Páginas

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal


Um feliz Natal pra todos, muitas felicidades. Que hoje seja o primeiro dos melhores dias da sua vida.

Maranhão não vem mais

Se não está assinado não divulga.

Ao contrário do que foi divulgado, o atacante Maranhão não será mais reforço do Vila Nova para a próxima temporada. Ele estava no Vitória de Guimarães, de Portugal, e iria para o colorado na troca pelo lateral John Lennon, que seria emprestado ao clube português.

John Lennon não aceitou a transferência e o negócio melou.

Não aceitar essa proposta é um direito do jogador.

A Europa vive uma crise econômica, o futebol português, muitos jogadores tem dificuldades para receber por lá. Outro problema é a visibilidade, tirando o Porto, Benfica e o Sporting, jogar em outro time por lá é sumir da mídia.

Na minha opnião o que melou mesmo o negócio foi a proposta que Maranhão recebeu da Ponte Preta, time da Série A.

Se nunca tivessem falado em Maranhão, a diretoria do Vila Nova não estaria passando por esse desgaste.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Raimundo Queiroz volta a ser conselheiro

Raimundo Queiroz foi presidente do Goiás de 2003 a 2006. Na sua gestão o Goiás conquistou dois títulos do Campeonato Goiano, se classificou para três copas Sul-Americanas, disputou uma Libertadores e teve a melhor colocação na história das participações do time em Campeonatos Brasileiros, a 3ª colocação de 2005.

Na gestão Raimundo o Estádio da Serrinha foi ampliado, a sede reformada e informatizada, o CT ganhou sala de musculação, novos vestiários, sala de imprensa e o Ginásio também teve melhorias.

Apenas o zagueiro André Dias foi negociado, por força de ação na justiça, vencida pelo Goiás.

A atuação destacada da gestão Raimundo teve a participação de vários diretores, com autonomia em suas áreas, chegada de novos dirigentes e a valorização dos sócios.

Pelo jeito isso tudo incomodou algumas pessoas.

Ao deixar a presidência, aplaudido de pé pelo conselho, Raimundo passou a ser alvo de críticas e investigações sobre a sua administração. Edminho Pinheiro, o principal acusador, usou todas suas as energias para tentar provar alguma coisa, levantou suspeitas, intimidou e questionou a honestidade de quem não compartilhava de seus pensamentos.

Este humilde blogueiro que vos escreve nunca caiu nessas estórias. Primeiro porque sou jornalista esportivo, não entendo de contabilidade ou administração, não estava apto a tecer qualquer opinião de algum ato que desconhecia, ainda mais vindo de uma fonte que informava aquilo que não tinha a intenção de informar e sim de destruir. Eu também sabia que aquele surto de transparência era para fazer da imprensa um "cabo de chicote", logo, não me prestei a esse serviço.

O caso foi para na polícia. Centenas de páginas de inquérito, dezenas de depoimentos e uma conclusão. Raimundo inocente. A justiça decreta a sua volta à condição de conselheiro vitalício e o direito de votar e ser votado.

Ficaram cinco anos promovendo um verdadeiro circo. Esqueceram do futebol e colocaram o Goiás em exposição negativa, afastaram patrocinadores, massacraram dirigentes, expuseram a situação fiscal do clube. Metralharam os pés. Rebaixaram o time.

E agora? Como mensurar o prejuízo causado?

Sobre o Raimundo, acredito, que, no mínimo, por uma questão moral, devem deixá-lo ser conselheiro de novo.

E que tudo o que aconteceu sirva de reflexão para todos.

Atlético traz Bob do Flu. Mais um erro?

O Atlético-GO confirmou nesta segunda-feira sua segunda contratação para a temporada de 2012. Trata-se do volante Fernando Bob, que assinou contrato de empréstimo por um ano.

Fernando Bob é o segundo reforço garantido para o próximo ano. O primeiro foi o lateral-direito Everton Silva.

Ficha técnica
Fernando Bob
Nome: Fernando Paixão da Silva
Nascimento: 07/01/1988, em Cabo Frio (RJ)
Idade: 23 anos
Altura: 1,80 m
Peso: 78 kg
Último Clube: Fluminense-RJ

Opinião:

Se o Fernando Bob for bem, volta para o Fluminense, se for mal, volta também. É ridículo ficar dando ritmo a jogador de outro time. Seria melhor investir em um jogador livre, que pudesse assinar um contrato longo com o clube.

Um exemplo foi o Renato Augusto, do Vasco, que não deu em nada. Outro, foi o Anderson, do Ceará, foi bem e o Atlético ficou chupando o dedo.

CBF "fura" Itumbiara

Os reforços estavam acertados, tudo estava em segredo, o Itumbiara marcou a divulgação dos nomes para a quarta-feira.

Mas um "dedo-duro" estragou a surpresa, o Boletim Informativo Diário, o BID da CBF, que divulga os nomes dos jogadores registrados, relacionou as principais novidades do Itumbiara para o ano que vem.

A principal contratação foi a do volante Zé Luís já teve passagens também por clubes como Atlético-MG, São Paulo E Vitória.

Além de Zé Luís, o Itumbiara também registrou o lateral direito Andrezinho, zagueiros Bruno Silva e Preto (ex-Santos), volante Bruno Sabino, meias Cristian (ex-Palmeiras) e Marcus Vinicius e atacantes Eduardo Luiz (ex-Vasco) e Rodrigo Pardal.

Opinião

Contratações excelentes, todas com contratos curtos, falta planejamento, o Itumbiara gasta muito dinheiro sem critério.

Um time de verão pode dar muito certo, ou, muito errado. Eles já viveram as duas experiências.