Páginas

sábado, 7 de janeiro de 2012

Vila Nova: Diretor vira empresário dos jogadores do próprio time

A diretoria vilanovense decidiu mudar a gestão das categorias de base do clube. A partir de agora a carreira de todos jogadores amadores será gerida por André Goiano, responsável pelas categorias de base do Vila Nova.

Não é a primeira vez que isso acontece. Em 2004, o então diretor de futebol, Newton Ferreira, fez com que todos os principais jogadores da base assinassem com o empresário Gilmar Veloz.

Pegou muito mal.

Agora a justificativa do presidente do Vila Nova, Eduardo Barbosa, é que é melhor o jogador estar na mão de um funcionário do clube do que vinculado a outros empresários.

A teoria é até bonitinha, deve ser na melhor das intenções, mas é uma decisão ridícula.

O clube já tem o instrumento do contrato ou vínculo jurídico como formador para segurar o atleta. No mais é dar condições de trabalho, segurança e apoio a esses jogadores.

Juridicamente qualquer procuração pode ser revogada, principalmente se comprovada que fora assinada sob coação. Neste caso é isto que parece, quem não tiver o André Goiano como empresário não deve jogar.

Para todos os lados envolvidos essa medida é moralmente incompatível.

Se eu fosse jogador jamais gostaria de ter um diretor cuidando dos meus interesses. É quem já tem procurador? Essa decisão vai gerar confusão e descontentamento.

Já pensou se isso virar moda? Todos os times passarem a ter diretores-empresários. Que lambança.

Essa medida é desnecessária.

Só traz desconfiança e desgaste em um time que precisa de tranquilidade.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Harlei cai na net

Essa foto está fazendo sucesso nas redes sociais. Meu amigo, o radialista, Jairo Gomes, acompanhado do filho Jairo Gomes Júnior, e o goleiro Harlei, do Goiás, em um momento de descontração, segurando um porta-garrafas com o escudo do Vila Nova.

Não tem nada demais.

Mas que repercute, repercute.

Róbston perto do Vitória/BA

O Atlético encontrou um destino para o volante Robston. O jogador será emprestado ao Vitória até o fim da atual temporada. Robston tem contrato com o Atlético até 29 de novembro de 2013.

A intenção da diretoria atleticana era de negociar o jogador em definitivo, mas Róbston, aos 29 anos, não tem mais mercado para isso.

Para ter Róbston, o Vitória cederá um de seus jogadores ao Dragão até o fim do ano.

Estão cotados, o lateral direito Nino Paraíba, o atacante Rildo e os volantes Neto Coruja e Uelliton.

A imprensa baiana cogita que os dois volantes estão mais próximos de um acerto.

Qualquer negócio que for feito será bom. Róbston não tem clima no Atlético.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Goiás chega a 10 jogadores contratados

O Goiás segue apresentando reforços para 2012. São eles o lateral direito Peter, ex-Náutico, e o volante Marcos Paulo, vindo por empréstimo junto ao Coritiba.

Peter fez parte do elenco no Náutico que conquistou umas das vagas para a Série A no ano passado. O lateral atuou em 33 partidas da Série B com a camisa do Timbu. É uma boa contratação.

Marcos Paulo, que participou da conquista da Série B, em 2010 pelo Coritiba, teve um 2011 terrível, jogou apenas seis partidas no rebaixamento do Avaí, onde esteve por empréstimo.

Egídio, lateral-esquerdo, ex-Ceará e Flamengo, também foi apresentado. Ele também vem por empréstimo.


Vejo com desconfiança o planejamento do Goiás.

Muitos jogadores emprestados. Alguns com qualidade, na maioria promessas.

Se destacando ou não eles vão embora no final do ano.

Enquanto isso a diretoria faz um trabalho de desvalorização dos pratas da casa emprestando-os a times menores.

O zagueiro Pedro Henrique e os meias Claytinho e Robert vão disputar o Campeonato Goiano pela Aparecidense, Jonathan vai para o Goianésia, já o zagueiro Robson acertou com o Volta Redonda e vai disputar o Campeonato Carioca.

Nesses clubes, com estrutura inferior ao Goiás, eles não devem evoluir nada.

E o diretor de futebol? Onde está a promessa de João Bosco Luz?

Tudo continua como antes pelos lados da Serrinha.

Assistente goiano entra no quadro da FIFA

Fabrício ao lado de Elmo Rezende e Jesmar Miranda
O árbitro assistente goiano Fabrício Vilarinho da Silva foi integrado nesta quarta-feira, 4 de janeiro, ao quadro de brasileiros da FIFA, mais alto estágio que pode ser atingido na arbitragem. Com a promoção, Fabrício está apto a ser escalado em partidas de competições internacionais envolvendo clubes e seleções. Ele é o segundo goiano a participar do quadro internacional, depois do árbitro Antônio Pereira da Silva.

Com 31 anos de idade, Fabrício Vilarinho além de assistente é professor de Geografia e natural de Brasília, Distrito Federal, mas se mudou para Goiás com um ano de idade. Na arbitragem, terminou o curso de formação em 2001 e em 2005 passou a integrar o quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Com a criação do quadro de Aspirante FIFA em 2011, o assistente goiano se tornou um dos 10 membros.
Na carreira, Fabrício atuou em 565 jogos, entre partidas profissionais e amadoras. Em Campeonatos Goianos da primeira divisão, trabalhou nas finais dos anos de 2006, 2008 e 2009. Em competições promovidas pela CBF fez 161 partidas, com 73 jogos pelo Campeonato Brasileiro Série A. Em 2011 atuou em 29 partidas, com destaque para participação nas quartas de final da Copa do Brasil, entre São Paulo e Avaí.

Perfil
Nome: Fabrício Vilarinho da Silva
Data de Nascimento: 19/07/1980
Naturalidade: Brasília – DF
Profissão fora da arbitragem: Professor de Geografia para Ensino Médio e Pré-Vestibular
Início da Carreira de árbitro: 2001
Ingresso no quadro CBF: 2005
Ingresso no quadro Aspirante FIFA: 2011
Ingresso no quadro CBF: 2012
Quantidade de jogos na carreira: 565
Quantidade de partidas pela CBF: 161
Quantidade de partidas pelo Campeonato Brasileiro Série A: 73
Quantidade de atuações em finais de Campeonato Goiano: 3 (2006 / 2008 / 2009)

Fonte: FGF

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Fotos raras - Bill no Goiânia em 1977

O artilheiro deixou sua marca também no Galo

Rádio Goiano perde José Pereira

O ano começou com uma notícia triste. Aos 20 minutos de 2012 perdemos José Pereira dos Santos, aos 62 anos. Ele sofreu um ataque cardíaco fulminante enquanto passava a festa de réveillon com familiares em Pires do Rio (GO). 

José Pereira, o técnico dos técnicos, o anjo bom, era coordenador de externas na Rádio 730. O pai de Charlie Pereira, coordenador de Esportes na Rádio 730, era um dos principais profissionais da área no Barsil. Perfeccionista, José Pereira, foi um dos grandes responsáveis na implantação da Rádio K do Brasil, onde na área técnica proporcionou a qualidade de som que a 730 tem até hoje.

Convivi com José Pereira nos últimos dez anos, trabalhamos juntos na Rádio K e depois 730 e também na Companhia FM. Engajamos também na disputa pela presidência da Associação dos Cronistas Esportivos de Goiás, Pereira queria melhores condições de trabalho para a classe.

José Pereira era único, jamais existirá outro igual.

Perdi um amigo.

À família a minha solidariedade neste momento difícil.

José Pereira e Daniel Barbosa nas Eleições da ACEEG 2011

João Vasconcelos, Jean Damas, André Isac e José Pereira, na Companhia FM em 2008

Itumbiara monta timaço para o Campeonato Goiano

A Itumbiara montou um baita time para o Goianão 2012.

No "papel", na minha opinião, esse time só não é melhor que o Atlético/GO.

O problema é que o Itumbiara é um time de verão, os jogadores chegam ganhando muito dinheiro e logo estarão pensando no segundo semestre.

Ou pode dar muito certo ou muito errado. Com altos investimentos o Itumbiara já ganhou um título e teve um rebaixamento no Campeonato Goiano.

De qualquer modo, o time tem dois bons jogadores para cada posição. Por isso o aponto como um dos candidatos ao título.

Os treinos começam nesta terça-feira, dia 3, a estréria será no dia 22 de janeiro, contra o Goianésia, em Goianésia, ás 17 horas.

Elenco do Itumbiara:

Goleiros:  Bruno (Itumbiara), Marcelo Pitol (Icasa), Rodrigo Galatto (Neuchâtel Xamax (Suíça) e André Luiz

Laterais: Andrezinho (Bragantino), Claudemir (Nacional-AM) Gleidson (Paraná) e Chiquinho (ASA)

Zagueiros: Preto (América-MG), Eduardo Luiz (Vasco), Edson Borges (Grêmio Barueri) e Micão (América-MG)

Volantes:  Mancuso (Ponte Preta), Bruno Sabino (Itumbiara), Zé Luiz (Vitória) e Paraná (Formosa-GO)

Meias: Wellington Amorim (Itumbiara), Erick Flores (Duque de Caxias), Marcus Vinicius (Sampaio Corrêa), Marcinho (Bragantino), Cristian (Itumbiara) e Jaime

Atacantes: Schwenck (Criciúma), John César (Duque de Caxias), Rodrigo Pardal (Itumbiara), Lins (ABC), Landu (Itumbiara), Neto (Itumbiara) e Reinaldo (Itumbiara)

Técnico: Roberto Fonseca (ex-Paraná Clube)

O ano do Dragão

2012 no horóscopo chinês é o ano do Dragão.

No futebol goiano tem tudo pra ser mesmo o grande ano do Atlético Goianiense.

O dinheiro da TV passou de 7 para 29 milhões. Em campo um calendário cheio, com a disputa do estadual, onde busca o Tri, a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e a inédita participação na Sul-Americana.

O ano começa bem com a renovação de contrato do lateral Rafael Cruz, a quase certa contratação do atacante William ex-Avaí, a provável manutenção do zagueiro Leonardo, as contratações do lateral esquerdo Márcio Azevedo, ex-Botafogo, do zagueiro Gabriel, ex-Sport, além da renovação de contrato do goleiro Márcio por mais três anos. O retorno de Elias, do Figueirense, também pode acontecer.

O clube já confirmou a contratação do meio de campo Fernando Bob, do Fluminense e do lateral Everton Silva, ex-Duque de Caxias/RJ.

O Dragão começa o ano como favorito a conquistar o Campeonato Goiano, permanecer na Série A e a fazer bonito, sem tanta prioridade, na Copa do Brasil e Sul-Americana.