Páginas

sábado, 7 de janeiro de 2012

Vila Nova: Diretor vira empresário dos jogadores do próprio time

A diretoria vilanovense decidiu mudar a gestão das categorias de base do clube. A partir de agora a carreira de todos jogadores amadores será gerida por André Goiano, responsável pelas categorias de base do Vila Nova.

Não é a primeira vez que isso acontece. Em 2004, o então diretor de futebol, Newton Ferreira, fez com que todos os principais jogadores da base assinassem com o empresário Gilmar Veloz.

Pegou muito mal.

Agora a justificativa do presidente do Vila Nova, Eduardo Barbosa, é que é melhor o jogador estar na mão de um funcionário do clube do que vinculado a outros empresários.

A teoria é até bonitinha, deve ser na melhor das intenções, mas é uma decisão ridícula.

O clube já tem o instrumento do contrato ou vínculo jurídico como formador para segurar o atleta. No mais é dar condições de trabalho, segurança e apoio a esses jogadores.

Juridicamente qualquer procuração pode ser revogada, principalmente se comprovada que fora assinada sob coação. Neste caso é isto que parece, quem não tiver o André Goiano como empresário não deve jogar.

Para todos os lados envolvidos essa medida é moralmente incompatível.

Se eu fosse jogador jamais gostaria de ter um diretor cuidando dos meus interesses. É quem já tem procurador? Essa decisão vai gerar confusão e descontentamento.

Já pensou se isso virar moda? Todos os times passarem a ter diretores-empresários. Que lambança.

Essa medida é desnecessária.

Só traz desconfiança e desgaste em um time que precisa de tranquilidade.

2 comentários:

  1. Que absurdo!A grana vai rolar solta...Bom seria se fosse revertido para o próprio Vila Nova,mas parece que vai mesmo pro bolso do diretor/empresário.

    ResponderExcluir
  2. oi meu nome e caio quirino tenho 11 anos deixo um link meu jogando bola estou a procura de clubes para fazer teste http://www.youtube.com/watch?v=H_gQdr-Szn0 ou digite no ytube caio quirino tel 16-91743330

    ResponderExcluir