Páginas

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Imperador mata treino e atropela motociclista


Começou...

Adriano faltou ao treino programado para esta segunda-feira, no Ninho do Urubu, e não apresentou justificativas. O motivo, porém, foi a visita que fez à Vila Cruzeiro, comunidade do Rio de Janeiro na qual foi criado. Depois de chegar de Porto Alegre com a delegação do Flamengo, o atacante foi para a favela e passou o dia por lá. Às 18h, ao deixar o local em sua BMW branca, envolveu-se num acidente no qual um motociclista foi atropelado. Ningúem foi ferido gravemente.

Sem uma explicação dada até o momento, o Flamengo aguardará uma reunião com Adriano para saber o que ocasionou na sua ausência. Caso a justificativa não seja favorável, a diretoria admitiu que irá estudar meios de punir o centroavante dentro do que já havia sido estipulado na assinatura de seu contrato.

O vínculo firmado com o clube foi baseado justamente neste tipo de cláusula. O termo assinado por Adriano coloca o seu salário condicionado às suas participações dentro e fora de campo. O chamado contrato de risco foi a saída que a presidente Patrícia Amorim encontrou após o jogador faltar a uma série de atividades no Corinthians e ser demitido pelos paulistanos por justa causa. O incidente ocorreu pouco tempo antes de o jogador ser submetido à cirurgia no tendão de Aquiles que fez com que o Flamengo abrisse as portas para a sua recuperação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário