sábado, 13 de agosto de 2011

Atlético/GO bate o Santos com Neymar e Ganso

Anselmo e Diogo Campos fizeram os gols
Contra os grandes é outra história. O Atlético-GO bateu o Santos, por 2 a 0, neste sábado no Serra Dourada pela 16ª rodada do Brasileirão.

Os gols da vitória foram marcados no segundo tempo por Anselmo e Diogo Campos. A torcida do Dragão chegou a gritar Olé.

Com a vitória o Atlético, ultrapassa o Peixe, e chega na 14ª colocação, com 16 pontos. O Santos fica na 15ª colocação, com 15 pontos conquistados e pode terminar a rodada na faixa do rebaixamento.

Quem comandou o time no banco de reservas foi o interino Jairo Santos. Hélio dos Anjos, novo treinador do Dragão, apenas observou, se apresenta na segunda e comanda o time na quinta-feira, contra o Flamengo, no Engenhão, às 21 horas.

No primeiro tempo o jogo foi de muita marcação. Neymar estava muito bem marcado, quando descuidaram e quase fez mas Agenor salvou em cima da linha.

O segundo tempo o Atlético voltou mais atrevido e mereceu chegar aos dois gols que garantiram a vitória.

No finalzinho, Neymar chegou a acertar uma bola na trave.

16ª rodada da Série B. "Barcelusa" continua impossível

A Portuguesa, na tarde deste sábado, foi até a Ilha do Retiro e acabou com a invencibilidade do Sport atuando em Recife.

Com três gols no segundo tempo, venceu por 3 a 2 e se distanciou ainda mais na liderança da competição.

A partida, com 22.043 pagantes, também quebrou o recorde de público nesta Série B.

Antes, o dono dessa marca era o Goiás, quando 21.754 pessoas acompanharam a vitória do Paraná, por 3 a 0, no Serra Dourada

A Portuguesa está mostrando que não é exagerado o apelido de "Barcelusa".

Não perde há sete jogos (seis vitórias e um empate). Tem o melhor ataque no geral (38 gols), em casa (22) e fora (16). 75% de aproveitamento, 36 pontos, 17 conquistados fora de casa. Ocupa a 1ª posição há sete rodadas seguidas. Nos últimos doze jogos ganhou dez, empatou um e perdeu um. Em dezesseis rodadas só perdeu duas partidas, para o ABC em casa e para o ASA em Arapiraca/AL.

O técnico da Lusa, ou, Barcelusa, é Jorginho. Ex-meia do Santos, que játreinou Palmeiras, Goiás e Ponte Preta.

O time base, que joga no 4-4-2, com três volantes, é: Weverton; Luis Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro;
Ferdinando, Henrique, Boquita e Marco Antônio; Ananias e Edno.

Edno, que não conseguiu jogar no Corinthians, é o artilheiro do time com oito gols.

Bode expiatório

A derrota para a Portuguesa, em plena Ilha do Retiro, fez uma vítima. O  preparador de goleiros, Batista, foi demitido logo após a partida.

Técnico demitido

Outra vítima na rodada, foi Toninho Cecílio, Técnico do Americana, demitido do depois da derrota para o Vitória, por 5 a 2, ontem (sexta) em Salvador. O Americana não vencia há 6 jogos(cinco derrotas e um empate).

Resultados da 16.ª rodada:

Terça-feira
São Caetano 2 x 1 Goiás
Vila Nova 1 x 1 Duque de Caxias

Sexta-feira
Icasa 1 x 1 Guarani
Vitória 5 x 2 Americana
ASA 2 x 1 Boa Esporte

Sábado
Sport 2 x 3 Portuguesa
Ponte Preta 3 x 0 Criciúma
Bragantino 5 x 3 Salgueiro
Grêmio Barueri 0 x 0 Náutico

21 horas
Paraná x ABC

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Série B: os três jogos da noite de sexta

Vica: 3 anos como técnico do ASA
ASA 2 x 1 BOA - Em Arapiraca, já são sete vitórias do ASA em oito jogos. Está em 5º. Se ganhar uns pontinhos fora, o melhor mandante da Série B, vai dar trabalho.

O Boa Esporte agora está na 11ª posição, com 22 pontos ganhos.

Vitória 5 x 2 Americana - Segunda vitória de Vágner Benazzi no comando do Rubro-Negro. O Vitória está chegando.

o Vitória chega aos 23 pontos e assume a sexta colocação. O Americana, em queda livre, não ganha de ninguém há seis jogos, já é 12º com 21 pontos.

Icasa 1 x 1 Guarani - Era o placar esperado. Empate ruim para os dois.

O Guarani que chegou ao quarto jogo sem derrota (três vitórias e um empate), está com 19 pontos, na 15ª colocação. Enquanto, o Icasa, que não perde há três jogos (dois empates e uma vitória), chegou aos 18, em 18°.

Palpites (previsões da rodada) e Cartola escalado

Acontece nesse final de semana mais uma rodada do Brasileirão, a 16ª. Neste sábado o Campeonato Brasileiro pode ter um novo líder. Para isto, basta que o São Paulo derrote o Atlético-PR, neste sábado.

A competição está muito equilibrada.

Vamos lá com as previsões:

São Paulo e Atlético/PR - Vai dar empate.

O Atlético/GO vai empatar com o Santos.

O Cruzeiro vencerá o Avaí.

O Botafogo vencerá o América/MG.

O Corinthians vencerá o Ceará.

O Vasco vencerá o Palmeiras denovo.

O Figueirense vai ganhar do Flamengo domingo.

O Coritiba vai vencer o Atlético Mineiro.

O Grêmio vencerá o Fluminense.

O Bahia vai perder em casa para o Internacional.

Cartola escalado:

UCG TV vai a campo com: Muriel, Pará, Vítor, Naldo, Léo, Paulo Henrique Ganso, Willians, Marcelo Mattos, Elkeson, Leandro Damião, Liedson. Técnico: Caio Júnior.

Hélio dos Anjos no Atlético/GO

Hélio é do Dragão
Por essa eu não esperava.

Os envolvidos ainda negam. Mas já está tudo acertado: Hélio dos Anjos é o novo técnico do Atlético.

Depois de ter passado por Vila Nova e Goiás, Hélio vai comandar o Dragão pela primeira vez.

O novo treinador rubro-negro estará no Serra Dourada, no sábado, para acompanhar a partida contra o Santos.

Foi uma boa contratação?

Só o tempo dirá.

Hélio não deu certo no Vila. Mas isso não significa que não dará certo no Atlético.

É vida nova, uma motivação diferente. A oportunidade de Hélio voltar a ser técnico de série A.

Que ele tenha aprendido com os erros dos últimos times que passou (Vila, Sport e Goiás).

Boa sorte ao Hélio e ao Atlético.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Vila contrata técnico e dispensa três jogadores

Artur está de volta
A diretoria do Vila Nova agiu rápido e acertou em cheio.

Em menos de 24 horas do desligamento de Hélio dos Anjos, a New Ville Sports, empresa que cuida do futebol do Vila Nova, acertou a contratação de Artur Neto para a sequencia do Campeonato Brasileiro da Série B.

Artur Neto dirigiu o Vila Nova em 2007, quando o time conseguiu o acesso para a Série B, do Campeonato Brasileiro. O treinador também já comandou o Atlético, que chegou a primeira divisão sob seu comando em 2009. No Goiás, onde também trabalhou, o maior feito foi colocar o time alviverde na final da Copa Sul Americana de 2010. O novo comandante do Vila Nova, foi eleito o melhor treinador do Campeonato Goiano de 2006 e 2007.

Artur gosta de time ofensivo. Vai encaixar bem no Vila. Excelente contratação.

E para completar, os jogadores Jorge Henrique, Juninho e Betinho foram dispensados do Vila Nova.

Irão treinar à parte.

As justificativas são técnicas e disciplinares.

Só justifica mesmo se for disciplinar. O Roni não faz gol e o Betinho é dispensado.

Ceará, Flamengo e Botafogo estreiam com vitória na Sul-Americana

Ceará 2 x 1 São Paulo - Foi no sufoco, de virada. O Ceará venceu com um gol no último minuto do jogo.

Com a vantagem, o Ceará vai para o jogo de volta precisando de um simples empate para chegar à próxima fase da competição. A partida será disputado no Morumbi, em São Paulo, no dia 24 de agosto.

O adversário do classificado neste confronto será conhecido apenas no dia 20 de setembro. La Equidad-EQU e Juan Aurich-PER se enfrentam e quem classificar joga para encarar o Libertad-PAR. Depois disso que sairá o adversário do classificado.

Flamengo 1 x 0 Atlético-PR - Ronaldinho Gaúcho, que estava no banco de reservas, marcou de pênalti, e garantiu a vitória para o time carioca.

Agora, no jogo de volta, no próximo dia 27, o Flamengo pode até empatar na Arena da Baixada, em Curitiba, que mesmo assim seguirá vivo na competição. Quem passar deste confronto irá enfrentar o vencedor de Universidad de Chile-CHI ou Fenix-URU e Nacional-URU.

Atlético-MG 1 x 2 Botafogo - Cuca estreou com derrota em casa (Ipatinga). Agora, o Botafogo, pode até perder por um gol de diferença dentro de casa, no jogo de volta, que avançará.

O segundo jogo acontece no próximo dia 23 no Estádio do Engenhão e o Atlético-MG, de Cuca, só avança com uma vitória com dois gols de diferença. Quem avançar deste confronto pega Universidad César Vellejo-URU ou Santa Fé-COL e Deportivo Cali-COL.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Hélio cai. Artur ou Adhemir pode assumir o Vila

Artur está bem cotado
Confirmado: Hélio dos Anjos pediu demissão e não é mais técnico do Vila Nova.

Infelizmente não deu certo.

Acredito que o maior erro de Hélio no Vila foi ter saído no início para o Sport.

O 2º maior erro foi ter voltado. Retornou derrotado. Não era o momento. Não tinha o mesmo impacto da sua chegada em Dezembro.

Ter saído agora foi um acerto.

Adhemir Fonseca e Artur Neto agora são os mais cotados.

Os dois são bons mas o Artur é melhor.

Sem perder pênalti Brasil é derrotado para a Alemanha

Neymar fez a sua parte
A pressão do técnico Mano Menezes aumentou.

Teve até olé na vitória da Alemanha sobre o Brasil por 3 a 2.

Na escalação inicial Mano inventou Fernandinho (volante) no lugar de Ganso. Ao mudar o esquema é uma prova que ele está perdido no comando da Seleção.

Será que ele tem argumentos para reverter essa situação?

Estou duvidando.

A CBF já pode avaliar essa questão.

Mano já está virando um treinador mais cabeça dura do que Dunga.

Insiste em André Santos e Fred. Esquece de Marcelo e Damião.

Ah... E teve uma evolução: Não perderam pênalti.

ALEMANHA 3 x BRASIL 2

Local: Mercedes Benz Arena, em Stuttgart
Data: 10/08/2011, às 15h45
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)

Alemanha: Neuer; Christian Träsch , Hummels, Badstuber e Lahm; Schweinsteiger (Rolfes), Kroos, Götze (Cacau) e Müller; Podolski (Klose) e Gómez (Schürrle). Técnico: Joachim Löw

Brasil: Julio César, Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos (Luiz Gustavo); Ralf, Ramires e Fernandinho (Ganso); Robinho (Renato Augusto), Neymar e Alexandre Pato (Fred). Técnico: Mano Menezes

Gols: Schweinsteiger, aos 14 do segundo tempo; Götze, aos 21 do segundo tempo; Robinho, aos 26 do segundo tempo; Schürrle, aos 34 do segundo tempo; Neymar, aos 47 do segundo tempo

Começa hoje a Copa Sul-Americana

Começa hoje a Copa Sul-Americana 2011.

A Sul-Americana é como uma série B da Libertadores.

Entram nessa competição os times do Brasileirão que não conquistaram vaga na Libertadores ou aqueles que fizeram campanhas ruins e não caíram.

Muitos comemoram. Depois muitos lamentam.

Na primeira fase, nos confrontos brasileiros, o São Paulo enfrenta o Ceará e o Atlético-MG recebe o Botafogo, o Flamengo terá pela frente o Atlético-PR. Amanhã tem Vasco e Palmeiras.

O problema é que a Sul-Americana pode desviar a atenção desses times no Campeonato Brasileiro.
Para o Vasco, que já tem vaga na Libertadores do ano que vem, a Sul-Americana  não vale muita coisa.

Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Botafogo lutam pelo G4 do Brasileirão. Dividir atenções em duas competições pode prejudicar essa disputa. Ao mesmo tempo a Sul-Americana pode ser um caminho mais curto para a tão sonhada Libertadores.

Atlético/MG, Ceará  e Atlético/PR disputam rebaixamento. É bom pensar nas prioridades.

Empate com o lanterna. O último jogo de Hélio dos Anjos

No Vila não deu certo
Hélio dos Anjos escalou mal o Vila Nova. Usou contra o Duque de Caxias, o lanterna do campeonato, a mesma estratégia do jogo contra o Goiás.

Um atacante lento (Roni) contra três zagueiros do Duque de Caxias.

Cinco no meio contra cinco do Duque. Bastou ao lanterninha marcar com inteligência.

Não tinha como dar certo.

O pior foi ter tomado o gol no início. Aos três minutos, Túlio Souza chutou de longe, o goleiro Michel Alves soltou a bola para o meio da área e o centroavante Gilcimar empurrou para dentro do gol.

Então o Duque seguiu jogando no contra-ataque e esteve por pouco não fez mais.

O Vila Nova, assim como no clássico, tinha mais posse de bola e nada de poder ofensivo.

Hélio tirou Ricardinho (sempre sobra pra ele) e colocou Betinho. Aí eram dois atacantes sem velocidade.

No intervalo o treinador tirou Roni e Jairo. David e Wando entraram.

Mesmo assim não melhorou. O Duque perdeu várias chances e tomou o castigo. O Vila Nova conseguiu empatar aos 35 minutos. Após cobrança de falta na área do Duque de Caxias, a bola sobrou para Augusto, que marcou de cabeça. Terminou 1 a 1.

Hélio dos Anjos foi chamado de burro. Disse que burro não é. Afirmou que está insatisfeito.

A entrevista foi em tom de despedida.

"Quando não estou satisfeito, não meço consequências" foi uma das suas frases.

Não confirmou sua saída. Mas antecipo: Hélio não continua.

Vai entrar em acordo pra sair.

Infelizmente não deu certo. Continuar seria um erro do Vila e do próprio Hélio.

No dia 27 de Julho já comentava que ele não tinha mais clima para continuar: Comentário dia 27/07

Na próxima terça-feira, o Duque de Caxias receberá o ASA, no Estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda-RJ, às 19h30, em jogo válido pela 17ª rodada. O Vila Nova volta a campo diante da Portuguesa, no Estádio do Canindé, em são Paulo, também na terça-feira, a partir das 19h30.

Goiás perde de virada

Azulão mereceu
Foi um resultado normal.

Apesar de estar numa situação difícil no campeonato O São Caetano não é o "bobinho da lobrina". A vitória foi merecida

Deve ser levado em conta que o Goiás conquistou 13 pontos em 18 possíveis nas últimas seis rodadas. O time ainda está em recuperação.

Poderia ter vencido? Claro que poderia. Fechou o 1º tempo com 1 a 0.

A primeira parte do jogo o Azulão teve maior posse de bola. O Goiás as melhores oportunidades e o gol marcado por Iarley.

No segundo tempo o Goiás foi medroso, recuado, deu espaços e tomou a virada. Os dois gols do Azulão foram marcados por Geovane que entrou na etapa final.

Márcio Goiano tem a sua parcela de culpa. À ele cabe a missão de manter o time equlibrado.

O pior foi ouvir do técnico esmeraldino que um dos problemas é a lateral-esquerda. Nominar e apontar culpados não é bom para um comandante. O técnico tem que resolver as situações.

Se ele sentia o problema por que não escalou o Andrezinho? Ora bolas!

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira. O São Caetano enfrenta o Náutico, no Estádio dos Aflitos, em Recife, às 21 horas. No mesmo horário, o Goiás recebe o Bragantino, no Estádio Serra Dourada.

Sport vence o "Clássico dos Clássicos"

Marcelinho fez a diferença
No "Clássico dos Clássicos" o Rubro-negro levou a melhor.

A vitória por 2 a 0, com gols de Marcelinho Paraíba e Maylson, o Sport ganhou oito posições, ocupando agora a quinta colocação com 23 pontos

O Náutico, por sua vez, se manteve com 26 pontos, na terceira colocação.

O Sport dominou o jogo. Marcelinho Paraíba fez o 1º gol e deu o passe para Maylson fazer o gol da vitória.

Sport e Náutico voltam a jogar neste sábado, pela 16ª rodada. O Rubro-negro recebe a Portuguesa, às 16h20, novamente na Ilha do Retiro, enquanto o Timbu vai até o Grêmio Barueri, fora de casa, no mesmo horário.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Azulão desfalcado recebe o Goiás

Márcio conhece o Azulão
Hoje o Goiás jogará em São Caetano do Sul, no ABC paulista, contra o São Caetano.

O técnico Márcio Goiano, enfrentará o time que comandou no início da Série B antes de se transferir para o Goiás.

O Azulão não vence há quatro partidas e na última rodada perdeu para o Guarani pot 1 a 0, caindo para o 18ª lugar, com 16 pontos.

Mais uma vez o Goiás contará com a sorte de encarar um adversário desfalcado. O São Caetano não terá cinco jogadores. O zagueiro Domingos, o volante Ricardo Conceição e o lateral-direito Artur, cumprem suspensão. Já o goleiro Luiz e o atacante Fernandes foram vetados pelo departamento médico.

A novidade deve aparecer na lateral-direita. Elder Granja, vindo do vasco, deve estrear.

Márcio Goiano não contará apenas com o zagueiro Rafael Tolói, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. Marcão vai para a zaga e Andrezinho entra na lateral-esquerda.

O Goiás, mais tranquilo no campeonato, deve se aproveitar do desespero do São Caetano e deve vencer o jogo.

Vila enfrenta o lanterna

É vencer ou vencer
Hoje o Vila Nova vai encarar o lanterna Duque de Caxias, que continua sem saber o que é vencer na Série B.

O jogo será no Serra Dourada, em Goiânia, às 21 horas.

Hélio dos Anjos manterá o esquema 4-5-1 utilizado no clássico contra o Goiás.

Ele vai repetir o time amparado por uma "suposta" boa atuação contra o Goiás.

Digo "suposta" por que não vi evolução no Vila. Dominar jogos, ter posse de bola e não fazer gols tem sido a história do time na Série B.

O problema do Vila Nova é o ataque. Deve até ganhar hoje. Mas, colocar um atacante lento no meio de três zagueiros do Duque, não é inteligente.

É bom lembrar que o Duque, que sofreu 35 gols, tem a pior defesa disparada da Série B.

No time carioca a novidade será a estreia do técnico Paulo Campos, que comandou o Resende no Carioca 2011.

O atacante Somália, principal jogador e artilheiro da equipe na Série B com sete gols, está fora, foi negociado com o Figueirense por empréstimo até o final do ano.

Sport X Náutico, o Clássico dos Clássicos

Clássico dos Clássicos
Nesta terça-feira acontece em Recife um jogos mais tradicionais do futebol Brasileiro.

É bom pesquisar e ver que o nosso país oferece, em todos os cantos, alguns confrontos cercados de rivalidade, paixão e tradições.

Clássico dos Clássicos é o nome pelo qual é conhecido o jogo entre o Clube Náutico Capibaribe e o Sport Club do Recife. Terceiro clássico mais antigo do Brasil, atrás somente do Clássico Vovô, do Rio de Janeiro, e do Grenal, de Porto Alegre.

Um confronto de mais de 100 anos, 501 jogos, várias decisões e duas grandes torcidas. É pra lá de especial.

E agora, pela quinta vez em 2011, Sport e Náutico irão se enfrentar. O jogo será às 21 horas, na Ilha do Retiro, na capital pernambucana.

Neste ano quem leva vantagem nos confrontos é o Náutico. Em quatro partidas pelo Campeonato Pernambucano foram duas vitórias, um empate e uma derrota.

O Náutico está fazendo bonito na Série B, é o terceiro colocado, com 26 pontos. o Sport vem deixando a desejar, ocupa a 13ª posição, com 20 pontos.

No Sport o técnico Mazola Júnior, bastante cobrado e pressionado, deve escalar o atacante Júnior Viçosa, ex-Grêmio, como titular.

No Náutico os dois principais jogadores do time são dúvidas. O meia Eduardo Ramos e o atacante Kiesa, contundidos, podem não jogar.

Vai ser um jogão.

Por ser na Ilha do Retiro, meu palpite é que vai dar Sport.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Galo Mineiro: o problema não está nos técnicos

Cuca assume o Atlético/MG
Contratações de peso, bons salários, estrutura de 1º mundo, grande torcida, imprensa forte e grandes patrocinadores.

O que falta para o Atlético Mineiro decolar?

Depois de Celso Roth e Vanderlei Luxemburgo, a máquina de triturar técnicos agora queimou o filme de Dorival Júnior.

Mais um grande treinador não deu conta do Galo.

Dorival Júnior chegou ao Atlético-MG no fim de setembro do ano passado, para substituir Vanderlei Luxemburgo, atual treinador do Flamengo. Naquele momento, faltavam 14 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, e o Galo estava na zona de rebaixamento. Com um aproveitamento de 57% dos pontos, Dorival teve sete vitórias, três empates e quatro derrotas, números que livraram o time da degola e ainda garantiram uma vaga na Copa Sul-Americana de 2011.

Neste ano, o Galo de Dorival foi eliminado na Copa do Brasil pelo Grêmio Prudente (atual Grêmio Barueri) e perdeu a final do Mineiro para o rival Cruzeiro. No Brasileirão, é o 13º colocado, após 15 rodadas. No total, Dorival Júnior comandou o Atlético-MG em 50 jogos, com 25 vitórias, dez empates e 15 derrotas – um aproveitamento de também 57%.

Dorival agora deve ir para o Internacional.

E no Galo, para o lugar de Dorival Júnior, foi anunciado o paranaense Alexi Stival, o Cuca, que estava sem clube, desde que deixou o Cruzeiro, em junho passado.

O problema do Atlético Mineiro é contratar demais e sem critério. Se não tiver um planejamento à longo prazo Cuca será o próximo da estatística.

Balanço da rodada

Givanildo foi a motivação do América
Um novo líder, a goleada do lanterna e o sacode que o Vasco levou foram os destaques da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A apertada vitória do Flamengo, por 1 a 0, sábado, sobre o Coritiba, foi importante. O único invicto da competição agora é líder. Pelo menos até quarta-feira quando o Corinthians realizará contra o Santos o jogo que tem a menos.

E será mesmo só até quarta. Já que o Corinthians é favorito contra o Santos.

O Vasco da Gama, que achou que estava podendo, perdeu o clássico para o Botafogo, por 4 a 0, no Engenhão. Mesmo assim, o Vasco é quarto colocado, com 27 pontos, seguido pelo Palmeiras com 27 pontos e pelo Botafogo, com 25.

Apesar do tropeço o Vasco é candidato ao título.

A Zebrona da rodada foi o América/MG. Na estréia de Givanildo Oliveira, o Coelho venceu o Fluminense, por 3 a 0, em Sete Lagoas.

Essa motivação é só no início, depois volta ao normal.

15ª rodada:

Sábado

Palmeiras 0 x 0 Grêmio
Flamengo 1 x 0 Coritiba
Atlético-MG 1 x 2 Figueirense

Domingo

Atlético-PR 1 x 1 Corinthians
Santos 1 x 0 Ceará
Internacional 3 x 2 Cruzeiro
América-MG 3 x 0 Fluminense
Avaí 1 x 2 São Paulo
Bahia 2 x 1 Atlético-GO
Botafogo 4 x 0 Vasco da Gama

domingo, 7 de agosto de 2011

Análise de Goiás 1 x 1 Vila Nova

Poderia ter sido melhor
O Resultado foi o mais provável. Pelo jogo, o mais justo. Nem tão ruim e nem tão bom para o Goiás e o Vila Nova.

O Vila Nova dominou o jogo. Mas não adianta dominar e não chutar para o gol.

O Goiás foi mais objetivo. Levava mais perigo nas poucas vezes que chegou.

O Verdão poderia ter vencido se Iarley não tivesse perdido um pênalti.

O Tigrão venceria se Roni não tivesse acertado a trave.

Hélio dos Anjos ganhou o domínio da partida ao escalar 5 no meio campo. A falta de criatividade da meiuca do Goiás contribuiu.

O Vila Nova não tinha ataque. Roni mais uma vez foi mal, lento, disperso e sem faro de gol. Em vários lances do jogo Roni não acompanhava as jogadas de velocidade. Vitor Ferraz e Jorge Henrique no fundo... e? Cadê o Roni? O pior é que o torcedor ainda o aplaude.

O Goiás não foi tão bem quanto nos outros jogos. Alan Bahia e Iarley não fizeram uma boa partida. Faltava também jogadas pelo lado esquerdo.

13040, o público não foi o esperado. Ou foi?

Houve troca de tiros entre torcedores na ida para o Serra Dourada. Dois torcedores baleados. Menos mal que o estádio não viu grandes ocorrências.

O Goiás teve a sequência de quatro vitórias seguidas interrompida e ocupa a sexta colocação com 22 pontos. Já o Vila Nova perdeu a chance de encostar no G4 e fica na 14ª colocação, com 19 pontos.

Goiás e Vila Nova voltam a campo pela Série B já na próxima terça-feira. O Verdão enfrentará o São Caetano, às 21 horas, enquanto o Vila recebe o lanterna Duque de Caxias, no mesmo horário, no Serra Dourada.