Páginas

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Luxemburgo é demitido por telefone

Luxa viveu dias melhores
Vanderlei Luxemburgo não é mais o técnico do Atlético-MG. Como antecipávamos, era perder e cair. Ele foi demitido após uma ligação do presidente Alexandre Kalil para o diretor de futebol Eduardo Maluf, ainda no vestiário do Engenhão, após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez por 5 a 1 para o Fluminense.

Vanderley prova, de forma amarga, a pior demissão da sua carreira. Ele nunca saiu de um time tão por baixo.

Luxemburgo, deixou o Galo na 18ª posição, afundado na zona de rebaixamento. No vestiário, mostrando humildade, reconheceu que seu trabalho não surtiu efeito.

Vanderlei Luxemburgo é ainda o mais vitorioso de todos técnicos da história do Brasileirão, tendo sido o único a conquistar cinco vezes o título nacional. Fora os estaduais, Copa do Brasil e etc.

Mas ultimamente vem acumulando derrotas. O seu discurso não empolga mais. Talvez esteja fragilizado por tantas polêmicas, pelo seu temperamento e comportamento de se achar o "inventor" do futebol.

Vanderley já esteve muito mascarado. Pisou em muita gente. Se achou acima do bem e do mal.

O próprio Vanderley admitiu rever conceitos. É trabalhador e inteligente, pode voltar a ser o Vanderley de antes.

Como já coloquei outras vezes aqui no blog: ""O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência" de Henry Ford.

Nenhum comentário:

Postar um comentário