sábado, 22 de outubro de 2011

Goiás vence a primeira no Nordeste

Uma vitória merecida de um time mais consciente e organizado em campo.

É com essa frase que dá para resumir a vitória do Goiás, na tarde deste sábado, na Ilha do Retiro, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, por 1 a 0 no Sport.

O Goiás foi nesse jogo, que marcou a primeira vitória do time no nordeste, o que deveria ter sido em todo o campeonato.

O time se impôs e desde os primeiros minutos já dava pra notar que o Goiás não perderia o jogo.

Agora, o Goiás está com 42, em 13º, dependendo de mais duas vitórias para escapar do rebaixamento.

O Sport, o porteiro do G4, continua na eterna quinta colocação, com 48 pontos.

O mais irônico é que o Goiás pode se livrar do rebaixamento, justamente contra o Vila Nova, daqui a duas rodadas, onde, pode, de quebra, rebaixar matematicamente o arquirival.

O gol da vitória, marcado por Iarley, aconteceu aos 44 do segundo tempo.

O Goiás volta aos gramados na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Duque de Caxias, às 20h30, em Goiânia. Por sua vez, o Sport faz o clássico contra o Náutico, no sábado, às 16h20.

Previsões da 31ª rodada e Cartola escalado

Previsões da 31ª rodada:

Sábado
Avaí-SC x Botafogo-RJ - Empate
Palmeiras-SP x Figueirense-SC - Palmeiras
Fluminense-RJ x Atlético-MG - Empate
América-MG x Grêmio-RS - Grêmio

Domingo
Atlético-PR x Ceará-CE - Atlético-PR
Bahia-BA x Vasco da Gama-RJ - Empate
São Paulo-SP x Coritiba-PR - Empate
Internacional-RS x Corinthians-SP - Corinthians
Flamengo-RJ x Santos-SP - Santos
Cruzeiro-MG x Atlético-GO - Empate

Cartola

UCG TV vai a campo com: Jefferson, Iván Piris, Manoel, Fabrício e Juan; Paulinho, Elkeson, Lucas e  Valdivia; Loco Abreu e Neymar; Técnico: Celso Roth.

Jogador do Vila pede dinheiro para técnico

Falar sobre a situação do Vila está cada dia mais complicado.

Me lembro, que, em 2001, na Rádio K do Brasil, fiz a entrevista mais constrangedora da minha vida. Na ocasião, os funcionários do Vila Nova, inclusive da cozinha, estavam em greve. Por volta de umas 13:00, entrevistei ao vivo um jogador chamado Alecsandro, o indaguei sobre a situação e perguntei se ele tinha almoçado, e ele respondeu: "chupei duas mangas, agora não estou com fome"

Depois do jogo do Vila contra Barueri, nesta sexta, veio à minha cabeça essa lembrança depois de outra notícia vergonhosa.

O volante Túlio Souza, que ainda não recebeu dinheiro nenhum no Vila, teve que pedir dinheiro emprestado ao técnico Roberto Cavalo.

Fico pensando: Onde estaria Sizenando Ferro, o dono da New Ville? E o presidente Geso?

Fifa divulgará dossiê que pode comprometer Teixeira

"Apesar de você, amanhã há de ser outro dia..."

No dia seguinte em que divulgou as cidades-sede para a Copa do Mundo de 2014, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou que a entidade deverá divulgar, em dezembro, o dossiê do caso ISL. Entre os possíveis envolvidos na investigação está Ricardo Teixeira, presidente da CBF e do comitê organizador da Copa-2014.

O caso envolve a empresa de marketing esportivo (International Sport and Leisuere), ex-parceira da Fifa e que faliu em 2001. Acusa-se que dirigentes da entidade, entre eles Ricardo Teixeira, teriam recebido propina para que a ISL tivesse garantido os direitos de transmissão e anúncios publicitários na década de 90. Na Inglaterra, o programa ‘Panorama’, da rede BBC, acrescenta, além de Ricardo Teixeira, o nome do ex-presidente da Fifa João Havelange neste suposto esquema.

De acordo com Blatter, o caso será retomado no próximo comitê executivo, nos dias 16 e 17 de dezembro, e o dossiê será entregue a uma organização independente, para que se examinem documentos e apresentem conclusões sobre esta situação.

A medida acontece depois de seguidas polêmicas de casos de corrupção na Fifa. Em sua entrevista, Blatter afirmou que, com a divulgação deste dossiê, a Fifa busca demonstrar que realmente quer acabar com as denúncias que rondam a entidade.

Roni perde pênalti e Vila só empata

Vivendo os seus últimos momentos de Série B o Vila Nova não toma jeito.

Com direito a pênalti desperdiçado pelo atacante Roni, o Tigre empatou em 2 a 2 com o Grêmio Barueri, na noite desta sexta-feira, no Serra Dourada, e se aproximou ainda mais do rebaixamento para a Terceira Divisão.

Roni e David marcaram para o Vila. Léo Gamalho e Edson Borges fizeram os gols do Barueri. 

A partida teve apenas 276 pagantes. Provavelmente o pior público pagante do Vila na história em Campeonatos Brasileiros.

O Vila começou o jogo nervoso, errando muitos passes. O time paulista que saiu na frente com Léo Gamalho.

No segundo tempo o Vila Nova se lançou com tudo ao ataque. Roni conseguiu empatar.

O Tigrão teve a oportunidade de virar, Leandro Cearense sofreu pênalti de Alex Lima. Roni bateu muito mal e o goleiro Juninho defendeu.

O Grêmio Barueri, logo conseguiu fazer o segundo gol, após cobrança de escanteio de Marcelinho, o zagueiro Edson Borges fez de cabeça.

O Vila, nos minutos finais, conseguiu empatar em chute de fora da área de David. Terminou 2 a 2.

Há sete jogos sem vencer, o Vila Nova continua em 18.º lugar, agora com 30 pontos. O Barueri se recuperou parcialmente da derrota para o São Caetano, por 3 a 0, e com 44 pontos aparece em 11.º lugar.

O Grêmio Barueri já volta a campo na terça-feira, abrindo a 33.ª rodada, de novo fora de casa, diante do Guarani, em Campinas. O Vila Nova vai enfrentar o Salgueiro, sexta-feira à noite, dia 28, em Juazeiro do Norte.

Agora o Vila precisa de seis vitórias em seis jogos.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Rubra vence e fica perto da Classificação na Série D

A Anapolina estreou com vitória na segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Jogando na noite desta quinta-feira, o time colorado fez o dever de casa e venceu o Villa Nova (MG) por 1 a 0, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis. O único gol da partida foi marcado no segundo tempo, aos 16 minutos com o atacante Nonato.

Com a vitória, o Anapolina jogará por um empate no jogo de volta, em Minas Gerais. Caso perca por 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. O classificado deste grupo irá enfrentar na terceira fase o Tupi, com o primeiro jogo em Juiz de Fora. O jogo de volta entre Villa Nova (MG) e Anapolina está marcado para o próximo domingo, ás 17 horas, no estádio Castor Cifuentes em Nova Lima.

Acredito na classificação da Rubra.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Morre Maurício Simões

Faleceu, aos 49 anos, o técnico Maurício Simões, que não resistiu ao infarto, que sofreu no último domingo, e morreu, na noite desta terça-feira em Aracaju.

Natural de Recife, José Maurício Fernandes Simões, ficou conhecido no futebol como Rei do Nordeste por ter conquistado 12 títulos estaduais naquela região.

Em 26 anos de carreira, Maurício passou por vários clubes tradicionais. Entre os principais estão, Central-PE, Santa Cruz-PE, ABC, Sergipe, ASA, Maranhão, Moto Club-MA, Ferroviário-CE, Confiança-SE, Treze-PB, Vila Nova, Campinense-PB e CRB.

No Picos, de Piauí, Maurício Simões foi Tricampeão Estadual (1994/1997/1998) e eleito o técnico do ano, em 1994 e 1997. A saga continuou no Sergipe, onde o treinador foi Tricampeão Estadual (95/96/2003) e ainda foi eleito o técnico do ano, em 1996.

Ainda no Estado, o Rei do Nordeste foi Tricampeão Sergipano (2001/2002/2004), desta vez, pelo Confiança. Para finalizar, Maurício Simões ainda ganhou o Campeonato Paraibano com o Campinense, em 2004, e com o Treze, em 2005 e 2006.

Em 2006, Maurício teve uma curta passagem pelo Vila Nova.

O que me veio à mente foi uma entrevista, ná Rádio 730, em que o saudoso Washington Luiz perguntou assim que ele foi contrtado pelo Vila Nova:

- Você aquele técnico que fuma na beira do campo?

- Sou sim. Disse Maurício, que era fumante compulsivo.

- Então vou te avisar: Você vai morrer... Disse Washington querendo alertá-lo.

Não sei se essa foi a causa. Mas isso contribui.

Pena que o futebol perde um bom sujeito e um excelente técnico.

Goiás consegue vitória importante contra o Americana

O mesmo time, um técnico diferente e atuações mais eficientes. O estrago que Ademir Fonseca fez no Goiás é nítido. O time é outro nas mãos de Enderson Moreira.

A "invenção" de Hailé Pinheiro tirou as chances de acesso e colocou o Goiás na berlinda.

Menos mal, que o time apresenta melhoras significativas.

A vitória do Goiás, nesta terça-feira, no Americana, por 3 a 1, no Serra Dourada, foi importantíssima, pelo fato de que os concorrentes, exceto o Guarani, venceram.

O Goiás abriu o placar aos oito minutos com Iarley.

No segundo tempo, Marcelo Costa, aos 35, de pênalti, fez 2 a 0.

Clodoaldo, aos 40 minutos, descontou para o Americana.

Aos 46, Tardelly fez o gol da vitória do Goiás, 3 a 1.

O resultado o Goiás chegou aos 39 pontos, ficando com dois a mais que o Guarani, primeiro time que aparece na zona de rebaixamento. Já o Americana continua em quarto colocado mesmo sendo derrotado, com 50 pontos.

Na próxima rodada, o Goiás visita o Sport, na Ilha do Retiro, sábado, às 16h20. No mesmo dia e hora, o Americana recebe a líder Portuguesa, no estádio Décio Vitta, em Americana.

Vila começa bem, mas perde para o Náutico

Parecia que a noite seria diferente para o Vila Nova. Aos 10 minutos Roni fez 1 a 0 para o Tigrão. Apenas parecia...

Peter, aos 23 minutos, deixou tudo igual e os pernambucanos viraram com o meio-campista Eduardo Ramos, aos 26. Aos 43, Derley fez 3 a 1.

Aos 15 do segundo tempo, com um gol de Betinho, renasceu a esperança Vilanovense.

Mas uma expulsão, a de Adilson, esfriou o Vila Nova. Aos 34 minutos, Derley, fez quarto gol do Náutico.

Com a vitória do Náutico, por 4 a 2 no Vila Nova, nesta terça-feira, a equipe da casa subiu para a terceira colocação, com 53 pontos.

O Vila continua 29 pontos, na 18ª colocação, sete jogos da Série C.

Na próxima rodada, o Vila Nova encara o Grêmio Barueri, na próxima sexta-feira, no Serra Dourada, ás 20h30. Já o Náutico enfrenta o Vitória, no próximo sábado, em Salvador.

Obs.: É irritante ver a apatia dos dirigentes do Vila nessa situação. Todos assistem, inertes, o time rebaixar.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Hélio dos Anjos, o Cidadão Goiano

O Deputado Estadual Carlos Antônio, do PSC/GO, nesta terça-feira, dia 18 de outubro de 2011, fez um requerimento no plenário da Assembléia Legistativa de Goiás, propondo o Título de Cidadão Goiano ao técnico Hélio dos Anjos do Atlético/GO.

O Título de Cidadão, é um reconhecimento da comunidade pelo trabalho e vida de pessoas, não naturais do estado, que de alguma forma tenham contribuído para o crescimento de Goiás.

Hélio encaixa nesses requisitos, o seu trabalho no Goiás foi marcante, na conquista da Série B em 1999, no Penta-campeonato Goiano, no tri da Centro-oeste e na revelação de jogadores que se despontaram nacionalmente. Não teve a mesma sorte no Vila Nova, mas, no Atlético vem sendo marcante com um aproveitamento de quase 70%.

A relação de Hélio com o nosso estado se tornou intensa desde a sua primeira passagem pelo Goiás em 1995. Em entrevistas, sempre agiu de forma elogiosa à força dos times, das torcidas e do nosso Campeonato Estadual.

Hélio dos Anjos, em Goiás, investiu a maior parte do que ganhou em toda a sua vida profissional.

Tendo ou não esse título, Hélio pode ser considerado um Cidadão Goiano.

O técnico rubro-negro já foi contestado, até por mim, pode não ser unânimidade, mas, a sua capacidade, as conquistas e a sua ligação com estado de Goiás são inquestionáveis. Natural de Janúba/MG, Hélio é muito mais goiano do que mineiro.

Considero, por todos esses fatores, a propositura do Deputado Carlos Antônio, como extremamente positiva e tenho certeza que será aprovada pelos parlamentares da nossa Assembléia.

Anapolina goleia e se classifica na Série D

Cansei de ouvir: "Coitada da Anapolina... Esse negócio não vai dar em nada..."

Foi feita a justiça. O bem venceu.

A Anapolina goleou o Tocantinópolis por 6 a 1, nesta segunda-feira em Anápolis, no Jonas Duarte, em jogo remarcado pelo STJD devido o “cai-cai” promovocado pelo time de Tocantinense na última rodada da primeira fase.

A Anapolina foi soberana diante de um adversário com poucos profissionais, vários juniores e quase um mês sem treinamentos. No primeiro tempo, o time da casa já vencia por 4 a 0, com gols de André Luís, logo aos 32 segundos, de cabeça, Valdânis, aos 27 minutos, Juliano, aos 31 e Alexandre Potita, aos 33 minutos.

No segundo tempo, Cleiton marcou o quinto, aos 13 minutos.

O atacante Nonato, parecia que não queria fazer gol, desperdiçou um pênalti, além de mais cinco chances claras.

Depois disso, o Tocantinópolis fez o gol de honra com Têti, aos 26 minutos, preocupando um pouco.

Mas Cleiton fechou a goleada, aos 31 minutos, carimbando a vaga nas oitavas.

A goleada deixou a Anapolina como segundo colocada do Grupo 5, com 13 pontos, empatada com Itumbiara, porém, com melhor saldo de gols.

Ao final da partida, o técnico Nivaldo Lancuna, entregou o cargo ao presidente da Anapolina, Leandro Ribeiro, alegando estar decepcionado com à torcida devido ao fato dela o ter chamado de ''burro'' quando ele tirou o atacante Potita para a entrada de Ismael Santos.

A galera queria a saída do Nonato.

Ser chamado de burro é ruim, mas não precisava emburrar...

Agora a rubra vai enfrentar o Villa Nova de Nova Lima/MG pelas oitavas-de-final. O primeiro jogo acontece quinta-feira, em Anápolis, ás 20h30 e o segundo domingo em Nova Lima ás 16 horas.

O vencedor deste confronto vai disputar uma vaga nas quartas-de-final com o Tupi, de Juiz de Fora/MG. Deste duelo vai sair o quarto classificado para a Série C. Santa Cruz-PE, Oeste - SP e Cuiabá-MT já estão classificados.

domingo, 16 de outubro de 2011

Goiás não pode culpar a arbitragem

Vitória 3 x 2 Goiás. Foi um jogo pra lá de polêmico. Expulsões, pênalti, gol anulado e peitada no árbitro. Teve de tudo.

Não posso aqui ignorar fatos e engrossar o discurso que neste momento convém ao Goiás.

Atribuir à arbitragem a derrota é encobrir as falhas do time. O Goiás perdeu muitos gols no primeiro tempo e tomou um baile do Vitória na etapa final.

A derrota não foi por culpa da arbitragem. A imagem mostra o zagueiro Walisson tentando alcançar a bola com a mão. Se não tocou  foi por questão de milímetros. Só atitude do jogador já é suficiente a induzir o árbitro a marcar a penalidade.

Erro foi expulsar o Leandro e não o Walisson. Erro foi não expulsar o Tolói que peitou o juiz.

Não esqueçamos que aos 20, Fábio Santos, do Vitória, fez um gol em posição legal e a arbitragem marcou impedimento.

Lance do pênalti:

Vila perde mais uma. Faltam 8 para a Série C

Vila Nova perdeu para o Paraná por 1 a 0 na tarde desse sábado, no Serra Dourada, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Tigrão chegou a 15 derrotas em 30 jogos.

Com o resultado o Vila Nova se mantém na zona de rebaixamento, em 18º, com 29 pontos. O chegou aos 44 pontos.

O Paraná dominou totalmente o segundo tempo. Aos 24 minutos abriu o placar com Douglas Packer. Na primeira etapa o Vila Nova conseguiu a façanha de não chutar nenhuma vez no gol adversário.

O Vila Nova voltou melhor para segundo tempo, teve várias chances de empatar, e, como sempre, não conseguia finalizar suas jogadas.

Nesta rodada o Vila assumiu o posto de pior ataque do campeonato, com 24 gols, ao lado do Duque de Caxias.

O Vila Nova, virtualmente rebaixado, necessita milagrosamente de seis vitórias em oito jogos para não cair.

18/10 - Náutico    x Vila Nova
22/10 - Vila Nova x Grêmio Barueri
29/10 -    Salgueiro x Vila Nova
05/11 -    Vila Nova x Goiás
08/11 -    Duque de Caxias    x Vila Nova
12/11 -    Vila Nova x Portuguesa
19/11 -    Americana x Vila Nova
26/11 -    Vila Nova x Sport


FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 0 X 1 PARANÁ

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO). Data: 15/10/2011
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Duarte Varejão (ES)
Assistentes: José Maciel Linhares (ES) e Ezequiel Barbosa Alves (MS)
Renda: R$ 18.275,00
Público: 1.757 presentes
Gol: Douglas Packer 25'1T

VILA NOVA: Michel Alves; Victor Ferraz, Ben-Hur, Henrique e Jorge Henrique (John Lenon); Juninho, Ricardinho e David; Roni (Bergson), Jô e Betinho. Técnico: Roberto Cavalo.

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Marquinho (Cambará), Cris, Edson Rocha, Gleidson, Luciano Castán (Henrique), Sílvio, Itaqui, Douglas Packer; Igor (Hernane) Giancarlo. Técnico: Guilherme Macuglia.