Páginas

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Mais uma derrota de Jóbson

Durou pouco mais de três meses a passagem de Jóbson pelo Bahia. Nesta segunda-feira, em nota divulgada no seu site oficial, o clube anunciou o desligamento do atacante do elenco profissional de sua equipe.

De acordo com a nota, o desligamento dá-se "em virtude de uma série de falhas no cumprimento de regras e horários na rotina de treinamentos, concentrações, viagens e jogos, o que vinha causando constrangimentos a todo corpo de trabalho do clube".

O currículo do atacante tem uma série polêmicas. Em 2009, quando atuava pelo Botafogo, Jóbson foi pego no exame antidoping, que flagrou o uso de cocaína. Julgado em 2010, o atleta revelou ter usado crack, e foi suspenso por dois anos.

A pena, porém, foi reduzida para seis meses, fato que incomodou a Agência Mundial de Antidoping (Wada). Por isso, o caso foi reaberto, no começo de 2011, quando o jogador estava no Atlético-MG. Por isso, Jóbson foi até a Suíça para ser julgado, e espera o resultado, que está previsto para ser anunciado no início de setembro.

No Atlético/MG, o atleta jogou apenas cinco vezes, e marcou dois gols. Em março, Jóbson pediu para ser liberado pelo Atlético-MG, pois não se sentia feliz no clube, e gostaria de voltar ao Botafogo. O clube carioca, porém, não quis contar com o jogador em seu elenco, e decidiu emprestá-lo para o Bahia, em maio.

Jóbson já havia sido punido pelo técnico René Simões na partida diante do Santos, neste domingo. Após não cumprir o horário da apresentação dos jogadores para a partida com o Peixe, o atacante foi excluído da convocação para esta partida. O fato, inclusive, incomodou o treinador, que disse ser necessária uma medida forte para puni-lo.

Lamentável.

Torci pela recuperação dele.

Jobson precisa de tratamento.

Um comentário:

  1. É uma pena, apesar de tantas chances que lhe são dadas.

    OBRIGADO por relacionar nosso blogue aí ao lado. Um grande abraço!

    ResponderExcluir