Páginas

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Os motivos da saída de Márcio Bittencourt

Presidente Joaz Abrantes explicou a situação
O motivo da saída do técnico Márcio Bittencourt foi a divergência de idéias em relação às prioridades do Vila Nova no futebol.

A diretoria pediu para que o treinador prestigiasse a base.

O técnico estava intransigente, não acreditava nos pratas da casa e queria contratações.

Márcio Bittencourt aparentava desafiar as intenções dos dirigentes. A não escalação do atacante Gustavo contra o Mogi, para a entrada do zagueiro Álisson, que estava com dores musculares, pareceu provocação.

O treinador também não teria manifestado a intenção de aproveitar o volante Arthur no lugar de Alexandre Carioca no próximo jogo. Preferia o Álisson improvisado.

Quando foi contratado por Hugo Jorge Bravo, Márcio havia aceitado o planejamento de aproveitar jogadores da casa.

Ficou muito radical de uma hora para outra. O que dá a entender é que Márcio queria sair.

Treinador não pode ajeitar ingerência em escalação, mas entendo que o dirigente pode fazer sugestões. Escalações podem ser discutidas sim e o técnico deve entender as prioridades do clube que o contrata.

Com essa postura Márcio não vai longe nessa carreira.

Não vai fazer falta.

O Vila vai dispensar alguns jogadores e só vai contratar se os da casa não derem conta.

Hermógenes Neto assume interinamente o time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário