Páginas

terça-feira, 4 de maio de 2010

Novela Fernandão

Fernandão ainda não foi negociado, pode ser a qualquer momento, ou não. O jogador é muito caro pela sua situação e pelo que ele não joga a algum tempo. Qualquer negócio que for feito será sensacional.

Sei que no futebol profissional, como qualquer outro ramo da vida, as coisas devem ser feitas mais com a razão do que com o coração. Mas nem tudo é negócio, a dignidade e o caráter tem que estar em primeiro plano, o dinheiro não pode fazer com que as pessoas mintam e procurem desculpas.

Fernandão aproveitou de um momento tenso no clube pra pedir pra sair, desacatou o presidente e disse que sem os Pinheiros ele estava fora. Dois dias depois Hailé reúne o conselho e diz que o Goiás está unido. E agora cara-pálida? E agora qual seria o motivo da saída de Fernandão?

Fernandão ofende tenta ofender a inteligência de uma torcida que o amava e que sentia nele um símbolo de fidelidade esmeraldina. Fernandão é aquele que dizia que jamais jogaria no rival, ele era um herói. Depois meteu o clube na justiça, criticou quem ele hoje defende e agora pede pra sair usando argumentos mais frágeis do que o seu futebol recente.

Fernandão chega ao ponto de declarar que torcerá para o São Paulo nesta terça-feira, contra o Universitario, pela Libertadores, já que ele depende da classificação do clube para ser inscrito nas quartas de final do campeonato.

Fernandão nas entrevistas se declara ainda magoado com o seu ex-clube, o Internacional, que não o teria procurado em seu retorno ao Brasil, e nem agora. Vai ver eles viram o que o Goiás não viu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário