Páginas

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Duas torcidas estão liberadas para atuar no Goianão

O Ministério dos Esportes lançou recentemente o acesso para cadastramento dos integrantes das principais torcidas organizadas do Estado no projeto Torcida Legal, que tem o objetivo de definir medidas para prevenção à violência nos estádios a partir da regularização das organizadas.

A iniciativa faz parte de um termo de ajustamento de conduta (TAC) intermediado com o Ministério dos Esportes pelo Ministério Público de Goiás, no qual também fazem parte a Polícia Militar, a Federação Goiana de Futebol (FGF), a Agência Goiana de Esporte e Lazer (Agel), os três maiores clubes de futebol de Goiás – Goiás, Vila Nova e Atlético – e as principais torcidas organizadas desses times: Força Jovem, Esquadrão Vilanovense, Sangue Colorado e Dragões Atleticanos.

Nesse cadastramento os torcedores deverão fazem o pré-cadastro on-line no site do Ministério do Esporte (www.torcidalegal.gov.br). Na segunda etapa, o torcedor apresenta documentos e submete-se à coleta de dados biométricos e ao registro fotográfico.

As torcidas Força Jovem e Esquadrão Vilanovense, apresentaram documentação e estão aptas a atuar, cada uma teve apenas cerca de 500 integrantes devidamente cadastrados.

A Dragões Atleticanos ainda não providenciou documentação, mas segundo a PM estaria faltando pouca coisa.

A Sangue Colorado, segundo a PM, não apresentou nenhuma documentação, logo, dessa maneira, até que seja resolvida a situação, não poderá atuar nos estádios.

Opinião

Torcidas Organizadas e violência se tornaram sinônimos.

Torço, pelas pessoas de bem, que essas medidas tenham resultado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário