingo, 11 de abril de 2010

Foi bom

Goiás e Atlético fizeram um bom jogo ontem. Superaram o gramado que está longe de ficar razoável, em alguns momentos jogadores chutavam o chão e subia poeira com brita lembrando os campeonatos de terrão.

O público foi excelente, mas de 23 mil pagantes, as duas torcidas apoiaram bastante e a beleza das arquibancadas fez com as visíveis falhas do gramado passassem despercebidas.

O Goleiro Harley foi o destaque do jogo, então já dá pra notar quem mandou na partida e criou as melhores chances.

Geninho e Jorginho, técnicos de Atlético e Goiás, não fizeram um bom trabalho. Com um bom trio de frente, com Fernandão, Felipe e Rafael Moura, Jorginho não conseguiu fazer que o seu time saísse da marcação do Atlético. Felipe foi razoável, Fernandão não jogou nada e o He-man foi o príncipe Adam. O Goiás não tem alternativas de jogadas ou seja: Está mal treinado.

Geninho demorou 65 minutos para notar que seu lateral direito, o sonolento Márcio Gabriel, não estava jogando nada, Wesley entrou e foi muito melhor. O Atlético vai para o seu terceiro jogo sem marcar gols. O time está aprendendo a defender, mas não toca mais a bola com a facilidade de antes e perdeu sensívelmente seu poder ofensivo. Mesmo assim, ainda cria mais oportunidades e ontem perdeu a chance de liquidar o Goiás se o seu técnico fosse mais corajoso.

Agora basta um empate ao Dragão, e essa é a tendência para o segundo jogo, sendo assim o Atlético é favorito para conquistar a vaga no próximo domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário