Páginas

domingo, 7 de agosto de 2011

Análise de Goiás 1 x 1 Vila Nova

Poderia ter sido melhor
O Resultado foi o mais provável. Pelo jogo, o mais justo. Nem tão ruim e nem tão bom para o Goiás e o Vila Nova.

O Vila Nova dominou o jogo. Mas não adianta dominar e não chutar para o gol.

O Goiás foi mais objetivo. Levava mais perigo nas poucas vezes que chegou.

O Verdão poderia ter vencido se Iarley não tivesse perdido um pênalti.

O Tigrão venceria se Roni não tivesse acertado a trave.

Hélio dos Anjos ganhou o domínio da partida ao escalar 5 no meio campo. A falta de criatividade da meiuca do Goiás contribuiu.

O Vila Nova não tinha ataque. Roni mais uma vez foi mal, lento, disperso e sem faro de gol. Em vários lances do jogo Roni não acompanhava as jogadas de velocidade. Vitor Ferraz e Jorge Henrique no fundo... e? Cadê o Roni? O pior é que o torcedor ainda o aplaude.

O Goiás não foi tão bem quanto nos outros jogos. Alan Bahia e Iarley não fizeram uma boa partida. Faltava também jogadas pelo lado esquerdo.

13040, o público não foi o esperado. Ou foi?

Houve troca de tiros entre torcedores na ida para o Serra Dourada. Dois torcedores baleados. Menos mal que o estádio não viu grandes ocorrências.

O Goiás teve a sequência de quatro vitórias seguidas interrompida e ocupa a sexta colocação com 22 pontos. Já o Vila Nova perdeu a chance de encostar no G4 e fica na 14ª colocação, com 19 pontos.

Goiás e Vila Nova voltam a campo pela Série B já na próxima terça-feira. O Verdão enfrentará o São Caetano, às 21 horas, enquanto o Vila recebe o lanterna Duque de Caxias, no mesmo horário, no Serra Dourada.

Um comentário:

  1. Empate é o resultado ideal pra falta de brilhantismo de ambos.

    ResponderExcluir