Páginas

domingo, 7 de abril de 2013

Vila Nova perde e aumenta risco de rebaixamento

Já era esperado. O Vila Nova perdeu para o Goianésia por 3 a 2.

A novidade foi a atuação do Vila. O time teve muita raça, criou jogadas de ataque e teve chances de vencer.

Mas não foi suficiente. O Goianésia, mais experiente e adaptado às condições do seu campo, conseguiu vencer o jogo.

Agora apertou. Os resultados não ajudaram o Vila. Rio Verde e Anápolis venceram seus jogos e passaram o Vila.

O Crac também venceu, tem 17 pontos e saldo negativo de onze gols. O Vila tem os mesmo 17 pontos e só está na frente por causa do saldo negativo de nove gols.

O risco de rebaixamento agora é enorme para o Vila. O time terá como próximo adversário o Crac, em Catalão. Na última rodada, enfrentará o Rio Verde em casa.

Já duvidamos há dez anos atrás que o Atlético cairia. Agora outro grande do estado corre risco de cair.

Podem acreditar (principalmente jogadores e dirigentes), o Vila é o que tem mais risco de rebaixamento neste momento.

O Vila não é favorito em Catalão. Contra o Rio Verde tem um leve favoritismo.

Serão duas decisões.

Só com muita superação para vencer esses jogos.

O rebaixamento traria um prejuízo incalculável. Esse sim é o fundo do poço.

2 comentários:

  1. Infelizmente se o Vila Nova não acabar pra começar de novo como se nunca tivesse existido sem os enormes vícios que acumulou ao longo do tempo. É preciso recomeçar como o time nanico que virou com uma torcida mediana que embora alguns anos tenha melhor média que os outros, tem uma média que não sustenta nenhum time, muito menos um que se acha grande!!! O melhor mesmo, apesar de extremamente doloroso, é cair mesmo pra B do Goiano.
    Fazer uma vaquinha pra não cair ainda pra D do Brasileiro este ano. Todo mundo sabendo que o dinheiro que estiverem dando pro Vila não cair neste ano não será reembolsado de nenhuma forma.
    Recuperar urgentemente a categoria de base que o Vila Nova perdeu e não revela mais nada para o clube e quando aparece é precocemente e vai logo pra outros times. O Vila Nova precisa unir todas as forças, acabar com as brigas e fazer um trabalho de médio prazo, uns 10 anos pra voltar a ser time grande pelo menos dentro de goiás. Precisa começar pelas categorias de base investindo para ter lucro daqui cinco anos (talvez comece com três), dando condições de estadia para os garotos e celebrando contratos de 3, 5, 10 anos para que não saiam e se saírem saiam caro.
    Começar a remontar o profissional com a base do vila e contratações raras e pontuais de jogadores caros, mas não medalhões. veteranos que possam ajudar a aprimorar o futebol dos garotos, que deem um sentido de grupo.
    Nós da torcida vamos sofrer demais no começo, mas aprenderemos, será educativo entendermos que hoje não somos um Corinthians, um São Paulo, um Santos, nem mesmo um Palmeiras, somos talvez a Portuguesa, mas não a da capital, somos a Portuguesa Santista, o judas do campeonato goiano. Entenderemos que só com a ajuda de todos poderemos construir um novo Vila Nova, quiçá em pouco tempo (10 anos não é tanto) até campeão do mundo. O velho Vila Nova já foi morto e enterrado mais de uma vez pelos dirigentes maldosos e gananciosas e pela ingenuidade (incluindo a minha, pois faço parte) da torcida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom texto Giordano.

      Obrigado pela participação.

      Excluir