Páginas

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Goiás X Atlético, os melhores, a final mais justa.


Esperava-se que essa semifinal fosse mais fácil para o Goiás.

Talvez até tenha sido. Só os primeiros 20 minutos do 2º tempo acabaram com a festa da Aparecidense.

No restante, incluindo o primeiro jogo, o Goiás sempre teve mais posse de bola, criou mais chances, tanto que o goleiro Pedro Henrique foi o melhor em campo no Serra Dourada.

A Aparecidense fez o máximo que pôde. O Goiás poderia ter feito mais. O amplo favoritismo fez com que o time não atuasse .

Não sou daqueles que tenha suspeita de que tenha havido alguma facilitação por parte da Aparecidense.

O Goiás não precisava disso e os jogadores da Aparecidense queriam mostrar serviço.

A Aparecidense fez um segundo tempo desligado, assim como o Goiás tinha falhado nos outros três tempos. E time pequeno rói a corda mesmo.

O Goiás chega à final com merecimento, assim como o Atlético.

Na semifinal do Dragão, se esperava um pouco mais de dificuldade. O Atlético atropelou um Goianésia que havia chegado ao seu limite a muito tempo.

A final mais justa e esperada, dos dois times que polarizaram as forças no futebol goiano nos últimos 8 anos.

Tudo o que aconteceu até agora é relativo na final. O momento do Atlético é melhor. A vantagem dos dois resultados iguais pode ser fundamental para o Goiás.

Não aponto favorito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário