sexta-feira, 8 de março de 2013

Postos de troca da "Nota Show de Bola"

As trocas de fiscais por ingressos da promoção Nota Show de Bola 2013 começaram nesta sexta-feira (8) para quatro dos cinco jogos da abertura do 2º Turno do Goianão Chevrolet 2013. O anúncio do início da promoção foi feito pelo Governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo, no período da manhã. Serão disponibilizados ingressos para todos os jogos do campeonato.

Para obter um ingresso o torcedor precisa apresentar R$200 em notas fiscais emitidas no estado de Goiás em 2013, com mais a doação de um quilo de alimento não perecível, que deve ser necessariamente arroz, feijão, macarrão ou óleo. Confira abaixo os horários e locais das trocas para os jogos da 1ª Rodada do 2º Turno, bem como a quantidade de ingresso disponibilizada para cada partida.

Partida: Vila Nova X Goiás
Estádio: Serra Dourada
Data/Horário: 10/03 – Domingo – 16:00 horas
Postos de troca:

Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga
Rua 256 N.º 354 – Setor Leste Universitário – Goiânia

Estádio Hailé Pinheiro
Avenida Edmundo Pinheiro de Abreu N.º 721 – Setor Bela Vista – Goiânia

Quantidade de ingressos: 12.000 (6.000 em cada posto de troca)
Data / Horário:
Sábado – 09/03 – 9 às 17 horas
Domingo – 10/03 – 9 às 12 horas


Partida: Grêmio Anápolis X Itumbiara
Estádio: Jonas Duarte
Data/Horário: 09/03 – Sábado – 16:00 horas
Postos de troca:

Estádio Jonas Duarte
Avenida Brasil Sul S/N.º - Jardim Gonçalves - Anápolis

Quantidade de ingressos: 2.000
Data / Horário:
Sábado – 09/03 – 9 às 12 horas


Partida: Anápolis X Rio Verde
Estádio: Jonas Duarte
Data/Horário: 10/03 – Domingo – 16:00 horas
Postos de troca:

Estádio Jonas Duarte
Avenida Brasil Sul S/N.º - Jardim Gonçalves - Anápolis

Quantidade de ingressos: 2.000
Data / Horário:
Sábado – 09/03 – 9 às 17 horas


Partida: CRAC X Goianésia
Estádio: Genervino da Fonseca
Data/Horário: 10/03 – Domingo – 16:00 horas
Postos de troca:

Estádio Genervino da Fonseca
Rua Araguaia S/N.º - Centro – Catalão

Quantidade de ingressos: 3.000
Data / Horário:
Sábado – 09/03 – 9 às 17 horas


Partida: Atlético Goianiense X Aparecidense
Estádio: Serra Dourada
Data/Horário: 11/03 – Segunda-feira – 20:30 horas
Postos de troca:

Estádio Antônio Accioly
Avenida Perimetral N.º 921 - Setor Campinas – Goiânia

Quantidade de ingressos: 4.000
Data / Horário:
Sábado – 09/03 – 9 às 17 horas
Segunda-feira – 11/03 – 9 às 17 horas

Oito times já trocaram de técnico no Goianão


Está intensa a movimentação das trocas de técnico entre os times do Goianão.

Jairo Araújo conseguiu ser demitido duas vezes em nove rodadas, começou no Atlético e terminou demitido no Rio Verde.

Karmino Colombini deixou a Aparecidense no G4 para ganhar dinheiro no perdido Rio Verde. Na minha opinião não fez a escolha certa.

Wladimir Araújo, demitido do Anápolis, foi contratado para substituir Karmino.

O Anápolis contratou Ney da Matta, ex-Vila Nova, depois de tentar, sem sucesso, trazer Arthurzinho que havia sido demitido do Crac.

O Crac trouxe Hemerson Maria, ex-Avaí e Red Bull/SP.

Opinião:

Em nenhum desses times o técnico era o culpado pelos fracassos.

A movimentação dos técnicos do Goianão:
Goiás – Segue com Enderson Moreira
Vila Nova – Segue com Darío Pereyra
Goianésia – Segue com Henry Lauar
Grêmio Anápolis – Segue com Edson Júnior
Atlético – Começou com Jairo Araújo e está com Waldemar Lemos
Itumbiara – Começou com Zé Roberto e está com Nêdo Xavier
Crac – Começou com Wanderley Paiva, teve Arturzinho e contratou por último Hemerson Maria
Rio Verde - Começou com Mauro Fernandes, teve Jairo Araújo e está com Karmino Colombini
Anápolis – Começou com Wladimir Araújo e contratou Ney da Matta
Aparecidense – Começou com Karmino Colombini e está com Wladimir Araújo

terça-feira, 5 de março de 2013

Crac dispensa diretor, técnico e seis jogadores


Depois de terminar o primeiro turno na lanterna do Goianão a diretoria do Crac resolveu fazer um limpa.

Os dirigentes confirmaram nesta segunda-feira a demissão do técnico Arturzinho e do auxiliar técnico Toninho Oliveira. O Gerente Executivo de Futebol Sydney Ferreira, que no ano passado rebaixou a Anapolina, também rodou.

O presidente executivo do Crac José Silvano agiu rápido e já anunciou o novo treinador. Trata-se de Hemerson Maria, de 40 anos, com passagens pelo Figueirense, Avaí e Red Bull.

Para a vaga de Sydney Ferreira foi contratado Benevan Ribeiro, ex-jogador do Goiás.

O novo gerente de futebol chegou anunciando a dispensa de seis jogadores: o lateral-direito Gilberto Matuto, o zagueiro Santiago, o volante Emerson Cris, o meia Gabriel e os atacantes André Nunes e Wesley Brasília.

Opinião:

A situação é crítica. O Crac é um dos representantes do estado na Copa do Brasil e na Série C.

O time é muito dependente do poder público local. Política e futebol não poderiam se misturar. Mas nesse caso, a perda do ex-prefeito Adib Elias, derrotado nas urnas pelo grupo político rival, fez com que o clube perdesse uma liderança experiente no mundo do futebol.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Time goiano pede ajuda da torcida para vigiar jogadores


A diretoria do Rio Verde fez uma reunião na noite desta segunda-feira e tomou algumas decisões:

- Jairo Araújo segue prestigiado no comando da equipe, pois os membros da diretoria concordam que houve melhoras na parte tática e nos treinamentos em comparação com a época do Mauro Fernandes e não vêem o técnico como o culpado pelos últimos resultados negativos;

- Heleno foi o último jogador a ser liberado para acertar com outro clube; a partir de agora todos terão que cumprir os contratos até o fim;

- Diretoria irá se reunir amanhã com todos os atletas e apresentar uma cartilha disciplinar com punições para quem desrespeitar as regras;

- Torcedores estão sendo convocados a serem parceiros da diretoria no sentido de "fiscalizar" o comportamento dos jogadores; ou seja, caso alguém veja algum atleta do Rio Verde cometendo excessos em baladas, por exemplo, que filme ou fotografe e envie estas provas para que ele receba as punições cabíveis;

- Ao longo desta semana, serão contratados em torno de 5 jogadores (para todos os setores do time), sendo que os nomes deles serão divulgados apenas após as assinaturas dos contratos.

Opinião:

Se chegaram ao ponto de pedir a ajuda da torcida para vigiar jogadores significa que o negócio está feio por lá.

Isso representa falta de comando de quem paga e de compromisso de quem recebe.

Tem jogador que deve estar achando que está de férias remuneradas em Rio Verde.

Mas tem dirigente que não aprende. Entra ano e sai ano e eles adoram fazer times de verão cheio de jogadores em fim de carreira que só querem ganhar dinheiro.