Páginas

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Goiás vence clássico e se aproxima da final

Foi um jogo ruim, muito truncado no meio campo e com poucas chances de gol.

O Goiás teve um atuação melhor e mereceu o resultado.

O Vila esteve muito mal na armação, com uma atuação apática de Rondinelly, que parece estar com a cabeça voltada em uma inevitável, ou talvez concretizada, negociação.

A atuação da arbitragem foi ruim. O auxiliar João Patrício viu impedimento em um gol legal do Goiás no inicio do segundo tempo. No final do jogo o arbitro André Luiz Castro não viu um pênalti claro para o Vila Nova.

Com a vitória sobre o Vila Nova por 1 a 0, o Goiás agora pode perder por um gol de diferença, no segundo jogo, que estará na final do Goianão. Ao Vila Nova só interessa vencer por dois gols de diferença no próximo confronto, que será no próximo domingo, às 16 horas, no estádio Serra Dourada.

Uma desclassificação com empate pode ser interessante para o Vila Nova, pois, se o Crac perder no sábado, o time conquistará a terceira vaga goiana para a Copa do Brasil de 2013. Se o Crac empatar o Vila precisará vencer, por diferença de um gol será terceiro ou por diferença maior, se classifica, e ganha a vaga por ser no mínimo vice.

Já o Goiás, mesmo com a vantagem, pode ter que vencer o Vila Nova mais uma vez. Se o Atlético vencer o Crac, no sábado, o Goiás só manterá a liderança geral e, consequentemente, a vantagem de resultados iguais, se vencer o Vila Nova no domingo.

Ficha técnica
VILA NOVA 0X1 GOIÁS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Data: 22/04/2012
Horário: 16 horas
Árbitro: André Luiz Castro
Assistentes: Fabrício Vilarinho e João Patrício
Renda: R$ 229.939,00
Público: 13.687 pagantes
Gol: Ricardo Goulart 1’ 1T (Goiás)
VILA NOVA: Júlio César; Nêgo (Alan), Rafael Vaz, César Gaúcho e Romário (Jorginho); Evandro, Ricardinho, Rafael Carioca e Rondinelly (Diego); Marion e Patric.
Técnico: Robélio Schneiger
GOIÁS: Harlei; Peter, Valmir Lucas, Rafael Toloi (Wallinson) e Egídio; Amaral, Marcos Paulo, Ramon, Thiago Humberto (David) e Ricardo Goulart; Iarley (Felipe Amorim).
Técnico: Enderson Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário