sábado, 19 de janeiro de 2013

Palpites e informações da 1ª rodada do Goianão 2013


Começa neste sábado a edição 70 do Campeonato Goiano.

A competição traz uma novidade para forçar os times a revelar novos jogadores. Consta do regulamento de que em cada jogo os times devem relacionar no mínimo quatro jogadores de até 22 anos.

Dez times começaram a se preparar em Dezembro. Apenas o Crac, que vivia uma indefinição política, e o Goiás, obedecendo o período de férias, começaram a treinar no início de Janeiro.

O Goianão de 2013 terá a mesma fórmula de disputa dos últimos anos. Na 1ª Fase, os dez clubes se enfrentaram no sistema todos contra todos em turno de returno. Ao final das 18 rodadas, os quatro mais bem colocados classificam-se às semifinais, enquanto os dois últimos colocados serão rebaixados.

Nas semifinais, os quatro classificados se enfrentaram no formato de mata-mata, com o primeiro colocado enfrentando o quarto e o segundo encarando o terceiro. Além de decididir em casa, o clube mais bem colocado também terá a vantagem de atuar por dois empates.

Os dois classificados nas semifinais disputarão a grande decisão também no sistema de mata-mata. Assim como nas semifinais, o clube que tiver somado maior número de pontos nas duas fases anteriores terá a vantagem de atuar o último jogo em casa e também de jogar por dois empates.

Primeira Rodada:

Sábado, 19 de Janeiro

RIO VERDE X VILA NOVA
17:00 – Estádio Mozart Veloso do Carmo (Rio Verde)
RIO VERDE: O time de maior investimento do Campeonato fez grandes contratações, a começar pelo técnico Mauro Fernandes, ex-Atlético e Goiás. Os volantes Heleno ex-Vila, Agenor ex-Atlético, Alan Bahia ex-Atlético/PR e o atacante Val Baiano são algumas das contratações de peso do Rio Verde. Time da estreia: Rafael; Alex Santos, Fernando Lopes, Fabrício Lopes e Renan Oliveira; Agenor, Heleno, Alan Bahia e Fabrício; Diego Clementino e Val Baiano.
VILA NOVA: Dario Pereyra, o técnico, é o principal nome da equipe para o Goianão. O Vila se reformulou, do time da estreia apenas Luis Marques atuou em 2012. O goleiro Vinícius, recém contratado, só pode estrear na segunda rodada. O Vila começa o campeonato com: Tony; Ivan, Leandrão, Thiago Viana e Ernani; Luis Marques, Osmar, Diego Paulista e Magnum; Elcimar e Henrique Dias.
Árbitro: Wílton Sampaio (Fifa). Assistentes: Marco Antônio Moreira e Márcio Soares. 4º Árbitro: Wesley Miranda
Palpite: Rio Verde

Domingo, 20 de Janeiro:

ANÁPOLIS X APARECIDENSE
17:00 – Estádio Jonas Duarte (Anápolis)
ANÁPOLIS - O atual campeão da segunda divisão manteve o técnico Wladimir Araújo, a organização, a estrutura e os salários em dia são os trunfos do Galo. Time da estreia:  Flávio Mendes; Marcelo Tchê , Bruno Lopes, Souza e Danilo Carvalho; Zé Neto, Evandro, Washington e Jorge Henrique; Maranhão e Rafael Grampola.
APARECIDENSE - O time conta com uma parceria com o Goiás, onde servirá de laboratório para a observação de vários jogadores que não estão sendo aproveitados no time principal do Goiás. O técnico Karmino Colombini escala:  Pedro Henrique; Eduardo Arroz, Nelinho, Murilo, Henrique e Anderson Paim; Jeferson, Léo Mineiro e Raphael Luz; Pablo e Assuério
ARBITRAGEM: Elmo Resende. Assistentes: Jesmar Miranda e Gleydson Alves. 4º Árbitro: Valdir Gonçalves
PALPITE: Anápolis

CRAC  x  GRÊMIO ANÁPOLIS
17:00 – Estádio Genervino da Fonseca (Catalão)
CRAC - Muito dependente da prefeitura, com nova diretoria, o Crac monta um time experiente que promete ter total apoio do novo grupo político que comandará a cidade. O técnico é Wanderlei Paiva, campeão goiano de 2004 pelo time de Catalão. Escalação da estreia: Donizeti; Gilberto Matuto, Ben-Hur, Cléber Goiano e Kauê; Marcelo Costa, Tiago Soler, Leandro Biton e Marquinhos; Rômulo e Wesley Brasília
GRÊMIO ANÁPOLIS - Time de empresários portugueses, que um dia foi Grêmio Inhumense, tem jogadores jovens, inclusive o técnico Edson Júnior, de 36 anos, filho do técnico Édson Gaúcho. Time da estreia:  Walber; Jailson, Ícaro, Luisão e André; Isaías, Cristian, Jorginho e Tindurin; Sandro Lima e Manoel Júnior.
Árbitro: Bruno Rezende. Assistentes: Fabrício Vilarinho (Fifa) e Evandro Gomes Ferreira. 4º Árbitro: Roberto Asmar.
Palpite: Crac

GOIANÉSIA X ATLÉTICO
17:00 – Estádio Valdeir José de Oliveira (Goianésia)
ATLÉTICO: O Atlético conta com o retorno do volante Róbston, que ainda busca o melhor condicionamento físico e começa o campeonato no banco. O atacante Ricardo de Jesus, ex-Ponte Preta e Avaí, que ainda não está com a documentação regularizada, não participa da primeira rodada. O técnico Jairo escala: Roberto; Paulo Henrique, Diego Giaretta, Gilson e Leonardo Paulista; Dodó, Pituca e Ernandes; Diogo Campos, Willian Barbio e Juninho.
GOIANÉSIA: Liderado pelos veteranos Romerito e Nonato, o Goianésia espera surpreender no campeonato. Henry Lauar escala: Bruno Colaço; Roma, Luciano, Roni, Fábio da Silva e Paulo César; Jeovânio, Wilton Goiano e Romerito; Wendel Lira e Nonato
Árbitro: André Luiz Castro. Assistentes: João Patrício e Bruno Pires. 4º Árbitro: Breno Souza.
Palpite: Empate

GOIÁS X ITUMBIARA
17:00 – Estádio Serra Dourada (Goiânia)
GOIÁS: O atual campeão, manterá a mesma base que conquistou a série B em 2012. O principal reforço, o atacante Neto Baiano, deve estrear somente na terceira rodada contra o Atlético. O time ainda espera o anúncio oficial da permanência do atacante Walter que deve ser reemprestado pelo Porto/POR. Enderson Moreira escala no primeiro jogo: Harlei; Vitor, Ernando, Valmir Lucas e Willian Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Caio e Ramon; Júnior Viçosa e Felipe Amorim.
ITUMBIARA: Zé Gomes não é mais o prefeito, o time não fez contratações mirabolantes. Com um time mais modesto e uma boa estrutura o Itumbiara começa o campeonato com os pés no chão. Time da estreia, comandado pelo técnico Zé Roberto: Rodolfo; João Rodrigo, Anderson Sefrin, Fábio Paulista e Amarildo; Wellington Leão, João Vitor, Léo Maringá e Esquerdinha; Anderson Oliveira e Lucas Ferreira.
Árbitro: Eduardo Tomaz. Assistentes: Cristhian Passos e Édson Antônio. 4º Árbitro: Lúcio Freitas
Palpite: Goiás

Morre Donizete, ex-Vila Nova


Neste sábado, dia 19 de janeiro de 2012, o futebol goiano está de luto.

Um acidente automobilístico, entre Anápolis e Nerópolis, na GO-222, matou o ex-jogador do Vila Nova, Donizete.

Um grande jogador, um grande homem.

Donizete jogava duro, com raça e o coração.

Vi poucos jogadores atuarem mais por amor a um clube do que por dinheiro. O Donizete foi um desses.

O Zezão, vilanovense de coração, campeão goiano pelo Vila Nova em 2001, deixa saudades. Ele também jogou no Goiânia e na Anapolina.

Precocemente, aos 36 anos, Donizete deixa esse mundo. O volantão xerifão continuará vivo na memória do torcedor.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Atlético/GO contrata meia que brilhou no Palmeiras.

O meia e atacante Caio, de 26 anos, é o mais novo reforço do Atlético/GO.

Caio surgiu no Grêmio Barueri, passou pelo Internacional em 2006. Em 2007 foi emprestado ao Palmeiras onde viveu o melhor momento da sua carreira.

Em 2008 o meia foi negociado pelo clube paulista por 4 milhões de euros para o Eintracht Frankfurt da Alemanha.

Em Julho de 2012 Caio Cesar foi anunciado como novo contratado do Figueirense para disputar a Série A, mas após o resultado negativo dos exames médicos, a direção do clube catarinense decidiu descartar o jogador.

O jogador estava machucado e precisaria de 2 meses para se recuperar.

Mesmo assim, o até então técnico do Bahia, Caio Júnior, pediu a contratação dele no Bahia. Quando se recuperou, foi titular em vários jogos.

Opinião

Caio é novo. Está na descendente na carreira, precisa se reerger.

O Atlético está lhe dando uma grande oportunidade.




Dragão empresta volante para o Sport


O Atlético Goianiense resolveu emprestar o volante Marino para o Sport.

O Leão da Ilha do Retiro pagará algo em torno de R$ 200 mil pelo empréstimo do jogador até o final do ano.

O diretor de futebol do Dragão, Adson Batista, justificou a liberação do jogador afirmando que ele não queria mais defender o clube. Como o Atlético vem de uma temporada muito ruim, os dirigentes rubro-negros não querem atletas descontentes no elenco.

Isso não é justificativa.

Contrato é contrato. E ele tem vínculo com o Atlético até o final de 2014.

Na verdade o Atlético quer é dar uma aliviada na folha de pagamento.

A negociação vai ser boa para todos. No Atlético já tem o Róbston para substituí-lo.

Além do Sport, o volante tinha proposta do Bahia e de um clube do futebol sul coreano.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

70 anos de Goianão. Quem foi quem até agora?

Vem aí o Campeonato Goiano de número 70. Em 69 edições o Goiás é o maior detentor de títulos, o Atlético foi mais vezes vice. Goiás e Goiânia conseguiram a façanha de ganhar 5 títulos seguidos.

Atlético e Goiânia foi a decisão que mais aconteceu. Entre Goiás e Vila Nova, o Tigrão leva vantagem. O maior artilheiro em uma edição do Goianão foi do Dragão. Nenhum jogador conseguiu ser artilheiro mais do que três vezes.

Selecionei alguns dados importantes.

Segue aí a lista dos campeões:

EdiçãoAnoCampeãoVice-campeãoTerceiro lugarQuarto lugar
1944Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)
1945Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)
1946Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)
1947Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Anápolis (Anápolis)Goiás (Goiânia)
1948Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)
1949Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Vila Nova* (Goiânia)
1950Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)
1951Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)
1952Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Pires do Rio (Pires do Rio)
10ª1953Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)União (Goiânia)
11ª1954Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)Botafogo (Goiânia)Goiás (Goiânia)
12ª1955Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Sírio Libanês (Goiânia)
13ª1956Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goianás (Nova Veneza)
14ª1957Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Campineira** (Goiânia)
15ª1958Goiânia (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)Campineira (Goiânia)
16ª1959Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)Campineira (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)
17ª1960Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)
18ª1961Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Campineira (Goiânia)
19ª1962Vila Nova (Goiânia)Santa Rita (Goiânia)Inhumas (Inhumas)Atlético (Goiânia)
20ª1963Vila Nova (Goiânia)Inhumas (Inhumas)
21ª1964Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Inhumas (Inhumas)Ferroviário (Goiânia)
22ª1965Anápolis (Anápolis)Vila Nova (Goiânia)
23ª1966Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)
24ª1967CRAC (Catalão)Atlético (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Anápolis (Anápolis)
25ª1968Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)
26ª1969Vila Nova (Goiânia)CRAC (Catalão)
27ª1970Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)
28ª1971Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)
29ª1972Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Campineira*** (Goiânia)
30ª1973Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Goiatuba (Goiatuba)Atlético (Goiânia)
31ª1974Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)
32ª1975Goiás (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)Vila Nova (Goiânia)
33ª1976Goiás (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Atlético (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)
34ª1977Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Rio Verde (Rio Verde)
35ª1978Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Anapolina (Anápolis)
36ª1979Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)Goiás (Goiânia)
37ª1980Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Anápolis (Anápolis)Atlético (Goiânia)
38ª1981Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Vila Nova (Goiânia)Anápolis (Anápolis)
39ª1982Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)
40ª1983Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Itumbiara (Itumbiara)Goiânia (Goiânia)
41ª1984Vila Nova (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Rio Verde (Rio Verde)Atlético (Goiânia)
42ª1985Atlético (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)
43ª1986Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)
44ª1987Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Santa Helena (Santa Helena de Goiás)Itumbiara (Itumbiara)
45ª1988Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Goiatuba (Goiatuba)Anápolis (Anápolis)
46ª1989Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)Goiatuba (Goiatuba)
47ª1990Goiás (Goiânia)Goiânia (Goiânia)Mineiros (Mineiros)Goiatuba (Goiatuba)
48ª1991Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Pires do Rio (Pires do Rio)Jataiense (Jataí)
49ª1992Goiatuba (Goiatuba)Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Atlético (Goiânia)
50ª1993Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Mineiros (Mineiros)Goiânia (Goiânia)
51ª1994Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Goiatuba (Goiatuba)Atlético (Goiânia)
52ª1995Vila Nova (Goiânia)Anápolis (Anápolis)CRAC (Catalão)Rio Verde (Rio Verde)
53ª1996Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Anápolis (Anápolis)Vila Nova (Goiânia)
54ª1997Goiás (Goiânia)CRAC (Catalão)Jataiense (Jataí)Vila Nova (Goiânia)
55ª1998Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Anápolis (Anápolis)Atlético (Goiânia)
56ª1999Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Atlético (Goiânia)
57ª2000Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Anápolis (Anápolis)Caldas (Caldas Novas)
58ª2001Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Real Clube (Itumbiara)
59ª2002Goiás (Goiânia)Novo Horizonte (Ipameri)Anapolina (Anápolis)Real Clube (Itumbiara)
60ª2003Goiás (Goiânia)Novo Horizonte (Ipameri)Vila Nova (Goiânia)Real Clube (Itumbiara)
61ª2004CRAC (Catalão)Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Jataiense (Jataí)
62ª2005Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)Mineiros (Mineiros)Grêmio Inhumense (Inhumas)
63ª2006Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Anapolina (Anápolis)Vila Nova (Goiânia)
64ª2007Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)
65ª2008Itumbiara (Itumbiara)Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Anápolis (Anápolis)
66ª2009Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)Itumbiara (Itumbiara)CRAC (Catalão)
67ª2010Atlético (Goiânia)Santa Helena (Santa Helena de Goiás)Vila Nova (Goiânia)Goiás (Goiânia)
68ª2011Atlético (Goiânia)Goiás (Goiânia)Vila Nova (Goiânia)Anapolina (Anápolis)
69ª2012Goiás (Goiânia)Atlético (Goiânia)CRAC (Catalão)Vila Nova (Goiânia)

Títulos por equipe:
TimeCidade de origemTítulos conquistadosAno do título
GoiásGoiânia231966, 1971-1972, 1975-1976, 1981, 1983, 1986-1987, 1989-1990-1991, 1994, 1996-1997-1998-1999-2000, 2002-2003, 2006 , 2009, 2012
Vila NovaGoiânia151961-1962-1963, 1969, 1973, 1977-1978-1979-1980, 1982, 1984, 1993, 1995, 2001 e 2005
GoiâniaGoiânia141945-1946, 1948, 1950-1951-1952-1953-1954, 1956, 1958-1959-1960, 1968 e 1974
Atlético GoianienseGoiânia121944, 1947, 1949, 1955, 1957, 1964, 1970, 1985, 1988, 2007, 2010-2011
CRACCatalão21967 e 2004
GoiatubaGoiatuba11992
AnápolisAnápolis11965
ItumbiaraItumbiara12008
Maiores sequências:
Penta-campeões: Goiás (1996 a 2000) e Goiânia (1950 a 1954).
Tetra-campeão: Vila Nova (1977 a 1980).
Tri-campeões: Goiânia (1958 a 1960), Vila Nova (1961 a 1963) a Goiás (1989 a 1991).
Bi-campeões: Goiânia (1945 e 1946), Goiás (1971 e 1972, 1975 e 1976, 1986 e 1987, 2002 e 2003), Atlético (2010 e 2011).

Vice Campeões
Atlético - 19 vezes
Goiás - 18 vezes
Goiânia - 11 vezes
Vila Nova - 9 vezes
Anapolina - 3 vezes
Crac e Novo Horizonte - 2 vezes
Inhumas, Anápolis, Santa Helena e Santa Rita - 1 vez

Goiás e Atlético decidiram 5 dos últimos 7 campeonatos.
Decisões:
16 vezes Goiânia X Atlético: Nove títulos do Goiânia e sete do Atlético.
14 vezes Goiás X Vila Nova: Oito títulos para o Vila Nova e seis para o Goiás.
12 vezes Atlético X Goiás: Oito títulos do Goiás e quatro do Atlético.
7 vezes Goiânia X Goiás: Quatro títulos do Goiânia e três do Goiás.
3 vezes Goiás x Anapolina: Três títulos para o Goiás. (Em 1981 o Goiás venceu na justiça, a Anapolina utilizou na final o jogador Osmar Lima que tinha o contrato vencido).
2 vezes Goiânia X Vila Nova: Um título para cada.
2 vezes Vila Nova X Atlético: Dois títulos para o Vila Nova.
2 vezes Goiás X Novo Horizonte: Dois títulos para o Goiás.
2 vezes Vila Nova X Crac: Um título para cada.

Artilheiros

AnoArtilheiroClubeGols
1944AriAtlético (Goiânia)8
1945MatebaGoiânia (Goiânia)9
1946TarzanVila Nova (Goiânia)12
1947DidoAtlético (Goiânia)17
1948TarzanAtlético (Goiânia)21
1949TarzanAtlético (Goiânia)18
1950ÉlsonGoiânia (Goiânia)18
1951FocaGoiânia (Goiânia)28
1952FocaGoiânia (Goiânia)20
1953FocaGoiânia (Goiânia)26
1954ÉlsonGoiânia (Goiânia)5
Fábio AndréUnião (Goiânia)
1955FábioAtlético (Goiânia)21
1956Tão SeguradoGoiás (Goiânia)22
1957Dimas DinizGoianás (Nova Veneza)18
1958OrestesGoiânia (Goiânia)15
1959LaílsonGoiânia (Goiânia)8
1960LaílsonGoiânia (Goiânia)10
1961GibrairVila Nova (Goiânia)10
1962LíbanoInhumas (Inhumas)18
1963WaltercidesCampineira (Goiânia)19
1964LíbanoInhumas (Inhumas)14
1965Nélson ParrilaAnápolis (Anápolis)16
1966Nélson ParrilaAnápolis (Anápolis)17
1967Toninho ÍndioCRAC (Catalão)17
1968WaldeirGoiânia (Goiânia)11
1969Toninho ÍndioCRAC (Catalão)14
1970DádiAtlético (Goiânia)13
1971LindembergCampinas (Goiânia)9
Carlos RamosGoiânia (Goiânia)
1972DádiAtlético (Goiânia)12
1973LincolnGoiás (Goiânia)13
1974Zé MariaGoiás (Goiânia)8
1975LincolnGoiás (Goiânia)15
1976LincolnGoiás (Goiânia)15
1977Marco AntônioGoiás (Goiânia)17
1978BaltazarAtlético (Goiânia)31
1979DivinoAnápolis (Anápolis)13
1980Zé HenriqueVila Nova (Goiânia)18
1981Zé AmaroAnápolis (Anápolis)27
1982TatauAtlético (Goiânia)21
1983Valmir CambalhotaGoiânia (Goiânia)10
CacauGoiás (Goiânia)
1984Zé HenriqueVila Nova (Goiânia)9
1985BillAtlético (Goiânia)24
1986Valdir DiasItumbiara (Itumbiara)13
1987IvoAnapolina (Anápolis)11
1988SabaráGoiás (Goiânia)18
1989ValdeirAtlético (Goiânia)18
1990AgnaldoGoiás (Goiânia)13
1991TúlioGoiás (Goiânia)18
1992RonaldoGoiás (Goiânia)23
1993Vila Nova (Goiânia)29
1994BaltazarGoiás (Goiânia)25
Vila Nova (Goiânia)
1995LucianoVila Nova (Goiânia)25
1996ChristianVila Nova (Goiânia)21
1997AloísioGoiás (Goiânia)27
1998RóbsonCRAC (Catalão)20
Ânderson BarbosaVila Nova (Goiânia)
1999Ânderson BarbosaVila Nova (Goiânia)20
2000DillGoiás (Goiânia)29
2001TúlioVila Nova (Goiânia)16
2002RubsenAtlético (Goiânia)15
2003JoelVila Nova (Goiânia)11
2004Mendes BaianoVila Nova (Goiânia)17
2005Paulo BaierGoiás (Goiânia)12
2006Fábio LuísAparecidense (Aparecida de Goiânia)17
2007Fábio OliveiraAtlético (Goiânia)18
2008TúlioVila Nova (Goiânia)14
2009FelipeGoiás (Goiânia)16
2010Diogo GalvãoTrindade (Trindade)15
2011MarcãoAtlético (Goiânia)13
2012PatrickVila Nova (Goiânia)14

Times que mais tiveram artilheiros:

Goiás - 19 vezes
Vila Nova - 15 vezes
Atlético - 13 vezes
Goiânia - 11 vezes
Anápolis - 4 vezes
Crac - 3 vezes
Inhumas - 2 vezes
União, Goianás, Anapolina, Campineira, Trindade, Aparecidense, Itumbiara e Campinas - 1 vez

Baltazar, 31 gols em 78
Maiores artilheiros por edição:

Baltazar/Atlético em 1978 - 31 gols
Dill/Goiás em 2000 e Bé/Vila Nova em - 29 gols
Foca/Goiânia em 1951 - 28 gols
Aloísio/Goiás em 1997 e Zé Amaro/Anápolis em 1981 - 27 gols

Artilheiro por mais vezes:

Tarzan (1 pelo Vila Nova e 2 pelo Atlético), Foca (Goiânia), Lincoln (Goiàs) e Túlio (1 Goiás e 2 pelo Vila Nova) - 3 vezes
Élson e Laílson do Goiânia; Líbano pelo Inhumas; Nélson Parrilla do Anápolis; Toninho Índio pelo Crac; Dádi do Atlético; Zé Henrique, Anderson e Bé pelo Vila Nova; - 2 vezes.



Sem dó da torcida, Atlético/GO define preços de ingressos


A diretoria do Atlético definiu os preços dos ingressos para o Goianão 2013.

Os ingressos para os jogos contra times do interior, terão o preço único de R$ 30, tanto nas cadeiras como nas arquibancadas.

Nos clássicos em que o Atlético for o time mandante, os ingressos custarão R$ 30 nas arquibancadas e R$ 50 nas cadeiras.

Com relação a promoções, elas não foram definidas ainda pela diretoria, e serão divulgadas de acordo com os jogos. O primeiro compromisso do Atlético em casa, será no dia 23/01 contra o Anápolis, às 20h30 no estádio Serra Dourada.

Ingressos para os jogos do Campeonato Goiano

Contra times do interior:
R$ 30 - preço único (arquibancadas e cadeiras)

Contra times da capital (quando o Atlético for o mandante):
R$ 30 - arquibancadas
R$ 50 - cadeiras

* Estudantes com a carteirinha pagam meia-entrada em qualquer setor do estádio.

Goiás e Vila Nova

O dois times definiram os mesmos valores de ingressos, o de arquibancada custará 20 reais e o de cadeiras 40 reais. Meia entrada com a camisa do time.

Opinião

A promoção da nota fiscal, quando começar, poderá salvar os públicos dos jogos do Atlético.

Essa definição por parte da diretoria atleticana só me faz pensar que eles não gostam da torcida.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Atacante ex-Goiás vai para o Atlético/MG


O atacante Araújo agora é do Atlético/MG.

A contratação é vista com desconfiança em Belo Horizonte.

Talvez por que seja um jogador que vem do Náutico, com 35 anos. Por isso, até o presidente Alexandre Kalil, fez questão de dizer que ele só vai compor o elenco.

Araújo foi uma indicação do técnico Cuca, que trabalhou com o jogador no Goiás no Brasileiro de 2003.

O atacante chega para ocupar teoricamente a vaga de Danilinho no Galo.

O Galo teria oferecido 200 mil reais mensais para o jogador, a proposta prevê ainda gordas premiações em caso de conquista de objetivos: R$ 800 mil pela Libertadores, R$ 600 mil para ficar entre quatro primeiros do Brasileirão; R$ 300 mil pela conquista do Campeonato Mineiro e mais um prêmio de R$ 500 mil pelo título da Copa do Brasil.

O empresário do jogador revelou esses valores, o presidente não confirma.

Independente do dinheiro, o nome e o calendário do Atlético/MG já pesariam na decisão.

Opinião:

Vi Araújo atuando pelo Náutico em 2012, era o maestro do time, diferenciado, vai fazer sucesso no Galo.

Vila Nova contrata goleiro de time da Série A

Depois de tanta espera o Vila Nova finalmente definiu o seu goleiro para o Goianão 2013.

Vinícius, de 27 anos, que pertence ao Atlético-PR e será emprestado pelo Furacão até o fim da temporada para o Vila.

E o melhor... O time paranaense ainda vai ajudar a pagar os salários do jogador.

Vinícius foi formado nas categorias de base do Furacão e chegou a ser titular durante 2009, em 2010 foi emprestado para o Vitória, em 2011 o jogador foi para Litex Lovech, da Bulgária, e no ano passado retornou ao Atlético-PR, onde chegou a atuar em 11 jogos como titular.

Boa contratação.

Veja alguns lances do novo goleiro do Vila: