sábado, 10 de setembro de 2011

Goiás: Mais um ano na Série B

A vaca foi pro brejo
É triste falar isso. Mas é a realidade.

O Goiás não sobe.

Pelas projeções atuais, baseando no Americana, o 4º colocado, que tem 37 pontos, oito a mais que o Goiás, e 56,1% de aproveitamento, para terminar no G4 um time precisará de aproximadamente 64 pontos.

O Verdão tem 29 pontos e mais 48 em disputa.

O time precisará, nos próximos 16 jogos, de mais 35 pontos. O que seriam onze vitórias e dois empates. Cerca de 73% de aproveitamento.

Matematicamente é possível. Tecnicamente não.

Em 22 rodadas o time jamais esteve no G4.

O Goiás tem 43% de aproveitamento dos pontos, com 11 derrotas, é o 3º entre os que mais perderam. Tem a 4ª pior defesa do campeonato. O 4º pior desempenho fora de casa.

O time é limitado. O técnico, embora trabalhador, não é de ponta. Os dirigentes administram de longe.

Reflexo de uma administração amadora e arcaica, de um planejamento mal feito, que procurou mais no decorrer dos anos denegrir ex-dirigentes, do que repetir e aproveitar o que foi feito de bom até 2006.

Os Pinheiros cumprem o que prometeram. Fizeram tudo ao contrário de Raimundo Queiroz.

Jogos restantes do Goiás.


Goiás x ABC
Paraná x Goiás
Goiás x Salgueiro
Portuguesa x Goiás
Boa x Goiás
Goiás x Ponte Preta
Goiás x Criciúma
Vitória x Goiás
Goiás x Americana
Sport x Goiás
Goiás x Duque de Caxias
Vila Nova x Goiás
Goiás x São Caetano
Bragantino x Goiás
Goiás x Icasa
Guarani x Goiás

Vila perde em casa e volta à faixa do rebaixamento

Esse Tigre já foi mais disposto
Vai ficando cada vez mais complicada a situação do Vila Nova na Série B. Mais uma derrota, em casa, para o Boa Esporte, por 2 a 1.

O Tigrão está de volta à zona de rebaixamento com 24 pontos. Já a equipe de Varginha foi a 32 e ainda mantém esperanças de chegar ao G-4 da competição.

Conseguindo superar a sua ruindade, o Vila Nova foi ridículo no primeiro tempo. Aos 21 minutos já estava 2 a 0 para os visitantes.

No final da primeira etapa David fez o único gol do Vila no jogo.

No segundo tempo, o Boa se fechou. O Vila Nova partiu para cima sem muita inspiração.

A situação é delicada. No segundo turno o Vila só ganhou um ponto em três jogos, o mesmo que o Goiás. Pior que os Goianos só o Duque que não pontuou nesse returno.

O Tigrão está com cara, jeito e andado de time que vai cair.

A coisa por lá está bagunçada. Só uma grande sacudida pode salvar o tigrão.

Todos os jogos da próxima rodada da Série B, a 23ª, serão realizados na próxima terça-feira, às 20h30. O Vila Nova enfrenta o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, enquanto o Boa Esporte recebe o Guarani, no Estádio do Melão, em Vaginha.

Talvez Artur Neto nem embarque. O técnico colorado pode pedir demissão.

Detalhe: O Criciúma só perdeu uma partida em casa nesse campeonato.

Ficha técnica
VILA NOVA 1 X 2 BOA ESPORTE

Local: Serra Dourada, Goiânia. Data: 10/9/2011. Horário: 16h20
Árbitro: Fábio Filipus (PR)
Assistentes: José Carlos Dias Passos (PR) e Amílton Pontarolo (PR)
GOLS:  Jheimy 15'/1ºT e Carlos César 21'/2ºT (Boa); David 44'/1ºT (Vila)
Renda: R$ 27.923,00. Público: 4.085 pagantes

VILA NOVA: Michel Alves, Luizinho, Augusto, Bem-Hur e Marquinhos; Jairo, Vítor Rossini (Ricardinho), David e Davi Ceará (Jô); Bergson (Wando) e Leandro Cearense. Técnico: Artur Neto.

BOA ESPORTE: Luiz Fernando, Carlos César, Thiago Carvalho (Marcelinho), Cassiano e Marinho Donizete; Claudinei, Moisés (Higo), Carlos Magno e Ramon (Waldson); Moisés e Jheimy. Técnico: Nedo Xavier.

Previsões da 23ª rodada e Cartola escalado

Na rodada passada acertei oito dos dez jogos.

Nessa, confesso que está mais difícil.

Palpites da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Sábado
18 horas
Santos x Cruzeiro - Peixe melhorou não perde há 4 jogos. Dá Santos.
América-MG x Avaí - Ano que vem eles estarão na Série B. Dá América.

Domingo
16 horas
Palmeiras x Internacional - Equilíbrio. Dá empate.
Fluminense x Corinthians - Jogo difícil. Empate.
Ceará x Atlético-GO - Empate nesse também.
Coritiba x Botafogo - Coritiba.
Figueirense x Vasco - Empate.

18 horas
Flamengo x Atlético-PR - Flamengo.
Grêmio x São Paulo - Grêmio.
Atlético-MG x Bahia - Atlético.

UCG TV vai a campo com: Renan Ribeiro, Léo Moura, Réver, Erivélton e Junior Cesar; Bida, Elkeson e Ronaldinho Gaúcho; Neymar, Leandro Damião e André Dias. Técnico: Cuca.

Goiás empata com o ASA

Em jogo válido pela 22ª rodada da Série B, o ASA e Goiás empataram em 1 a 1. O resultado não foi bom para nenhum dos dois, que seguem com o sinal de alerta ligado.

No primeiro tempo só deu ASA. Harlei fez três defesas que salvaram o time.

Na etapa final o Goiás voltou melhor. Aos sete, Diniz recebeu em profundidade, deixou Fabinho Romão no chão e tocou no canto. 1 a 0.

Aos 36 minutos, o ASA chegou ao empate. Niel cruza na área do Goiás, Harlei dá rebote e Didira completou para as redes. 1 a 1.

O Goiás foi inconstante como sempre.

Goiás e ASA somam 29 pontos, ocupando a 10ª e 13ª colocações respectivamente.

Na próxima rodada, o Goiás enfrentará o ABC, no Serra Dourada, terça-feira, ás 20h30, para este confronto o treinador Ademir Fonseca não poderá contar com o zagueiro Rafael Toloi e o volante Amaral suspenso pelo terceiro cartão amarelo e o atacante Wellington que cumprirá suspensão pela expulsão contra o ASA.

No mesmo dia e horário o time alagoano encara o Sport na Ilha do Retiro, em Recife.

A pressão do

FICHA TÉCNICA
ASA 1 X 1 GOIÁS

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca. Data: 09/09/2011. Horário: 20h30
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA). Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)
Cartões vermelhos: Wellington (GOIÁS)
GOLS: Didira 36'/2ºT (ASA); Diniz, 7'/2ºT (GOIÁS)
Renda: R$ 39.040,00. Público: 3.716 Pagantes

ASA: Gilson,  Emerson (Reinaldo Alagoano), Thiago Alves e Toninho; Sérgio Bueno (Niel), Fabinho Romão, Didira, Franscismar, Raul (Vitinho) e Chiquinho Baiano; Alexsandro. Técnico: Vica.

GOIÁS: Harlei; Douglas, Ernando, Rafael Toloi e Andrezinho (Oziel) ; Amaral, Carlos Alberto (Marcinho Guerreiro), Alan Bahia e Diniz; Felipe Amorim e Iarley (Wellington). Técnico: Ademir Fonseca.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Declarações de Raimundo Queiroz

Apenas algumas partes da entrevista que vai ao ar domingo 13 horas na UCG/TV:

Atlético empata em casa com o Figueirense

Atlético-GO e Figueirense empataram em 1 a 1, na noite desta quarta-feira, no Serra Dourada. Wellington Nem abriu o placar para os catarinenses, enquanto o volante Agenor deixou tudo igual para os goianos.

O jogo foi muito equilibrado. O empate foi justo.

No Atlético, o argumento para não ter conseguido a vitória foi o desgaste pela sequência de jogos.

Com o resultado, o Dragão é o 11º, com 29 pontos. O Alvinegro é o nono colocado, com 30 pontos. 

O Figueirense abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo. Em jogada pela direita, Somália recebeu e adiantou para Bruno, que cruzou rasteiro para Wellington Nem apenas empurrar para o gol.

Porém, a festa alvinegra não durou muito. Pouco tempo depois, Bida cobrou falta, que iria diretamente para o fundo da rede de Wilson. Mas Agenor subiu e, de cabeça, desviou, garantindo seu segundo gol no campeonato.

Pela 23ª rodada do Brasileirão, o Atlético-GO volta a campo no próximo domingo, diante do Ceará, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, às 16 horas. No mesmo horáio, o Figueirense recebe o Vasco no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-GO 1X1 FIGUEIRENSE

Local: Serra Dourada, em Goiânia. Data: 07/09/2011
Horário: 21h50
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES). Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Ricardo Maciel Linhares (ES)
GOLS: Wellington Nem, 10'/1T (Figueirense); Agenor, 14'/1T (Atlético-GO)
Renda: R$ 38.395,00. Público: 2.514 pagantes

ATLÉTICO-GO: Márcio, Rafael Cruz, Gilson (Leonardo), Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida, Vítor Júnior (Diogo Campos); Juninho e Anselmo (Marcão). Técnico: Hélio dos Anjos.

FIGUEIRENSE: Wilson, Bruno (Hélder), João Paulo (Roger Carvalho), Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Coutinho e Elias; Wellington Nem e Somália (William). Técnico: Jorginho.

Pintou o campeão da 2ª Divisão Goiana

Arte: Igor Teles
Nesta quarta, no estádio Mozart Veloso do Carmo o Rio Verde venceu o Anápolis por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado aos 18 minutos do primeiro tempo pelo meio-campista Leandro Diniz.

Com este resultado, o Rio Verde chegou aos doze pontos e confirmou matematicamente a classificação para a primeira divisão do Campeonato Estadual e o título do Campeonato Goiano da Divisão Acesso. O Rio Verde volta a fazer parte da elite do futebol goiano após 16 anos.

O alvi-verde do Sudoeste goiano é o time com o maior número de títulos de campeão da Divisão de Acesso goiana, ganhando o seu 5º título da competição. Os anteriores foram em 69, 82, 89 e 93.

A segunda vaga ao Goianão 2012, a do vice-campeão, será decidida na última rodada da competição, neste domingo, dia 11 de setembro. Brigam por ela, Itumbiara e Mineiros, que nesta penúltima Rodada empataram em 1 a 1 no Estádio JK em Itumbiara.

O Itumbiara tem a vantagem de 1 gol de saldo, portanto se acontecerem os dois empates os mesmos resultados, a vaga será do time itumbiarense.

O Itumbiara jogará fora de casa diante do eliminado Anápolis. O Mineiros atuará em casa contra o já campeão Rio Verde.

Empate no saldo de gols, prevalece o maior número de gols marcados na fase final, no momento empate em 6x6 entre os dois times, empate neste item, dá a vaga ao Mineiros pela melhor colocação na 1ª Fase da competição, onde o Mineiros foi o 2º colocado e o Itumbiara o 4º colocado.

Domingo: Tabelando com Raimundo Queiroz

Nos bastidores da entrevista
Recebi, na última quinta-feira, uma grande oportunidade. Através do diretor geral, o professor Eduardo Rodrigues, com o aval do diretor de programação, Daniel Santana e da editora geral Consuelo Gobbi, a missão de comandar a partir dessa semana, o programa "Tabelando", antes comandado pelo excelente Evandro Gomes.

Domingo, o "TABELANDO COM ANDRÉ ISAC", de 13:00 as 14:00, apresentará uma entrevista com o polêmico Raimundo Queiroz, ex-presidente do Goiás Esporte Clube.

O programa estreiará novos quadros, como o "Jogaria no seu time?". Será que personagens como Harlei, Ediminho Pinheiro, Hailé Pinheiro, Araújo e Pedro Goulart "jogariam" no time de Raimundo?

Raimundo Queiroz, no quadro "Na marca do pênalti", responderá a pergunta mais "salgada" da entrevista: "Trabalhar no Vila Nova é uma possibilidade totalmente descartada?"

O Ex-presidente do Goiás, responderá perguntas de internautas, contará as principais passagens da sua vida, as conquistas, tristezas e decepções.

Na entrevista, que já está gravada, vocês se supreenderão com o desabafo, carregado de emoção, que Raimundo faz sobre Hailé Pinheiro.

Vocês acompanhar coisas que Raimundo nunca falou.

Domingo, as 13:00, na UCG/TV, Canal 24 UHF. Na internet: www.pratiquemaisesportes.com.br.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Previsões da 22ª rodada e Cartola Escalado

Quarta-feira
16h
Internacional-RS x América-MG - Inter
São Paulo-SP x Atlético-MG - São Paulo
Botafogo-RJ x Ceará-CE - Botafogo
Avaí-SC x Santos-SP - Empate

21h50
Atlético-PR x Palmeiras-SP - Palmeiras
Atlético-GO x Figueirense-SC - Atlético
Cruzeiro-MG x Fluminense-RJ - Fluminense

Quinta-feira
20h30
Vasco da Gama-RJ x Coritiba-PR - Vasco
Bahia-BA x Grêmio-RS - Grêmio

21h50
Corinthians-SP x Flamengo-RJ - Corinthians

UCG TV vai a campo com: Rogério Ceni, Nei, Fábio Ferreira, Gustavo e Kleber; Elkeson, Bida e Montillo; Rafael Moura, Leandro Damião e Loco Abreu. Técnico: Cristóvão Borges.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Analise da convocação de Mano Menezes

Cortês, convocação merecida
Horas depois da vitória da seleção brasileira sobre Gana, por 1 a 0, disputado em Londres, nesta segunda-feira, o técnico Mano Menezes fez a convocação para a primeira partida do Superclássicos das Américas, contra a Argentina, dia 14 de setembro, em Cordoba. Foram chamados apenas jogadores que atuam no país.

Goleiros - Fábio (Cruzeiro), Jefferson (Botafogo) e Rafael (Santos).

Laterais - Danilo (Santos), Mario Fernandez (Grêmio Bruno), Cortês (Botafogo) e Kleber (Internacional).

Zagueiros - Dedé (Vasco da Gama), Henrique (Palmeiras), Réver (Atlético-MG) e Rhodolfo (São Paulo).

Volantes - Casemiro (São Paulo), Ralf (Corinthians), Paulinho (Corinthians) e Rômulo (Vasco da Gama).

Meias - Cícero (São Paulo), Lucas (São Paulo) Oscar (Internacional), Renato Abreu (Flamengo) e Thiago Neves (Flamengo).

Atacantes - Fred (Fluminense), Leandro Damião (Internacional), Neymar (Santos) e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo).

Não gostei da convocação do Rafael. O Júlio César do Corinthians é melhor.

A convocação do Cortês foi muito merecida. A do Kléber não soma nada.

Muito boa a escolha dos zagueiros, dos volantes e dos meias.

No ataque, não entendo a convocação do Fred. Rafael Moura, Borges ou Dagoberto seriam melhores opções.

Análise do jogo da Seleção

Esse é o 9 que o Brasil precisava
Jogando com um homem a mais durante a maior parte do jogo, o Brasil venceu, por 1 a 0, o amistoso contra Gana, nesta segunda-feira, em Londres.

A Seleção jogou bem ou não?

A crítica expôs opiniões de todas as formas.

Estou entre os que gostaram.

A seleção mostrou uma boa marcação. Marcelo apareceu na lateral-esquerda. Elias cresceu após a saída de Ganso.

Ronaldinho Gaúcho, posicionado como atua no Flamengo, foi muito participativo.

Leandro Damião ganhou de vez a posição.

Neymar demonstrou entrosamento com Leandro Damião. As melhores jogadas do Brasil no primeiro tempo passaram pelos pés dos dois.

A Seleção de Gana priorizou uma marcação bastante violenta. O Brasil, mais lúcido, anulou as investidas do adversário.

O importante é que o Brasil voltou a vencer, isso traz confiança.

Mano já sabe a direção que deve seguir.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 1 X 0 GANA

Estádio: Craven Cottage, Londres (ING). Data: 05/09/2011
Horário: 15h45. Árbitro: Mike Dean (ING)
Cartões amarelos: Elias, Fernandinho (BRA); Opare, Derek Boateng, Addy, Inkoon (GAN). Cartões vermelhos: Opare, 33'/1ºT (GANA).
GOL: Leandro Damião, 44'/2° (Brasil).

BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e Marcelo; Lucas e Fernandinho (Hulk); Neymar, Ganso (Elias) e Ronaldinho; Leandro Damião (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes.

GANA: Kwarasey, Pantsil, Jonathan Mensah, Vorsah e Opare; Inkoon (Tagoe) e Muntari (Addy); Agyemang-Badu (Adomah), Derek Boateng (Rabiu) e Asamoah (Annan); Jordan Ayew (Adiyiah). Técnico: Goran Stevanovic.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Goiás demite Márcio Goiano e contrata Ademir Fonseca

Márcio Goiano não é mais treinador do Goiás, foi demitido na manhã desta segunda-feira, após uma reunião com o gerente de futebol, Kléber Guerra.

Até aí, normal, Márcio não deu certo no Goiás.

O novo técnico será Ademir Fonseca, que no domingo pediu demissão do Fortaleza. Ademir treinou o Fortaleza por apenas 4 dias, nem chegou a estrear no comando do time na Série D.

No ano passado, Ademir Fonseca comandou o Vila Nova, na reação durante o segundo turno da competição, que salvou o clube colorada de cair para a Série C, do Campeonato Brasileiro.

O trabalho de Ademir no Vila foi uma das justificativas de Kléber Guerra para a contratação.

Márcio já não era um técnico do porte do Goiás. Ademir, muito menos.

Mas tomara que dê certo.

Valério Luiz é do Mais Esportes

Na condição de coordenador do Mais Esportes, da UCG/TV e TV Aparecida, venho agora no Blog compartilhar algumas novidades da equipe neste mês de Setembro.

Os comentaristas, Evandro Gomes e Nivaldo Carvalho, foram para a TV Serra Dourada. Foi um prazer, ter mais uma vez trabalhado com eles. Menos mal que eles não serão nossos concorrentes, estarão em outro horário e em um programa com formato diferente do nosso.

No dia 11 de Setembro, estreiará no Mais Esportes o comentarista Valério Luíz, da Radio Jornal 820 e ex-comentarista da equipe do Mané na TV Brasil Central.

Filho de Manoel de Oliveira, um dos grandes comunicadores de Goiás em todos os tempos, Valério tem uma experiência muito grande, no Currículo estão grandes Rádios e Tvs do Estado.

Tive a oportunidade de trabalhar com Valério em 2000, no Escrete de Ouro da Rádio Brasil Central. Aprendi muito com ele. Além de ser um cidadão do bem, é sério, e assim como o pai não tem medo de falar a verdade.

Valério estreia no domingo, dia  11 de setembro.

domingo, 4 de setembro de 2011

Fluminense 3 x 2 Atlético/GO - Uma vitória em 8 minutos

He-Man fez o gol da vitória
O Fluminense acabou quebrando, de uma forma incrível, a sequência de cinco vitórias do Atlético/GO.

O Dragão, mandava no jogo, vencia por 2 a 0, até os 37 minutos do 2º tempo e o Fluminense acabou virando o placar e venceu por 3 a 2, na noite deste sábado, em Volta Redonda, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor chegou a perder um pênalti com Rafael Moura, quando o Dragão ainda vencia por 1 a 0, e estava sendo muito vaiado pela torcida.

Com o resultado positivo, o Fluminense chegou à sétima posição, com 31 pontos ganhos, e já volta a sonhar com o G4 do Brasileirão. O Atlético, com 28, é o nono.

Abel Braga foi chamado de burro, o time, de sem vergonha.

No final foi aplaudido com o coro de "time de guerreiros".

O Atlético jogou uma grande partida. Dominou 80 minutos do jogo. Os últimos 10 foram do Fluminense com uma eficiência impressionante.

A chateação, principalmente do torcedor, pelas circunstâncias do jogo, é evidente. Mas não é o fim do mundo. Nada de sangria desatada.

Existe sempre, principalmente aqui em Goiás, diante das derrotas dos nossos times, a impressão que só fomos nós que perdemos, jamais lembramos que o outro time ganhou o jogo.

Precisamos aprender a perder também.

Do outro lado estava o Fluminense, o atual campeão brasileiro, favorito, em casa, diante da sua torcida, técnico campeão do mundo, Rafael Sóbis no banco. Éramos e somos azarões. O Dragão é o Davi contra um exército de Golias.

Temos que lembrar, depois desses últimos seis jogos, o fator positivo é que o Atlético/GO foi e é competitivo. Mas tem limitações.

O elenco do Atlético não é tão grande, foi extremamente exigido no mês de Agosto. Jogadores, um deles o Thiago Feltri, sentiram cansaço. A sequência de jogos foi muito dura.

O Atlético é uma realidade no Brasileiro, terá mais vitórias do que derrotas até o final do campeonato.

Esse grupo merece apoio e tranquilidade.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 2 ATLÉTICO-GO

Data: 03/09/2011
Horário: 18 horas
Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Ângelo Bechi (SC) e Marco Antonio Martins (SC)
Cartões amarelos: FLU: Mariano, Diogo, Edinho, Souza e Rafael Sóbis; ATLÉTICO: Rafael Cruz, Gilson, Agenor e Juninho.
Gols: Bida 10'/1ºT e Márcio 17'/2ºT (Atlético), Rafael Sóbis 38'/2ºT, Rafael Sóbis 42'/2ºT e Rafael Moura 45'/2ºT (Fluminense)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Digão e Marquinho; Diogo (Fernando Bob), Edinho, Souza e Lanzini; Ciro (Rafael Sóbis) e Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga.
ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Joílson (Renato Augusto), Bida, Agenor e Vitor Junior (Thiaguinho); Juninho (Diogo Campos) e Anselmo.
Técnico: Hélio dos Anjos.