Páginas

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Adilson Batista vem aí

Adilson Batista será o novo técnico do Atlético-GO para a sequência da temporada. O treinador estará nas tribunas do Estádio Serra Dourada, em Goiânia, nesta quinta-feira.

Adilson terá a oportunidade de dar um novo rumo para a sua carreira. Depois de ter comandado com sucesso o Figuenrense e Cruzeiro, o treinador acumulou insucessos no São Paulo, Corinthians, Santos e Atlético-PR, sendo demitido de todos.

O detalhe é que nas saídas do São Paulo e Corinthians as demissões vieram depois de derrotas para o Atlético Goianiense.

Em 10 de outubro de 2010, pelo Corinthians, pediu demissão após uma derrota em casa de 4 x 3 para o Dragão.

Em 16 de outubro de 2011, no comando do São Paulo, a derrota foi por 3 a 0.

A passagem pelo Cruzeiro foi o ponto alto da carreira de Adílson, de 2008 a 2010. Em dois anos e meio no comando do Cruzeiro, Adílson foi o oitavo técnico que mais dirigiu o time nos 89 anos de história. Foram 170 jogos, com 97 vitórias, 34 empates e 39 derrotas, com 324 gols a favor e 193 contra. São 63,72% de aproveitamento de pontos.

Opinião

Adílson, depois do Cruzeiro, entrou no Hall dos técnicos de primeira linha do futebol brasileiro. Criou fama de bom estrategista, com esquema de jogo inteligente e elogiado taticamente até pelos jogadores.

Nos seus últimos contratos acabou destruindo essa fama. O esquema, antes eficiente, passou a ser burocrático e de difícil de assimilar por parte dos jogadores.

É uma aposta arriscada, Adilson, embora tenha hoje um mercado reduzido, ainda é um técnico considerado caro.

Não posso mudar o meu pensamento só porque ele veio para o Atlético. A minha crítica no ano passado, era de há algo errado em um técnico que não conseguiu ser vencedor no Santos de Neymar e no São Paulo de Lucas.

Ele pode dar certo com as características do Atlético. É defensivo, gosta de jogar com três volantes, talvez por isso não tenha dado certo no Santos e no São Paulo.

O futebol é feito de riscos, a diretoria do Atlético tem suas justificativas.

Torço para que dê certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário