Páginas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O Campeão da regularidade

O domingo, 4 de dezembro de 2011, foi marcante.

A torcida do Corinthians viveu um dia de tristeza, apreensão e alegria. O torcedor fiel acordou com a notícia do falecimento de Sócrates, o mais talentoso de todos os jogadores que o Timão já teve, viram um jogo tenso contra o Palmeiras e terminaram o dia comemorando o Penta.

O título do Corinthians em 2011 se tornou inesquecível. Foi conquistado no dia em que Sócrates morreu

A campanha do Timão é incontestável, foram 21 vitórias, 27 rodadas na liderança e uma regularidade impressionante.

Ao longo do campeonato o Corinthians derrotou 17 dos 19 adversários, só faltou o Timão vencer dois de seus concorrentes históricos: Palmeiras e Santos.

O time, embora seja questionado vez ou outra, é eficiente em todas as posições. O goleiro Júlio César é bom, os laterais são eficientes, o Leandro Castán, Paulo André e o Chicão são baitas zagueiros, Ralf e Paulinho estão entre os melhores volantes do futebol brasileiro, o meia Danilo é um vencedor nato, tem 15 títulos em 11 anos de carreira, Emerson vem de três conquistas de brasileiros, Liédson é decisivo, sem contar o Alex, o Wiliam e outros.

Todos esses talentos aliados ao trabalho eficiente do técnico Tite. O treinador soube encaixar essas peças e fazer um time campeão.

Foi merecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário