Páginas

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Vila Nova perde, técnico sai e ex-presidente está de volta

Artur pediu para sair
O Bragantino não tomou conhecimento da crise enfrentara pelo Vila Nova e venceu por 2 a 1 no estádio Serra Dourada. Lincom e Otacílio Neto abriram vantagem para o time paulista, que cola no G4, com 39 pontos, a um da zona de classificação para a Série A. Já os goianos, que diminuíram com Roni, de pênalti, seguem na região de descenso, com 24 pontos e ocupa a 17ª posição.

Após a partida o treinador Artur Neto, em um discurso rápido, pediu demissão e deixou o comando técnico do Vila Nova. Não tinha mais clima, apesar de ser um grande treinador.

Independente do resultado a saída já estava acertada. Foram oito jogos, onde o Vila conquistou apenas uma vitória, um empate e seis derrotas.

O nome mais cotado para ser o substituto de Artur no comando técnico é o de Roberto Fernandes. O treinador já passou pelo Vila em 2005, passou pelo Atlético no ano passado e recentemente estava no Paysandu, disputando a Série C do Brasileirão.

A grande notícia do Vila no final da partida foi a confirmação da volta do ex-presidente Wilson Balzaqui. O conselheiro deve ocupar o cargo de diretor de futebol.

Os dirigentes não confirmam, mas a New Ville, empresa que terceirizou o futebol do Vila Nova, está de saída.

O Vila Nova já abre a 25.ª rodada, terça-feira, em Natal, diante do ABC. O Bragantino só volta a campo no outro sábado, dia 24, em casa, diante da líder Portuguesa.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 1X2 BRAGANTINO

Local: Serra Dourada, Goiânia
Data: 15/9/2011
Horário: 20h30
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Francisco Casimiro de Souza (TO) e Gilvan Cavalcante dos Santos (TO)
Gols: Lincom 2'/1°T  e  Otacílio Neto 26'/1°T (Bragantino); Roni 41'/2°T (Vila Nova)
Renda: R$ 9.941,00
Público: 1.015 pagantes

VILA NOVA: Michel Alves, Victor Ferraz, Henrique, Ben-Hur e Luzinho (Marquinhos); Jairo, David, Vitor Rossini (Roni) e David; Leandro Cearense (Bergson) e Jô. Técnico: Artur Neto.

BRAGANTINO: Gilvan, Astorga, Luis Carlos e Luís Henrique (Luís Felipe); Felipe, Éder, Mineiro, Romarinho e Otacílio Neto; Lincom e Léo Jaime. Técnico: Marcelo Veiga.

Um comentário:

  1. Realmente o problema do Vila Nova não são os técnicos que já deixaram o clube ou mesmo os jogadores, deve ter alguma urucubaca dentro do clube, pois até mesmo o Helio dos Anjos que é um treinador motivador não conseguiu alavancar o Vila. Qual é mesmo a solução para o Vila? ...a solução e uma incógnita. Eu como torcedor do Vila Nova, espero que ela seja encontrada logo é urgente. André Isac na sua opinião o que o Vila Nova tem que fazer para sair desta situação?
    Obrigado pelo espaço.

    ResponderExcluir