Páginas

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Complicado, difícil e lascado

A fase não está boa, isso passa, mas é necessária a mudança de algumas atitudes.

Nada de pensar que a arbitragem nos prejudica, que há um complô contra o futebol goiano ou que nós somos pobres e que aqui tudo é ruim. Sem complexo de inferioridade.

Já disputamos as primeiras posições, quase sempre estivemos na elite e agora temos dois times entre 20. Isso não é obra do acaso.

Não é atoa também que estamos nesta fase. Os nossos times fizeram por merecer.

Tá Complicado

O Goiás tem tradição, camisa, torcida e um baita técnico. Isso ajuda a ganhar jogos. O time é limitado mas é bem treinado. O maior problema está fora de campo. Os bastidores do Goiás são trairagens e as fofocas são incríveis. Os dirigentes não se entendem. Isso ajuda a perder jogos.
Tá complicado

Tá difícil

O Atlético tem um bom time, mas ainda tem cara de série B. Está se adaptando, batendo cabeça. Geninho desarrumou o time, Roberto Fernandes começou a consertar e foi "engolido" pela boleirada. Renê Simões é gente boa e respeitado. É maior que o time. Irão respeitá-lo. o Atlético melhora.

Tá lascado

O Vila Nova não aprende com os erros, os repete de uma forma irritante. Seus ex-dirigentes endinheirados gastaram de forma irresponsável e desordenada. Os dirigentes atuais tentam administrar o que restou. O Vila só pode sair do rebaixamento com o time que tem, não dá pra ser melhor, não há dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário