Páginas

sábado, 22 de setembro de 2012

Crac elimina o Friburguense e sobe para a Série C


Após vencer o Friburguense no jogo de ida das quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro por 2 a 0 em casa, o Crac-GO foi derrotado neste sábado pelo adversário carioca no Rio de Janeiro por 3 a 1, mas conseguiu avançar na competição e garantir presença na Série C de 2013.

Em menos de 20 minutos de partida, o Friburguense abriu 3 a 0 sobre os goianos. Sergio Gomes, aos 2min, Lucas, aos 13min, e Romulo, aos 19min marcaram os gols do clube carioca, que se classificaria às semifinais da quarta divisão do Campeonato Brasileiro caso mantivesse o resultado.

Aos 27min do primeiro tempo, Dinei marcou o gol salvador para o Crac-GO. Tendo sido convertido fora de casa, o tento significou a classificação da equipe visitante à próxima etapa da competição e também à terceira divisão do nacional no ano que vem.

O adversário do Crac-GO será definido neste domingo, quando Cianorte e Mogi Mirim, Baraúnas e Campinense e Mixto e Sampaio Corrêa realizam os jogos de volta de suas quartas-de-final.

Parabéns CRAC!

No ano que vem, além da Copa do Brasil, o CRAC também representará o Estado na Série C do Brasileiro.

É hoje: CRAC a 90 minutos da Série C


Sai neste sábado, o primeiro time garantido no Campeonato Brasileiro da Série C de 2013. Friburguense e Crac se enfrentam apartir das 19h30, em Nova Friburgo, no estádio Eduardo Guinle.

O Leão do Sul entra em campo com uma boa vantagem. Em Catalão, o time goiano de venceu por 2 a 0, com gols de Juninho e Nino Guerreiro, que assumiu a artilharia isolada da competição, com 10 gols. Agora pode até perder por 1 a 0 que avança na competição e carimba o acesso. Caso perca por 2 a 0, leva a decisão para as penalidades. Se o Crac perder por dois de diferença, mas marcar gol classifica para a série C, exemplo (3x1), (4x2) para o Friburguense, a vaga será da equipe goiana.

O treinador do Friburguense Gerson Andreotti está com duas duvidas para definir a equipe. O meia Jorge Luiz sentiu um contusão e passou a semana fazendo treinos físicos, no departamento médico, com trabalhos com bola com o restante do elenco. O volante Bidu cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Zezito e Gleison disputam a vaga.

No Crac, o técnico Zé Roberto treinou sem alterações no time titular e deve levar a campo o que tem de melhor. A diretoria confirmou o prêmio de R$ 150 mil em caso de acesso.

Ficha técnica
FRIBURGUENSE X CRAC

Local: Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo
Data: 22/09/2012
Horário: 19h30
Árbitro: Marcos Andre Gomes da Penha (ES)
Assistentes: Pablo Costa (MG) e Pedro Cotta (MG)
FRIBURGUENSE: Marcos; Sergio Gomes, Evair, Cadão e Flavinho; Zezito (Gleison), Lucas, Marcelo, e Jorge Luiz ( Gleison); Ziquinha e Rômulo
Técnico: Gerson Andreotti
CRAC: Donizete; Guerra, Fábio, Emerson e Amarildo; Wellington Leão, Mário César, Zé Neto e Juninho Paraíba;Dinei e Nino Guerreiro
Técnico: Zé Roberto

Fonte: www.futebolgoiano.com.br

O que penso sobre a proibição do Vila Nova


A diretoria do Vila Nova através do seu presidente Marcos Martinez enviou um comunicado para as rádios 730 AM e Jornal 820 AM, proibindo a entrada dos repórteres Wendell Pasquetto da 820, Juliano Moreira e Pedro Henrique Geninho da 730, de entrarem na sede do clube. A diretoria alegou ter atendido um um abaixo assinado por cerca de 200 torcedores pedindo a saída dos setoristas do clube.

O presidente do Vila Nova ainda disse que os repórteres estavam ressaltando mais as notícias ruins que as notícias boas.

Já fui setorista por muitos anos e posso dizer que os repórteres que acompanham o dia a dia, torcem para os times que cobrem, tanto quanto os torcedores. Até mesmo aqueles que tem outra preferência aderem ao time que estão torcendo. Tem repórter que cobre o Goiás que antes era Vila e vice e versa.

Na minha opinião essa idêntificação gera uma exposição que muitas vezes é prejudicial. Sempre fui a favor de que as rádios façam um rodízio, é melhor para a notícia e para o desenvolvimento do profissional.

Também sei que nenhum torcedor gosta de ouvir notícia ruim do seu time. Mas ao mesmo tempo quer saber as verdades. Não é fácil fazer isso. O jornalismo esportivo é muito emocional.

Repórter também não gosta de crise, quer cobrir jogo bom, estar em evidência, viajar de avião para cidades boas, trabalhar em grandes estádios e ganhar diárias.

Nenhum profissional de rádio quer acompanhar times em cidades onde só se chega de carro em viagens longas, ficar em hotéis ruins e trabalhar em estádios precários, onde nem se sabe se terá condições de fazer uma transmissão digna.

O que aconteceu agora foi que as notícias ruins no Vila neste segundo semestre vieram no atacado nos últimos dez dias, foram tantas sobre a saída e chegada de jogadores, salários atrasados, resultados ruins e ações na justiça. No imediatismo do rádio as mais diversas versões pipocaram a todo momento.

Tenho certeza que nenhuma notícia foi dada no intuito de prejudicar o time. Assim como as atitudes dos dirigentes não tinham o objetivo de trazer prejuízos ao clube. É preciso ter a consciência das funções da imprensa e dirigentes, todos querem acertar, mas é normal do ser humano errar e acertar.

Alguns torcedores fizeram uma mobilização contra os repórteres e a diretoria aceitou. Os motivos foram que um dos repórteres entrou no clube com uma camisa do Figueirense, outro teria dito a um pai que tirasse o filho da base do Vila e o último teria dado uma versão errada sobre uma notícia.

São situações onde tudo poderia ser melhor apurado e resolvido com diálogo e profissionalismo. A diretoria poderia assim reconhecer o abaixo assinado e resolver a situação.

Mas pelo fato de estar fragilizada os dirigentes viram uma oportunidade de agradar pelo menos uma parte da torcida.

Não concordei com o que foi decidido. É apenas a minha opinião. Eu agiria de outra forma.

É uma coisa chata, ruim de se abordar e foi extremamente desagradável ter que entrevistar o presidente do Vila falando sobre esse caso. Aliás, não gostaria de estar vivendo tantas situações de conflito entre clubes e imprensa, como nesse ano.

Mas no meio disso tudo, vejo que a diretoria abriu um precedente que tem um lado positivo:

Agora o torcedor continuará sendo ouvido?

Ou será que só valeu nesse caso?

A torcida pode se mobilizar também em outras ações, como exigir explicações das 50 contratações feitas no ano, saber como o Vila perde tantos jogadores por falta de pagamento de FGTS, pode sugerir promoções em preços de ingressos, tomar conhecimento de balancetes e muito mais.

Para finalizar, uma pergunta, por que essas proibições só acontecem em Goiás?

Cabe uma reflexão, para que haja uma relação de mais respeito dos dois lados.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Ganso é do São Paulo


Depois de quase um mês de negociações, a novela sobre a contratação de Paulo Henrique Ganso finalmente teve fim nesta quinta-feira: o meia é o novo reforço do São Paulo. A transferência ficou definida após uma reunião entre dirigentes do Santos, do São Paulo e empresários da DIS, na capital paulista. Depois disso, o jogador voltou para a Baixada Santista para assinar a rescisão com o ex-clube e o novo contrato com o São Paulo.

Para contar com Ganso, o São Paulo vai pagar à vista ao Santos o valor de R$ 23,914 milhões, referentes aos 45% dos direitos do jogador. A informação foi publicada primeiramente nesta quinta pela manhã pelo blog do jornalista Milton Neves. O time paulistano também concordou com outra exigência da cúpula alvinegra, que terá direito a 5% do dinheiro em uma possível futura venda do meia. Já a DIS não receberá nada pela negociação atual, mas acertará com o São Paulo uma forma de lucro.

Sobre a exigência feita pelos santistas para a DIS, a empresa não cedeu aos pedidos dos dirigentes do clube. Para liberar Ganso, o Santos queria que o investidor perdoasse pelo menos metade da dívida contraída por não ter feito o repasse de 25% da venda do meia Wesley, hoje no Palmeiras, para o Werder Bremen (Alemanha), em 2010. A situação segue inalterada e será resolvida na Justiça, mesmo assim, o Santos liberou Ganso para assinar com o São Paulo.

Ao todo, Ganso fez 162 jogos e 36 gols com a camisa do Santos. A primeira partida pelo profissional foi pelo Cammpeonato Paulista de 2008 e ele seguiu aparecendo em algumas poucas partidas no Brasileiro, mas foi ser notado mesmo no Paulistão de 2009. Na competição, ajudou o Santos a eliminar o Palmeiras nas semifinais e chegar à decisão contra o Corinthians, saindo com o vice-campeonato.

Seguiu com boas atuações no Brasileiro, mas foi em 2010, sob comando de Dorival Jr., que brilhou a ponto de ficar na lista reserva na convocação da Copa do Mundo de 2010, ano em que ganhou Paulista e Copa do Brasil num time de ataque envolvente ao lado de Neymar, Robinho e André.

Após o Mundial, foi colocado como um dos pilares da renovação da seleção feita por Mano Menezes, inclusive com boa atuação no primeiro jogo do novo treinador, quando vestiu a camisa 10. Depois, rompeu o ligamento do joelho esquerdo em agosto, exatamente no Estádio Olímpico diante do Grêmio, e voltou apenas em 2011. No período lesionado, um novo contrato já se demonstrava difícil, e até se especulou um interesse do Corinthians no jogador.

O novo ano começou mais uma vez com título paulista, mas o jogador saiu lesionado na decisão e perdeu boa parte da Libertadores da América. Voltou apenas no segundo jogo da final contra o Peñarol, onde ainda participou do lance do primeiro gol da vitória que deu a taça continental ao Santos.

No final do ano, Ganso viu o colega de time e amigo Neymar ser valorizado pelo clube com um contrato até 2014, encerrando as especulações de que o atacante iria para Real Madrid ou Barcelona. Mas a renovação de Ganso nunca saiu. A queda de braço entre DIS, que tem 55% dos direitos do atleta, Santos e jogador fez com que a relação esfriasse e, a partir deste ano, novamente campeão estadual e convivendo com lesões, a diretoria passou a admitir a saída do atleta. Pela seleção, teve participação discreta na medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres.

Seleção, Copa das Confederações, Goiânia: O que você precisa saber


Goiânia mais uma vez recebeu um grande jogo da Seleção Brasileira. A cidade e o estado estiveram em evidência nacional, isso não tem preço, mas há quem questione.

Fiquei surpreso com algumas reportagens feitas pelo portal UOL, sobre esse jogo e a confirmação de que Goiânia será o QG da Seleção Brasileira na Copa das Confederações. Com todo respeito, mas a reportagem me pareceu bastante tendenciosa, pelo fato dos textos não terem argumentos que poderiam sustentar o que exclamava nas respectivas manchetes.

É bom que sempre, sejamos justos, em qualquer circunstância da vida, então vou expôr alguns detalhes que muitas pessoas não sabem:

Jogo da seleção em Goiânia

O investimento de quase 2 milhões de reais feito pelo Governo do estado na promoção da nota fiscal traz retorno ao estado.

Primeiro pela oportunidade que várias pessoas tiveram para ver o jogo quase de graça, depois pela arrecadação de 350 toneladas de alimentos para a OVG e por último o aumento da arrecadação tributária, onde cada nota fiscal é cadastrada e o governo identifica sonegadores.

Essa promoção com notas fiscais é comprovadamente eficiente em todos os aspectos. Bom seria, para a população e o governo, se fosse permanente para eventos esportivos e culturais, como é, por exemplo, em Pernambuco.

Vale ressaltar, que se quisesse, o Governo nem precisaria fazer a promoção da nota fiscal, isso não impediria a realização do jogo.

Toda a organização, arrecadações e despesas do jogo são da Klefer Marketing Esportivo. A empresa promotora do Superclássico das Américas que paga todas as despesas referentes à partida. Desde o cachê das seleções, às passagens aéreas da Seleção Brasileira, o vôo fretado da Argentina, as hospedagens, todas despesas com o trio de arbitragem, alimentação, bilheteiros, a estrutura construida para a imprensa, tudo mesmo, até a conta de água e energia ultilizada pelo estádio nos treinamentos e nos jogos.

A Klefer recebe 100% da renda, do que foi vendido nas bilheterias e do convênvio com o governo. A empresa ainda comercializa as placas de publicidade e os direitos de transmissão. Com apenas a renda, de aproximadamente 3 milhões de reais, seria impossível custear um jogo como esse.

O Governo de Goiás e a Federação Goiana de Futebol não recebem e nem precisam gastar nenhum centavo referente ao jogo.

Um jogo que muitas cidades até pagariam para ter, veio de graça para Goiás.

Se o jogo do ano passado contra a Holanda e o desse ano contra a Argentina tivesse acontecido em outro estado o povo meteria o pau, falando que a gente estava sem moral.

Copa das Confederações

Muito tem sido dito que a escolha de Goiânia, como casa da Seleção Brasileira na Copa das Confederações do ano que vem, é migalha.

Ora, não podemos ficar emburrados o resto da vida porque não fomos escolhidos como cidade-sede da Copa. Ficamos fora, entre vários fatores (aeroporto, por exemplo), também por falta de empenho dos nossos políticos na época. Talvez tenha sido uma injustiça, mas não pode ser uma "sangria desatada".

54 cidades se candidataram a hospedar as 8 seleções para a Copa das Confederações de 2013 e as 32 seleções da Copa do Mundo em 2014.

Todas essas cidades querem receber pelo menos alguma seleção, se tiver sorte alguma seleção de ponta, e, se fosse pra escolher qual seria a seleção preferida dessas 54 cidades?

Claro, a maioria, ou todas escolheriam a Seleção Brasileira.

Aí, me vem uma reportagem, na Veja e no Uol, dizendo que Goiás estava sendo escolhida por que havia oferecido dinheiro.

E teve gente por aqui que embarcou nessa asneira.

Quem me conhece sabe que estou distante de ser defensor de algum político. Tenho quer ser justo.

O governador disse que ira fazer o que for preciso para abrigar bem a seleção. Ninguém falou em dinheiro, e se for pra bancar a seleção não valeria a pena?

Ou alguém acha que as grandes seleções não vão negociar com as cidades que ficarão hospedadas?

Prefeituras, governos estaduais, hotéis, federações não oferecerão vantagens para receber as melhores seleções?

Também não é novidade para ninguém que a Seleção Brasileira não gastou uma ruela, ou lucrou, nos últimos lugares onde ficou hospedada nas últimas Copas.

Para citar um exemplo, a cidade de Weggs, na Suíça, em 2006, pagou 3,5 milhões de dólares para receber a Seleção Brasileira e lucrou 12 milhões de dólares.

Isso é normal, é um negócio com leque muito grande de vantagens para quem recebe as seleções.

Goiânia é uma cidade com tradição esportiva, tem bons hotéis e ótimos Centros de Treinamento, do Atlético/GO e do Goiás. Além de uma localização privilegiada no centro do Brasil.

Conclusão

Que a estada da Seleção em 2013 seja a melhor possível para que possamos participar de forma destacada na Copa de 2014 sendo a casa dos penta-campeões do mundo.


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Atlético-GO enfrentará a Universidad Católica na Sul-Americana


A Universidad Católica será o adversário do Atlético Goianiense nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na noite de terça-feira, o time chileno foi derrotado por 3 a 1 pelo Tolima, em partida disputada no Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, mas avançou graças ao gol marcado como visitante na Colômbia.

No jogo de ida, em casa, a Universidad Católica venceu por 2 a 0. Assim, com o placar agregado empatado em 3 a 3, o time chileno se classificou para as oitavas de final da Copa Sul-Americana por ter feito um gol fora de casa. Seu próximo adversário, o Atlético Goianiense, avançou às oitavas de final ao eliminar o Figueirense.

Goiânia será a casa da Seleção Brasileira em 2013


A cidade de Goiânia será a base da seleção brasileira na Copa das Confederações, em 2013. O anúncio oficial acontecerá a qualquer momento, pelo presidente da CBF, José Maria Marin, juntamente com o governador de Goiás Marconi Perillo.

A escolha da cidade também abre a disputa para receber a delegação brasileira para a Copa do Mundo de 2014, que antes tinha São Paulo e Rio como favoritos.

A FGF e o Governo do Estado já pediram a CBF que querem a Seleção Brasileira em Goiânia não só na Copa das Confederações, como também na Copa do Mundo.

Essa notícia é muito boa. Goiânia estará no centro das atenções.

A escolha de Goiânia também é estratégica pela localização centralizada, de onde a delegação sairá, para a estreia no dia 15 de junho, em Brasília, Depois, no dia 19, em Fortaleza e, no dia 22 de junho, em Salvador. As semifinais serão em Belo Horizonte e Fortaleza. A decisão do 3º lugar será em Salvador e, a final, no Rio. A idéia é sempre ir para os jogos e retornar à base em Goiânia.

Além de Brasil (sede) e Espanha (campeã mundial), já estão confirmadas na Copa das Confederações as seleções da Itália, Japão, México e Taiti. O oitavo representante sai da Copa Africana de Nações 2013, que será disputada na Líbia, entre janeiro e fevereiro de 2013.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

É falsa a notícia sobre provável saída de Felipe Amorim

Notícia da saída de Amorim não existe

Surgiu a informação vinda de alguns setores da imprensa Baiana que a diretoria do Bahia está interessada na contratação do meia Felipe Amorim do Goiás.

A informação não procede.

Essa notícia não é verdadeira.

O Goiás quer é reforçar e não tem interesse de liberar ninguém.

E para completar, o Bahia também nem tentou contratar Felipe Amorim.

Pronto Falei - Comentário sobre o as piadinhas contra o Palmeiras - 18 09

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Brasil X Argentina: Cambistas de Facebook

Os cambistas, por mais que tentem coibir, sempre dão um jeitinho.

Essa é uma prática proibida, é crime.

Para o jogo Brasil X Argentina, quarta-feira, no Serra Dourada, foi lançada uma nova modalidade: Os cambistas das redes sociais.

Vejam só:

Clique para ampliar:



Vai começar a 3ª divisão goiana


O Campeonato Goiano da 3ª Divisão de 2012 começa no próximo domingo, dia 23. O certame terá a participação de 8 equipes (América FC de Morrinhos, Caldas EC e Caldas Novas AC, ambos de Caldas Novas, AE Canedense de Senador Canedo, AE Evangélica de Paraúna, Monte Cristo EC de Goiânia (que mandará os seus jogos em Aparecida de Goiânia), EC Quirinópolis de Quirinópolis e Umuarama EC de Iporá).

O sistema de disputa será o mesmo dos 4 anos anteriores, ou seja, turno e returno, contagem corrida de pontos ganhos, com o campeão e o vice-campeão subindo para a Divisão de Acesso do ano que vem, 2013, substituindo AE Jataiense e Nerópolis EC. Fica sendo a única competição promovida pela FGF em 2012, incluindo profissionais e amadoras, com o sistema de disputa universal de turno e returno, contagem corrida de pontos ganhos.


São os 4 times remanescentes do ano passado (Evangélica, Monte Cristo, Quirinópolis e Umuarama), um dos 4 que foram rebaixados da Divisão de Acesso do ano passado, a Canedense (os demais três times, Associação Goiatuba, Inhumas e Rioverdense não se apresentaram para a competição) e mais três equipes que estão retornando após alguns anos afastados (o Caldas Novas desde 2007 e o América e o Caldas, ambos desde 2004).


O Campeonato começa no domingo, dia 23 de setembro estendendo-se até o sábado, dia 24 de novembro, sendo realizadas 14 Rodadas (7 em cada um dos dois Turnos), totalizando 56 partidas, sendo 10 Rodadas nos finais de semana e quatro nos meios de semana, sendo que uma dessas Rodadas do meio de semana, será utilizada a quinta-feira, dia 15 de novembro, feriado nacional da Proclamação da República.


A exemplo do Campeonato Goiano da Divisão de Acesso deste ano, o Campeonato da 3ª Divisão/2012 também terá uma significativa renovação de valores, uma vez que dos 18 atletas que assinam súmula, nada menos do que 14 terão que ter até 22 anos, ou seja, nascidos a partir de 1º/01/90.


A 1ª Rodada tem os seguintes jogos:


Dia 23/09/12 – Domingo:


Monte Cristo x Quirinópolis – 10:30 – Aníbal Batista de Toledo (Aparecida de Goiânia)


América x Caldas Novas – 16:00 – Centro Esportivo João Vilela (Morrinhos)


Canedense x Evangélica – 16:00 – Plínio José de Souza (Senador Canedo)


Dia 24/09/12 – Segunda-feira:


Caldas x Umuarama – 20:00 – Serra de Caldas (Caldas Novas)



Autor: Roberto Sampaio
Fonte: Coordenadoria Técnica da FGF

Seleção abre treino para torcedores em Goiânia


A Seleção Brasileira realiza treino aberto para os torcedores em Goiânia nesta terça-feira (18), às 17 horas, no Estádio Serra Dourada. Serão disponibilizados 10 mil ingressos para assistir ao trabalho de preparação da equipe que enfrenta a Argentina na próxima quarta-feira (19), às 22 horas, no Estádio Serra Dourada, pelo Superclássico das Américas.

Para adquirir um ingresso para assistir ao treino da Seleção é necessário doar um quilo de alimentos não perecíveis, exceto sal, fubá e farinha de trigo. A troca pelo ingresso será feita nesta segunda-feira (17), das 14 às 18 horas, na rampa de acesso ao ginásio Goiânia Arena, localizado ao lado do Estádio Serra Dourada. Os alimentos serão recolhidos pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

Autor: Ítalo Ramalho
Fonte: Assessoria de Comunicação da FGF

Balanço da rodada 12 da Série C


Grupo A
12ª RODADA
Sábado
Águia 1 x 0 Icasa
Domingo
Salgueiro 3 x 0 Guarany
Treze 2 x 1 Santa Cruz
Fortaleza 3 x 1 Paysandu
Luverdense 1 x 0 Cuiabá

Luverdense e Fortaleza já estão praticamente classificados. O Treze, para o desespero da CBF, entrou no G-4, mas tem apenas mais dois jogos em casa dos seis restantes, contra três dos concorrentes, a vantagem é enfrentará a Luverdense provavelmente cumprindo, fora, na última rodada.

Muitos que disputam classificação também correm risco de rebaixamento. A diferença do G4 para o Z2 é de apenas dois pontos.

Grupo A
 ClubePGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Luverdense-MT26128222417772.2
2 Fortaleza-CE25127411991069.4
3 Salgueiro-PE17124532017347.2
4 Treze-PB16125161619-344.4
5 Águia-PA16124441621-544.4
6 Santa Cruz-PE15123632115641.7
7 Paysandu-PA15123631515041.7
8 Icasa-CE12123361015-533.3
9 Cuiabá-MT12122641012-233.3
10 Guarany-CE6121381223-1116.7


Grupo B
12ª RODADA
Sexta-feira
Oeste 1 x 1 Macaé
Sábado
Chapecoense 4 x 0 Caxias
Tupi 2 x 1 Madureira
Duque de Caxias 1 x 0 Brasiliense
Domingo
Vila Nova 2 x 2 Santo André

O grupo B é o um verdadeiro perde-ganha. Oito dos dez times já frequentaram o G4. Só Brasiliense e Tupi ainda não estiveram entre os quatro primeiros. Neste grupo a média de pontos para classificar deve ser em torno de 26 ou 27.

Grupo B
 ClubePGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Duque de Caxias-RJ21127051616058.3
2 Macaé-RJ211263325131258.3
3 Chapecoense-SC1912543128452.8
4 Vila Nova-GO18125342116550.0
5 Oeste-SP18125341615150.0
6 Caxias-RS16125161623-744.4
7 Brasiliense-DF14124261515038.9
8 Madureira-RJ14124261117-638.9
9 Santo André-SP13122731015-536.1
10 Tupi-MG12123361014-433.3

Balanço da rodada 25 da Série B

Misael fez um dos gols do Ceará

Na 25ª rodada da Série B não houve mudanças significativas na classificação. O Vitória continua administrando a vantagem de 11 pontos que tem para o 5º colocado. Bragantino, Ipatinga e Barueri estão quase rebaixados e o Guaratinguetá mostra que pode sair do Z-4.

Sexta-feira
Paraná-PR 1 x 1 Grêmio Barueri-SP - Depois do empate o técnico Ricardinho chutou o balde e pediu pra sair.
Criciúma-SC 2 x 1 ASA-AL - Depois de duas derrotas seguidas o Criciúma voltou a vencer.
América-RN 0 x 2 São Caetano-SP - O Azulão que já venceu oito partidas fora de casa, se mantém no G-4.
Guaratinguetá-SP 2 x 0 Bragantino-SP - O Guará se recupera, tem chances de sair da faixa do rebaixamento. O Bragantino vai cair.
América-MG 1 x 0 Avaí-SC - O América não vencia há sete jogos em casa.

Sábado
Ceará-CE 4 x 3 Joinville-SC - Terceira vitória seguida do Vovô. 7º colocado, 41 pontos, a 5 do G-4.
Guarani-SP 0 x 0 Vitória-BA - O Vitória so está administrando a liderança.
CRB-AL 3 x 3 ABC-RN - O CRB vencia por 3 a 0. Deixou empatar nos últimos minutos. Está a 3 pontos da faixa do rebaixamento.
Goiás-GO 3 x 2 Atlético-PR - Jogo de digno de Série A. Goiás ganha de concorrente direto e permanece em 3º.
Boa Esporte-MG 2 x 1 Ipatinga-MG - Vitória dá um alívio momentâneo ao Boa. O Ipatinga está praticamente rebaixado.

 ClubePGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Vitória-BA5425166344251972.0
2 Criciúma-SC4925154652411165.3
3 Goiás-GO4925147441251665.3
4 São Caetano-SP4625137537241361.3
5 Atlético-PR4325134839231657.3
6 Joinville-SC4125125838241454.7
7 Ceará-CE412511864134754.7
8 América-MG402512493731653.3
9 Avaí-SC3725114102928149.3
10 América-RN362510693834448.0
11 Guarani-SP35259882723446.7
12 Paraná-PR32258893131042.7
13 Boa Esporte-MG312587103637-141.3
14 ASA-AL302593133334-140.0
15 ABC-RN292578103334-138.7
16 CRB-AL282584132944-1537.3
17 Guaratinguetá-SP252574142742-1533.3
18 Bragantino-SP182546152543-1824.0
19 Ipatinga-MG162544172151-3021.3
20 Grêmio Barueri-SP142535171848-3018.7

Balanço da rodada 25 da Série A


Na 25ª rodada, os destaques foram Fluminense e Atlético/MG perdendo para Atlético/GO e Náutico, respectivamente. Dos primeiros colocados só o São Paulo venceu. No meio da tabela, o Santos venceu um jogo importante, com Neymar fazendo a diferença.

Sábado
Fluminense-RJ 1 x 2 Atlético-GO - "Jogo é jogado, lambari é pescado", "Só peru morre na véspera".
São Paulo-SP 3 x 1 Portuguesa-SP - Lucas fez a diferença. Foi o primeiro clássico perdido pela Portuguesa.

Domingo
Palmeiras-SP 0 x 2 Corinthians-SP - Faltam 13 jogos para o rebaixamento do Palmeiras.
Cruzeiro-MG 1 x 1 Vasco da Gama-RJ - Bom resultado na estreia de Marcelo Oliveira.
Coritiba-PR 1 x 2 Santos-SP - Neymar virou e ganhou o jogo sozinho.
Náutico-PE 1 x 0 Atlético-MG - Galo perdeu e jogou mal, não aproveitou a oportunidade de voltar à liderança.
Bahia-BA 2 x 1 Figueirense-SC - Vitória de virada colocou o time na faixa da Sul-Americana.

18h30
Flamengo-RJ x Grêmio-RS - Empate ruim para os dois. Flamengo perto do Z-4 e o Grêmio perdeu a oportunidade de se aproximar dos líderes.
Internacional-RS x Sport-PE - Inter foi vaiado, quatro jogos sem vencer. Time entra em crise, Fernandão é garantido no cargo e pode fazer dispensas.
Ponte Preta-SP x Botafogo-RJ - O jogo mais feio da rodada.

 ClubePGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Fluminense-RJ5325158241172470.7
2 Atlético-MG5124156339172270.8
3 Grêmio-RS4825153737211664.0
4 Vasco da Gama-RJ432512763226657.3
5 São Paulo-SP3925123103728952.0
6 Botafogo-RJ392511683931852.0
7 Internacional-RS372591063022849.3
8 Cruzeiro-MG3525105103235-346.7
9 Corinthians-SP35259882824446.7
10 Santos-SP33258983032-244.0
11 Ponte Preta-SP33258983032-244.0
12 Náutico-PE312594123040-1041.3
13 Bahia-BA312571082627-141.3
14 Portuguesa-SP292578102529-438.7
15 Coritiba-PR282584133845-737.3
16 Flamengo-RJ282477102434-1038.9
17 Sport-PE242559112235-1332.0
18 Figueirense-SC222557132842-1429.3
19 Palmeiras-SP202555152235-1326.7
20 Atlético-GO202548132644-1826.7