Páginas

terça-feira, 2 de agosto de 2011

As verdades sobre os ingressos do clássico

Ontem à tarde aconteceu uma reunião na Federação Goiana de Futebol, para a definição dos preços dos ingressos para o clássico entre Goiás e Vila Nova, neste sábado, as 16h20.

Pelo regulamento a renda deve ser dividida e TODOS os detalhes devem ser decididos em comum acordo.

O mando de campo nesses casos de jogos na mesma cidade serve para a definição do estádio (ex. Campinas), sendo esse único (Goiânia), apenas define ao mandante o vestiário principal e o banco de reservas onde fica o bandeirinha.

Estiveram presentes na reunião o gestor de futebol do Goiás, Kleber Guerra e o superintendente administrativo, Marcelo Segurado, além do presidente da New Ville Sports, Sizenando Ferro, o presidente da FGF, André Pitta, e o diretor Geral da FGF, Leonídio dos Anjos.

Primeiro eles definiram os preços de R$30 para as arquibancadas, para as cadeiras R$60.

Depois os dirigentes do Goiás propuseram para que apenas os torcedores com a camisa do Goiás tivessem o direito de pagar meia-entrada. No clássico do Returno, onde o Vila Nova é o mandante, os preços seriam os mesmos, só que o torcedor colorado teria a facilidade da meia-entrada.

Sizenando de início relutou. Mas depois de muita insistência acabou cedendo.

Kláber e Segurado, olhando pelo lado do Goiás, já começaram na frente. Pensaram nos seus torcedores. Querem ganhar o jogo.

Sizenando, inocentemente, aceitou, mesmo com 3 pontos a menos, ter no clássico um ingresso mais caro para a sua torcida.

No segundo turno, a história pode ser totalmente diferente, o momento é de decisão e o Goiás se mostra mais atento aos detalhes.

Tudo ficou decidido de boca, mas nada foi assinado, até porque nenhum dos envolvidos na reunião poderia assinar, Hailé Pinheiro e Geso Oliveira deveriam homologar o acordo.

Por volta das 17:00 de ontem a notícia foi divulgada, veio a repercussão. Todos viram que Sizenando tinha feito bobagem. O resultado foi um recuo e o desacordo do acordo.

Então até esse momento 10:15, de terça, nada está definido.

A GRANDE NOVIDADE

Hoje às 14:00 na sede do Ministério Público haverá uma reunião para a definição se haverá ou não os clássicos de uma torcida só.

A Polícia Militar sugeriu, O Ministério Público ainda não se posicionou, O Goiás é a favor, o Vila não acha necessário e a FGF não deve opinar.

OPINIÃO

Se a PM, que faz a segurança, sugeriu. Quem vai assumir a responsabilidade de defender a participação das duas torcidas?

Logo acredito em 80% de possibilidades para que apenas uma torcida assista o jogo.

O resultado mais provável é a aprovação da medida de torcida única.

Com promoção do Goiás e estádio cheio. E no segundo turno o estádio será do Vila.

3 comentários:

  1. Se até a polícia está falando de ter só um time no estádio é porque eles sabem o tamanho do risco que se corre em juntar as duas torcidas. Mas como não é nenhum filho ou parente dos dirigentes que estão correndo risco, ainda se discute se vai liberar as torcidas ou não. Na minha opinião deveria ser um jogo FECHADO sem torcida nem de um lado, nem de outro. Sou Esmeraldina e vou torcer para meu time da minha casa, aliás meu apartamento fica nas proximidades do Serra e sei como é quando as torcidas (tanto de um, quanto de outro) passam por lá a caminho do estádio, as pessoas literalmente se escondem de medo. No último jogo do Goiás (meu time do coração) no Serra vi torcedor esmeraldino quebrar transporte público sem motivo nenhum, só por quebrar e nessa hora desisti de ir ao estádio.

    ResponderExcluir
  2. A polícia sugerir isso é fugir da sua responsabilidade de prestar segurança as duas torcidas.Bota a polícia pra trabalhar.

    ResponderExcluir
  3. Um paiol de bobagens isso sim. Primeiro limitar a meia entrada a apenas os torcedores de um time é ilegal. O direito à meia entrada é de todos independentemente de acordo entre as partes envolvidas. Segundo, essa asneira que a PMGO sugeriu de ser jogo de apenas uma torcida, onde já se viu isso? Isso pra mim é a PMGO assinando seu atestado de incompetência. Eles não sabem manter a ordem no estádio, saem por aí jogando bombas pra onde o nariz aponta a exemplo do último jogo.

    ResponderExcluir