Páginas

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Foi ontem 02

A tão esperada reunião do conselho deliberativo do Vila Nova não mudou tanto as coisas conforme se esperava.

O presidente executivo, Maurilho Teixeira, se afastou do cargo, dando lugar a Sizenando Ferro, que havia deixado a presidência no início no ano, dizendo que não queria mexer com futebol tão cedo.

No Conselho Deliberativo, Carlos Alberto Barros, pediu licença, será substituído por Ronie Albert Soares e daqui a 60 dias ele volta e tudo continuará como antes.

Se dirigente, gastar fortunas do próprio bolso, ser vaiado, sofrer pressão, talvez não seja tão ruim assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário