Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Vila perde em casa para a Aparecidense

Com o Vila Nova ou é 8 ou 80.

Ou ganha bonito, ou perde feio.

Desde Abril do ano passado que o time não vence duas seguidas.

O Vila Nova tomou um baile, em pleno Onésio Brasileiro Alvarenga, ao perder para a Aparecidense por 3 a 1.

Roberto Cavalo tomou um "nó tático" do técnico Wladimir Araújo.

O próprio treinador do Vila admitiu erro na escalação.

Em alguns momentos parecia que a Aparecidense tinha dois ou três jogadores a mais.

O tropeço é inadimissível pela importância do jogo, com o resultado a Aparecidense entrou no G4 e ocupa o quarto lugar com oito pontos, no lugar do Vila Nova que caiu para a sexta posição, com seis pontos.

Os gols da Aparecidense foram marcados por Geovane, Zé Carlos (pênalti) e Bruno Aquino, o meio-campista Evandro descontou para o Tigrão.

O Vila agora terá complicações para se recuperar, na próxima rodada, o Vila Nova encara o Itumbiara, quarta-feira, no Estádio JK, em Itumbiara, ás 20h30. No sábado o Vila enfrentará, nada mais, nada menos, do que o Atlético.

Ficha técnica
VILA NOVA 1X3 APARECIDENSE

Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia
Data: 05/02/2012. Horário: 17 horas
Árbitro: Fabrício Nery. Assistentes: Cristian Passos e Cleyton Pereira
Cartão vermelho: Tatu 13’ 2T (Aparecidense)
Gols: Evandro 16’ 2T (Vila Nova); Geovane 8’ 1T, Zé Carlos 25’ 1T e Bruno Aquino 28’ 2T (Aparecidense)
Renda: R$ 33.595,00. Público: 2.472 pagantes.

VILA NOVA: Júlio César; Nêgo, Rafael Pedro, Rafael Vaz e Wanderson (Wescley); Luiz Marques, Evandro, Ricardinho (Diego) e Rondinelly; Marion (Daniel) e Patrick. Técnico: Roberto Cavalo.

APARECIDENSE: Flávio Mendes; Leonardy, Carlão, Pedro Henrique e Jonathan; Geovane, Raphael Luz (Robert), Renato Xavier e Zé Carlos; Guilherme (Bruno Aquino) e Tatu. Técnico: Wladimir Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário