Páginas

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Mano na seleção

 Luis Antônio Venker de Menezes, o Mano Menezes, técnico do Corinthinas, deve ser anunciado amanhã como novo técnico da seleção. Mano é Formado em Educação Física e Administração de Empresas. Nunca jogou bola profissionalmente, só em clubes amadores. Foi atacante, meia, volante e zagueiro, Cursou Educação Física e se tornou técnico paralelamente à sua carreira de jogador amador. A primeira oportunidade como treinador, foi em 1986 no SESI do Rio Grande do Sul. Depois, Mano foi técnico das categoriais do Guarani-RS, a base do Caxias e do Internacional de Porto Alegre. Também fez estágio no Cruzeiro em 1997, com Paulo Autuori. E ainda em 97 se tornou treinador profissional
no Guarani-RS. Conseguiu destaque por lá, vencendo o Campeonato Gaúcho de Futebol de 2002 e a seletiva para a Copa Sul-Minas nesse mesmo ano.
Depois, treina o Brasil de Pelotas e o Iraty, em 2002 e em 2003, respectivamente. Em 2003, volta ao Guarani e fica por poucos meses.
Em 2003, ganha notoriedade por sua boa campanha na Copa do Brasil de 2004, no comando do 15 de Novembro, chegando à semifinal e obtendo o 3º lugar. De 2004 à 2005, treina o Caxias.

Em abril de 2005, Mano Menezes foi contratado pelo Grêmio para ser o responsável por trazer o time novamente à Série A do Campeonato Brasileiro, pois o clube havia caído no ano anterior. A meta foi cumprida e pra completar em 2006 e 2007, Mano levou o Grêmio ao título do Campeonato Gaúcho. Ainda em 2006, classificou o Grêmio em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, obtendo assim, uma vaga para disputar a Copa Libertadores da América no ano de 2007 onde eliminou dois dos grandes clubes paulistas, o São Paulo, nas oitavas-de-final, e o Santos, na semifinal, chegando à final e perdendo para o Boca Juniors da Argentina.

Mano Menezes deixou o Grêmio no final de 2007. Após 169 jogos, obteve 89 vitórias, 35 empates e 45 derrotas, o que representa um aproveitamento de 59,56%. Foram 302 pontos conquistados de um total de 507.

No final de 2007, foi contratado para para dirigir o Corinthians, com a missão de levantar o clube que, com o rebaixamento pra a Série B, entrou na crise mais grave de toda a sua história.
No dia 28 de novembro de 2007, oficializou o final de seu vínculo com o Grêmio ao deixar de renovar seu contrato, dirigindo a equipe até 2 de dezembro de 2007, no último jogo do Campeonato Brasileiro, exatamente contra o que seria o seu próximo clube como treinador, o Corinthians, que naquele jogo foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Em 2008, disputando a Copa do Brasil, conseguiu levar a equipe paulista à final contra o Sport e ficou com o vice-campeonato.
Após a derrota na Copa do Brasil, o Corinthians desviou todas as suas atenções novamente à Série B. Em 8 de novembro de 2008, levou o time, em uma bela campanha, com apenas três derrotas, ao título do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2008 - Série B.
Em 3 de Maio de 2009, levou o Corinthians ao título do Campeonato Paulista, sendo campeão invicto.
Em 1º de julho de 2009, sagrou-se campeão da Copa do Brasil.

Uma carreira curta e de sucesso.

A melhor de todas as opções.

Mano sabe lidar com jovens e veteranos e iniciará uma nova fase na seleção Brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário