sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Era Martinez no Vila Nova: 22 contratações


O Vila Nova não está fazendo por onde para subir para a Série B.

O trabalho que parecia ter começado consciente virou uma bagunça.

Na gestão Marcos Martinez, que começou em Maio, até agora foram contratados 22 jogadores e muitos deles já foram dispensados. E vale lembrar que quando o Jair Rabelo contratou 17 jogadores presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Diniz, quase deu um troço.

Na era Martinez vieram: Ederson, Toninho, Jean Pablo, Israel, Júlio, Anderson, Edinho, Russo, Reivan, André Luiz, Thiago Ryan, Almir, Gilcimar, Edu Amparo, Wendell, Rafael Morisco, Mancuso, Marcelinho, Vinícius, Matheus Magro, Preto e Pedro Júnior.

Poucos acertos, muitas contratações sem critério e dinheiro jogado fora.

Para quem está aqui, com salários atrasados, o clima piora quando chega mais gente chegando todos os dias.

Troxeram o Saran, um técnico quase amador. Poderiam ter efetivado o Roberto Oliveira.

Agora veio o Da Matta, que não é bobo, mas chegou em uma situação complicada.

O time está sendo remontado no meio do campeonato.

Se der certo, tudo foi escrito por linhas tortas.

O STJD e a nova armação contra o Treze/PB


A CBF e o STJD não se conformam em ver o Treze/PB disputando a Série C.

Nesta quinta, o tribunal pelo do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), decidiu colocar sub judice todos os resultados obtidos pelo Treze na Série C do Campeonato Brasileiro.

A decisão, que foi tomada de maneira unânime, atendeu a um pedido da procuradoria do órgão, que alegou que o Treze só deve ter seus resultados homologados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) depois que uma decisão final do mérito seja tomada pela Justiça.

Segundo o relator do caso, o auditor Ronaldo Botelho Piacente, isto não deve acarretar em nenhum prejuízo ao clube paraibano. Isto porque, se a Justiça Comum vier a confirmar em última instância a decisão liminar que garantiu ao Alvinegro o direito de disputar a terceira divisão nacional, os resultados serão automaticamente validados.

- Não há qualquer prejuízo ao Treze. Se a Justiça Comum lhe der ganho de causa, os resultados serão validados. Se não, o caso voltará ao STJD para nossa análise – declarou o relator ao defender o posicionamento encaminhado pela procuradoria do STJD.

Com isso, os pontos que vierem a ser conquistados pelo Treze, bem como aqueles que já constam na tabela, só serão de fato confirmados após a análise final do mérito da questão, que não tem uma data exata para acontecer. No entanto, o Galo segue disputando os jogos de maneira normal e o Rio Branco-AC continua excluído.

Atualmente o clube paraibano é o quinto colocado do Grupo A, com 13 pontos conquistados. Ele está um ponto do G4, mas também apenas um ponto na frente da zona de rebaixamento.

O Departamento Jurídico da CBF declarou apenas que não foi notificado da decisão. E que portanto não pode dar detalhes sobre o procedimento que vai ser adotado ou se os pontos do Treze serão momentaneamente retirados da tabela.

Depois do julgamento, o advogado George Ramalho Filho, que representa o Treze nesta ação, disse que a determinação do STJD não altera em nada a situação do clube dentro da competição e que, por esse motivo, o Treze nem trabalha com a possibilidade de tentar recorrer da decisão que foi tomada nesta quinta-feira.

Opinião

Essa decisão do STJD é mais uma desobediência à liminar do Treze. STJD e CBF devem aceitar o Treze no campeonato sem restrições, essa é a ordem judicial.

Essa conversar do auditor que não altera nada é balela. O advogado do Treze não pode cair nessa conversa.

Se não alterasse eles nem julgariam.

Essa é uma manobra para prejudicar o time paraibano. De quebra outros times também podem ter prejuízos.

Não há data para o julgamento do mérito. Sem os pontos homologados, conquistados ou perdidos pelo Treze, todo o campeonato ficará comprometido.

Ao final da primeira fase, se o Treze estiver classificado? O que vão fazer? Como classificarão um time sem pontos homologados? E os pontos que conquistarem do Treze? Valerão ou não? Se houver um classificado com, e outro sem, os pontos os pontos do Treze?

A decisão pode abrir brechas para novas ações judiciais.

O STJD continua se achando acima das leis e mais uma vez, como no caso Rio Branco, pode provocar mais uma lambança jurídica no futebol brasileiro.

Valdvino de Oliveira - Radio Difusora

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Pronto Falei - Comentário sobre o Neymar - 13 09

Palmeiras demite Felipão

Felipão e Murtosa estão fora

Nem o mais amado técnico da história recente do Palmeiras resistiu à ameaça de retorno à Série B. Campeão da Copa do Brasil há dois meses, o técnico Luiz Felipe Scolari foi demitido do cargo nesta quinta-feira. O treinador, que tinha contrato apenas até o fim do ano, sai deixando a equipe na zona de rebaixamento do Brasileirão, a sete pontos do primeiro time fora do grupo dos quatro últimos.

Em nota, o Palmeiras afirmou que "em reunião realizada na tarde desta quinta-feira entre presidência, diretoria de futebol e comissão técnica do Palmeiras, ficou decidido em comum acordo o encerramento do contrato de trabalho entre o técnico Luiz Felipe Scolari e o clube. Junto com Felipão, o auxiliar técnico Flávio Murtosa também deixa o clube", escreve o comunicado, que trata Scolari como "um maiores comandantes que o clube já teve em toda a sua história."
Esta era a segunda passagem de Felipão pelo Palmeiras. A primeira, que começou em 1997, rendeu os títulos da Copa do Brasil e da Copa Mercosul de 1998, da Libertadores de 1999, além dos vice-campeonatos Brasileiro (1997) e da Libertadores (2000). A parceria chegou ao fim em meados de 2000, quando o treinador acertou sua ida para o Cruzeiro. O auxiliar Murtosa ficou mais um pouco e levou o time ao título da Copa dos Campeões daquele ano.

Depois de passar, entre outros, pelas seleções do Brasil e Portugal e ficar quase uma década sem treinar clubes brasileiros, o treinador voltou ao Palmeiras como ídolo, após a Copa de 2010. Tinha a confiança de jogadores, torcida e dirigentes. Mas a falta de resultados fez Felipão entrar em conflito com boa parte daqueles que antes o apoiavam.
A alta multa rescisória, porém, não permitia nem que Felipão pedisse demissão, nem que a diretoria tomasse essa atitude. E o treinador foi ficando e, ao seu estilo, reconquistando jogadores, torcedores e até os dirigentes. Com um grupo relativamente barato e sem muitas peças de reposição, ele deu um voto de confiança para o seu elenco e acabou recompensado com o título da Copa do Brasil, em julho deste ano.

Com contrato apenas até o fim do ano, o treinador voltou a ter o seu passe valorizado depois do seu quarto título de Copa do Brasil. Mas ele deixava claro que sua permanência no clube não era certa, apesar da classificação para a Libertadores. Parte dos torcedores cobrava uma decisão rápida, preferindo que um possível novo treinador tivesse a possibilidade de montar o elenco para a competição continental.
O que os palmeirenses não imaginavam é que, antes da Libertadores, fossem ter que brigar para não cair no Brasileirão. Enquanto o time jogava a Copa do Brasil, as derrotas no Brasileiro, com o time reserva, pareciam normais. Mas quando a equipe foi ficando completa e as vitórias não vieram, a luz vermelha foi acesa. Nos últimos oito jogos, foram seis derrotas, um empate e apenas uma vitória, sobre o Sport, outro time da zona de rebaixamento.

Jogador do Atlético/GO agride policial civil e recebe voz de prisão


Ricardo Bueno, atacante do Atlético/GO, assistia o jogo nas cadeiras, perto de torcedores, apelou quando um torcedor xingava o time.

O alvo da ira de Ricardo Bueno era o ex-árbitro de futebol Juarez Mendonça. Acompanhado do torcedor estava a também ex-árbitro Vilmar Aris.

O bate boca começou, até que policiais militares apareceram e funcionários do Atlético se aproximaram.

Quando a confusão parecia terminada, Ricardo Bueno agrediu Vilmar Aris. O agredido mostrou sua identificação, era um policial civil, que imediatamente deu voz de prisão ao atleta.

Ricardo Bueno foi parar na delegacia, prestou esclarecimentos e em seguida foi liberado. Responderá processo pro lesão corporal.

Ricardo Bueno está errado, as imagens feitas pelo repóster Ailton Cruz comprovam.

Portuguesa tentou contratar Petkovic


A procura por uma camisa 10 continua na Portuguesa. Após fracassarem as negociações com o meia Lucio Flavio, os dirigentes lusitanos tentaram convencer o meia sérvio Petkovic a largar aposentadoria e voltar a jogar futebol. Amigo pessoal do técnico Geninho, o jogador recusou a proposta feita pela equipe rubro-verde.

“Somos amigos, de um frequentar a casa do outro. Conheci o Pet antes dele chegar ao Brasil. Ele é um jogador fora do normal. Nos treinos, ele era igual ao Dida, hoje na Portuguesa. Ele era o primeiro a chegar e o último a sair dos treinos. Liguei para perguntar se ele gostaria de jogar aqui na Portuguesa, mas disse que não pretendia voltar a jogar futebol”, revelou o técnico Geninho, que foi treinador do sérvio no Vitória, em 1998 e no Goiás em 2007.

Enquanto a contratação de uma meia não chega, Geninho vai se virando como pode com os jogadores que tem no elenco. O meia Héverton segue lesionado e só dever voltar aos gramados no início do próximo mês. O volante Moisés foi quem assumiu a camisa 10 no Brasileiro, e tem sido um dos principais jogadores na boa campanha do time.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Santos aceita vender Ganso


São Paulo, Santos, DIS e Paulo Henrique Ganso caminham a passos largos para o fim da novela que deve levar o meia ao Morumbi até o final desta semana. Pela primeira vez, o presidente do Peixe, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, admite que pode negociar o jogador pelo valor proporcional aos 45% dos direitos econômicos do atleta a que o clube tem direito, correspondente a R$ 23,8 milhões. Antes, o Peixe batia o pé pela quantia integral, inclusive em nota oficial: exigia os R$ 53 milhões.

É que o DIS, que detém 55%, deverá abrir mão de receber pela negociação, em documento. Assim, o São Paulo precisa topar adquirir somente os 45% do Santos por um valor superior ao que estava disposto a pagar. A primeira oferta foi de R$ 23 milhões, e a seguinte, de aproximadamente R$ 30 milhões, ambas pela totalidade dos direitos. Agora, São Paulo e DIS terão de chegar a um acordo sobre como o grupo será beneficiado no futuro.

- Nem adianta o São Paulo apresentar uma proposta se for inferior aos R$ 23,8 milhões. Vão gastar tinta e papel. Esse é o número para o Ganso sair do Santos. O assunto já encheu, é difícil ficar cuidando só disso na vida. Tenho um monte de outras coisas importantes para tratar - afirmou Laor, em entrevista à Rádio Globo.

Para que o anúncio seja feito, o acordo precisa ser colocado no papel. O DIS quer ver Ganso no Morumbi e deverá documentar que abre mão de sua parte para novamente não perder dinheiro em uma transação com o Peixe. A empresa entende que teria dificuldades para receber caso o Santos tivesse de repassar o valor, já que brigam na Justiça por situação semelhante envolvendo Wesley, hoje no Palmeiras. Em 2010, o volante foi vendido para o Werder Bremen, e o Peixe não repassou o valor que a empresa entendia ser o correto.O caso ainda está sendo discutido na Justiça.

Pronto Falei - Comentário sobre o Palmeiras

Jogo do Brasil: Troca das notas começa nesta sexta-feira


A Federação Goiana de Futebol (FGF) inicia na próxima sexta-feira, 14, a partir das 9 horas, a troca de notas fiscais por ingressos para o jogo da Seleção Brasileira contra a Argentina. Serão disponibilizados 22 mil ingressos promocionais para a partida do dia 19 de setembro, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. A expectativa da FGF é que as trocas terminem ainda na sexta-feira.

A ação é realizada em parceria com o Governo de Goiás, por meio do projeto Futebol Premiado – Nota Show de Bola, que conta com o apoio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e do Ministério Público Estadual.

Para obter um ingresso é necessário apresentar 100 reais em notas fiscais emitidas em Goiás no ano de 2012, juntamente com a doação de cinco quilos de alimentos não perecíveis, exceto sal, fubá e farinha. Cada pessoa tem direito a somente um ingresso, que será concedido mediante apresentação de documento de  identidade juntamente com o CPF, ou da carteira de habilitação. Os documentos ficarão registrados no sistema e bloqueados para obtenção de outro bilhete da promoção.

Estrutura

Mais de cem profissionais estarão envolvidos diretamente com as trocas de notas fiscais por ingressos. Ao chegar à rampa de acesso às bilheterias do estádio Serra Dourada os torcedores entrarão em uma das oito filas organizadas, onde receberão pulseiras de identificação. Logo após haverá o encaminhamento a uma das cinco tendas em que serão recolhidos os alimentos. Devidamente identificados pela pulseira, os torcedores se dirigem a um dos 44 guichês para apresentarem os documentos de identificação, entregarem as notas fiscais e receberem o bilhete para assistir à partida.

No local haverá vários orientadores para indicar o caminho que os torcedores devem percorrer até a retirada do ingresso e sanar possíveis dúvidas*.

As filas serão organizadas por seguranças particulares, com o apoio de policiais militares, que se farão presentes com viaturas no local. Serão disponibilizados banheiros químicos e três containers com mil litros de água cada para a hidratação dos torcedores.

REQUISITOS PARA TROCA DE INGRESSOS
JOGO BRASIL X ARGENTINA

R$100,00(cem reais) em notas ou cupons fiscais.
5 KG de alimentos não perecíveis (exceto sal, fubá e farinha de trigo).
Apresentação de carteira de habilitação(CNH) ou carteira de identidade + CPF
Menores de 18 anos somente acompanhados de pai ou mãe devidamente documentados e com apresentação obrigatória de carteira de identidade.
Sistema informatizado, portanto SOMENTE 01 INGRESSO DE ARQUIBANCADA POR PESSOA.

Serviço:

TROCA DE NOTA FISCAIS PARA JOGO DO BRASIL

Data:14 de setembro, sexta-feira
Local:Estádio Serra Dourada
Hora:a partir das 9 horas

Marcelo Oliveira é do Vasco


O Vasco não perdeu muito tempo após a demissão de Cristovão Borges e já tem um novo treinador. O alvinegro anunciou nesta quarta-feira (12) a contratação de Marcelo Oliveira. O contrato do técnico com o clube carioca vai até dezembro de 2013.

O novo treinador vascaíno se destacou comando o Coritiba de janeiro de 2011 até a última quinta (6), quando foi demitido. No alviverde, Marcelo conquistou o bicampeonato paranaense e foi duas vezes vice-campeão da Copa do Brasil. Além do time paranaense, o técnico teve passagens por Atlético-MG, CRB, Ipatinga e Paraná.

Opinião: Marcelo Oliveira era o melhor nome entre os treinadores disponíveis no mercado. Excelente contratação.

Dragão traz de volta o lateral Adriano


Com Rafael Cruz machucado o Atlético/GO contava apenas com Marcos para a lateral-direita. Recentemente, jogadores como Diogo Campos e Marino foram improvisados no setor.

Diante disso o Atlético-GO recorreu a um ex-jogador do próprio Dragão para o setor. Adriano José Lara, de 24 anos, está de volta depois de discreta passagem pelo Atlético-PR. Com lesão no joelho, o jogador passou por uma artroscopia em abril, mas está recuperado.

O lateral ficará por empréstimo até o fim do ano. No ano passado, Adriano fez o gol do título goiano do Dragão diante do Goiás.

Ficha do jogador
Nome: Adriano José Lara
Idade: 24 anos
Posição: Lateral-direita
Altura: 1,85m
Peso: 86 Kg
Carreira:
Corinthians-PR (2006 – 2008); Coritiba (2009); Rio Ave-POR (2009 – 2010); Atlético-GO (2010 – 2012); Atlético-PR.

Opinião: Boa contratação.

Goiás perde muitos gols, mas bate o vice-líder da Série B

Ramon fez o gol da vitória do Verdão

O Goiás abriu o placar aos três minutos de jogo com Ramon.

E continuou tendo o domínio do jogo até o final. Mas perdeu um "caminhão" de gols.

Egídio, Vítor e Amaral, ainda no primeiro tempo, tiveram chance de fazer o segundo gol, mas pararam no goleiro Michel Alves.

No início do segundo tempo, Nirley, do Criciúma foi expulso.

Com um a menos o time catarinense quase empatou aos 21 minutos.

Michel Alves, brilhou novamente, em dois lances que Walter teve para marcar para o Verdão.

Ricardo Goulart e Junior Viçosa também tiveram suas chances, mas desperdiçaram.

No finalzinho, Junior Viçosa acertou o travessão, Walter, no rebote, com gol vazio, cabeceou para fora.

Vitória do Goiás, por 1 a 0.

O público foi de 13.030 pagantes.

Com a "quase" goleada, o Goiás chegou aos 46 pontos, mesma pontuação do Criciúma. O Catarinenses ainda mantém a frente, levando vantagem no número de vitórias: 14 a 13.

A competição continua no final de semana. O Goiás, de novo, vai atuar diante de sua torcida e contra o Atlético-PR, outro time que está no G4 re briga pelo acesso. O Criciúma vai tentar se recuperar em casa, diante do ASA.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Tatu-bola será o mascote da Copa


O Tatu-Bola será a mascote da Copa do Mundo do Brasil, em 2014. O anúncio oficial ainda não foi feito, mas a Fifa registrou, nesta terça-feira (11), uma imagem produzida do boneco que será símbolo do Mundial. O registro no instituto de marcas e patentes da Suíça, onde a Fifa tem sede, torna o desenho propriedade da organizadora do evento.


No OHIM, a Fifa disponibilizou imagens em preto e branco e em 3-D do tatu-bola, que será amarelo e terá o casco azul. A ideia de ter o "Tolypeutes tricinctus" como símbolo do Mundial do Brasil surgiu no Ceará e foi apresentada apenas em fevereiro ao Ministério do Esporte e ao Comitê Organizador Local (COL) pela ONG Associação Caatinga, idealizadora do projeto.

No texto da campanha, a Associação Caatinga explica que o "Tolypeutes tricinctus" é o tipo de tatu mais ameaçado do Brasil e que a caça já o fez desaparecer de muitos estados. Para defender a escolha da mascote, a ONG lembrou que o nome original do tatu-bola foi dado devido à habilidade de curvar-se sobre si mesmo para se proteger quando ameaçado, ficando no formato de uma bola.

Opinião: Gostei do Mascote, original e sugestivo. Não gostei de Brazuca, o nome da bola.


Artur Neto, a última cartada do Dragão


Arthur Neto está de volta ao Atlético. O treinador já trabalhou por duas vezes no Dragão. Ele substitui Jairo Araújo, que voltará à condição de auxiliar.

No Atlético, Arthur Neto foi campeão Goiano de 2007 e conquistou o acesso para a Série A, em 2009.

O contrato é até o final do ano.

O treinador chega com a missão quase impossível de livrar o time do rebaixamento.

Em 2010, Arthur viveu situação parecida no Goiás, mas, não conseguiu tirar a equipe da segunda divisão, porém, levou o alviverde à final da Copa Sul Americana.

O último trabalho de Arthur Neto foi no Rio Verde, no Campeonato Goiano de 2012. O treinador salvou a equipe do Sudoeste do rebaixamento, que parecia impossível.

Artur é sério e trabalhador, é ofensivo e mptivador.

É a última cartada do Dragão.

Gostei da contratação.

Vale a pena tentar.

Depois da goleada, Mano convoca seleção para jogo em Goiânia


O técnico Mano Menezes divulgou nesta segunda-feira, depois dos 8 a 0 contra a China, a lista dos convocados para os duelos do Superclássico das Américas, a ser disputado em Goiânia, no próximo dia 19 de setembro e no dia 3 de outubro na Argentina.

Goleiros
Cássio - Corinthians
Jefferson - Botafogo

Laterais
Lucas - Botafogo
Marcos Rocha - Atlético Mineiro
Fábio Santos - Corinthians
Carlinhos - Fluminense

Zagueiros
Rodolpho - São Paulo
Réver - Atlético Mineiro
Dedé - Vasco

Volantes
Paulinho - Corinthians
Ralf - Corinthians
Arouca - Santos
Fernando - Grêmio

Meias
Lucas - São Paulo
Bernard - Atlético Mineiro
Jadson - São Paulo
Thiago Neves - Fluminense
Welington Nem - Fluminense

Atacantes
Luis Fabiano - São Paulo
Leandro Damião - Internacional
Neymar - Santos

Opnião: Se a seleção é para os melhores atuando no Brasil faltaram Fred e Elano.

Sobre o amistoso: O Íbis também ganharia da China.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cristóvão não mais técnico do Vasco


O técnico Cristovão Borges não comanda mais o time do Vasco. O treinador pediu demissão nesta segunda-feira, um dia depois da derrota para o Bahia por 4 a 0, em São Januário. A saída de Cristovão foi anunciada pelo presidente Roberto Dinamite em entrevista coletiva hoje. O auxiliar-técnico Gaúcho assume interinamente.

Cristovão era auxiliar no Vasco até agosto do ano passado, quando assumiu o posto principal após o AVC (acidente vascular cerebral ) sofrido pelo então técnico Ricardo Gomes, durante um clássico contra o Flamengo no Engenhão. Cristovão e Gomes são amigos de longa data.

Sob seu comando, o Vasco terminou o Brasileiro como vice-campeão e levou a equipe até a semifinal da Copa Sul-Americana. Este ano, foi até as quartas de final da Libertadores, caindo diante do Corinthians, que seria campeão. Um dos seus maiores feitos foi manter o Vasco durante 48 rodadas no G4, feito completado neste domingo da goleada para o Bahia, superando o recorde do Cruzeiro.

Opinião

O Vasco perdeu competitividade, Cristóvão estava desgastado e sem clima.

Se quiser mudar para melhor, o nome de Marcelo Oliveira, ex-Coritiba, é uma boa opção.

Minha convocação para o Superclássico


O técnico Mano Menezes divulgará nesta segunda-feira, logo após o amistoso contra a China, a lista dos convocados para o primeiro duelo do Superclássico das Américas, a ser disputado em Goiânia, no próximo dia 19 de setembro e no dia 3 de outubro na Argentina.

Nestes jogos Mano poderá utilizar apenas jogadores que atuam no Brasil, regra que também se aplica à seleção rival.

Diante disso, antes de Mano, vai a minha convocação:

Goleiros
Cássio - Corinthians
Diego Cavalieri - Fluminense
Jefferson - Botafogo

Laterais
Ayrton - Coritiba
Ceará - Cruzeiro
Júnior César - Atlético Mineiro
Carlinhos - Fluminense

Zagueiros
Gum - Fluminense
Réver - Atlético Mineiro
Leonardo Silva - Atlético Mineiro
Dedé - Vasco

Volantes
Paulinho - Corinthians
Ralf - Corinthians
Arouca - Santos
Fernando - Grêmio

Meias
Lucas - São Paulo
Bernard - Atlético Mineiro
Danilo - Corinthians
Elano - Grêmio

Atacantes
Fred - Fluminense
Leandro Damião - Internacional
Neymar - Santos
Ronaldinho Gaúcho - Atlético/MG

Léo causa polêmica no Santos


O lateral-esquerdo Léo desabafou sobre a 'novela Ganso' após o empate sem gols contra o São Paulo, neste domingo, e alterou o tom de voz para dizer que a diretoria do Santos deveria valorizar o armador, que segue na mira do próprio Tricolor.

Veja o vídeo:



Após disparar críticas, o lateral esquerdo Léo emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira:

Atento à repercussão de minhas declarações após o clássico deste domingo com o São Paulo, venho a público para esclarecer que meu objetivo foi apenas o de manifestar solidariedade a atletas que marcaram seus nomes com a camisa do Santos Futebol Clube.
Reconheço que talvez tenha extrapolado no tom de minhas palavras e que o momento pode não ter sido o mais oportuno, mas em nenhum instante tive a intenção de criticar a diretoria. Trabalho com os atuais dirigentes desde o início do mandato do Presidente Luís Álvaro, em 2010, e sempre tive com todos um relacionamento aberto e respeitoso.
Nesses últimos dois anos e meio, juntamente com o elenco e comissão técnica, tive a felicidade de participar da conquista de cinco títulos, dentre eles a histórica Libertadores de 2011. Essa sequência vitoriosa já evidencia que o saldo do grupo que comanda o clube é altamente positivo.
Assumo a responsabilidade de minhas declarações e irei aceitar qualquer tipo de sanção que seja aplicada a mim pela direção do Santos.
Com esse comunicado, de minha parte, espero dar o assunto por encerrado, afirmando que não irei mais me manifestar sobre temas que não estejam relacionados às minhas atividades como atleta profissional de futebol.

Leonardo Lourenço Bastos, Léo, lateral do Santos Futebol Clube

Rebaixamento e reflexão


Em vinte e três jogos só três vitórias, faltam quinze partidas e o Dragão precisa ganhar nove. Não tem jeito. Não vai dar. O Atlético Goianiense vai cair para a Série B.

Não será o fim do mundo e nem do Atlético. O campeonato tem vinte times e pelo regulamento os quatro últimos tem que cair. Normal, é do futebol. Os que se planejam melhor ficam entre os primeiros e os que não trabalham bem ficam entre os últimos.

Não adianta culpar a Federação, a torcida, a CBF, a imprensa, a bola ou o vento. Não existe nenhuma conspiração, se não os grandes não cairiam, como Palmeiras, por exemplo, que já caiu uma vez e está para cair denovo. A culpa é do próprio Atlético, que, é claro, querendo acertar, não tomou as decisões corretas no ano.

É hora da diretoria repensar, ter humildade e se unir novamente. Nos últimos dois anos, os dirigentes deixaram de falar a mesma língua e o clube se distanciou da torcida, não tinha como dar certo.

Sei que fazer futebol não é fácil, mas não tem segredo, quando o futebol é feito pensando no torcedor, já é mais de meio caminho andado.

Os exemplos estão aí é só comprovar. Quando o Atlético fazia futebol pensando na torcida era um, hoje é outro.

Balanço da 23ª rodada



Aumenta a crise no time de Felipão
A 23ª rodada do Brasileirão teve 28 gols, o melhor público foi no jogo Corinthians e Grêmio, com 24.850 pagantes no Pacaembu, Atlético/GO e Portuguesa, bateu o recorde negativo de presença, com 891 pagantes.

Sábado
Ponte Preta 2 x 2 Figueirense - A Ponte abriu o placar e depois tomou a virada, ainda conseguiu empatar no 2º tempo. Ruim  para o Figueirense.
Coritiba 3 x 0 Flamengo - O Flamengo vive uma crise profunda. Será que os salários estão atrasados?
Corinthians 3 x 1 Grêmio - O Grêmio não esperava um Corinthians tão aplicado.

Domingo
Internacional 0 x 1 Fluminense - Jogo fraco tecnicamente, talento individual de Wellington Nem fez diferença.
Santos 0 x 0 São Paulo - Jogo chato sem graça. Quarta partida sem vitória do Peixe.
Botafogo 3 x 1 Náutico - Andrezinho e Elkeson estavam inspirados. Fogão encostou no G4.
Vasco 0 x 4 Bahia - O Vasco não é mais aquele, vai sair do G4 e não voltará tão cedo, perdeu competitividade.
Sport 2 x 1 Cruzeiro - Leão vence de virada e cresce com Waldemar Lemos.
Atlético-MG 3 x 0 Palmeiras - O Galo voltou a vencer. O Palmeiras é candidatíssimo ao rebaixamento, não ganha dos grandes.
Atlético-GO 1 x 1 Portuguesa - Para qualquer time ganhar da Lusa não é fácil, principalmente para o limitado Dragão.

Série D, 7 classificados, Juventude e Remo estão fora


Pelo jogo de volta das oitavas de final, times da Série D do Campeonato Brasileiro se enfrentaram para decidir a permanência na competição. Mixto-MT, Baraúnas -RN, Campinense-PB, Crac-GO, Friburguense, Cianorte-PR e Mogi Mirim passaram para as quartas de final e, continuam na briga para o acesso na Série C.

Times Tradicionais, como Juventude e Remo, que já disputaram a Série A, estão fora e no ano que vem terão que disputar no campeonato estadual uma vaga na 4ª divisão. Ou seja, são times fora de série.

OITAVAS DE FINAL
JOGOS DE VOLTA

FRIBURGUENSE-RJ 2 X 1 CEILÂNDIA-DF
JOGO DE IDA: 0 X 0
O FRIBURGUENSE ESTÁ CLASSIFICADO

CIANORTE-PR 3 X 0 JUVENTUDE-RS
JOGO DE IDA: 1 X 3
O CIANORTE ESTÁ CLASSIFICADO

METROPOLITANO-SC 1 X 2 MOGI MIRIM-SP
JOGO DE IDA: 1 X 0
O MOGI MIRIM ESTÁ CLASSIFICADO

CRAC-GO 1 X 0 NACIONAL-MG
JOGO DE IDA: 1 X 2
O CRAC ESTÁ CLASSIFICADO

REMO-PA 2 X 1 MIXTO-MT
JOGO DE IDA: 0 X 2
O MIXTO ESTÁ CLASSIFICADO

CSA-AL 0 X 0 CAMPINENSE-PB
JOGO DE IDA: 1 X 2
O CAMPINENSE ESTÁ CLASSIFICADO

BARAÚNAS-RN 2 X 0 SOUSA-PB
JOGO DE IDA: 1 X 0
O BARAÚNAS ESTÁ CLASSIFICADO

QUARTA-FEIRA
12/09 - 20H30
SAMPAIO CORRÊA-MA X VILHENA-RO
JOGO DE IDA: 2 X 2

QUARTAS DE FINAL:

MIXTO-MT X VILHENA-RO OU SAMPAIO CORREA-MA
BARAÚNAS-RN X CAMPINENSE-PB
CRAC-GO X FRIBURGUENSE-RJ
CIANORTE-PR X MOGI MIRIM-SP

domingo, 9 de setembro de 2012

Mano Menezes a 3 jogos da demissão


O fim da era Mano Menezes está a cada dia mais próximo.

Argumentos não faltam: fiasco nas Olimpíadas , derrotas para as principais seleções do mundo e vitórias pouco convincentes contra seleções fracas.

O cúpula da CBF, depois dos jogos de Londres, ponderou que demiti-lo naquele momento tiraria a responsabilidade dos jogadores.

A decisão, na ocasião, foi de manter o técnico, lhe dando uma chance até a Copa das Confederações de 2013.

Mas a péssima atuação contra a África do Sul está fazendo os dirigentes repensar a decisão.

Mano, enquanto isso, terá mais três jogos, contra a China nesta segunda e o Superclássico das Américas contra a Argentina, no proximo dia 19 em Goiânia e no dia 3 de Outubro na Argentina.

Até lá a CBF já trabalha o nome de Luiz Felipe Scolari. Em fase ruim no Palmeiras a sua saída pode ser facilitada. O nome de Muricy Ramalho corre por fora.

A chance de Mano continuar está em fazer em três jogos o que não fez em dois anos.

Análise da 23ª rodada da Série B


Goiás venceu fora de casa
Fechada a 23ª rodada da Série B.

Sexta-feira

Ceará 1 x 0 Guarani - O time de PC Gusmão cresce, está a 6 pontos do G4, está na briga.
Paraná 2 x 0 Bragantino - O Paraná fez a obrigação contra o fraco Bragantino. O time de Bragança está em crise profunda.
América-RN 4 x 1 Guaratinguetá - O América voltou a vencer depois de três rodadas. Do Guará é fácil.
Grêmio Barueri 0 x 6 Atlético-PR - O Grêmio Barueri é pior time do campeonato, o Furacão, em 5º, logo estará no G4.
Boa Esporte 3 x 2 ASA - Vitória apertada, Boa não vencia há três rodadas.

Sábado

Ipatinga-MG 1 x 1 Vitória-BA - Terceiro empate seguido do Vitória, administrando.
Joinville-SC 1 x 0 Avaí-SC - O Avaí jogou melhor, mas isso não ganha ponto.
CRB-AL 0 x 2 Goiás-GO - Vitória tranquila, Enderson Moreira poupou Iarley e Ricardo Goulart. Os dois melhores do time voltam inteirinhos contra o Criciúma.
Criciúma-SC 0 x 4 América-MG - Nada deu certo para o Criciúma. O resultado quebrou o 100% de aproveitamento do Tigre jogando em casa, antes eram 11 vitórias em 11 jogos. O gol contra do goleiro Michel Alves do Criciúma foi inacreditável.

21 horas
São Caetano-SP 0 x 1 ABC-RN - Quarto jogo sem derrota do ABC. O primeiro resultado negativo do técnico Leão.

Michel Alves - Gol incrível