Páginas

quinta-feira, 30 de abril de 2015

A verdade, a ilusão e a mentira

Nota 10 para a promoção do Goiás para na decisão do Goianão.

Nota zero para a transparência. Os dirigentes "preferem" não revelar os valores da negociação.

A informação do preço não pode ser confidencial, pois fará parte do borderô do jogo que deve ser, por lei, divulgado até as 12:00 do dia seguinte no site da Federação.

A verdade: Pelo que apurei os 30 mil ingressos de arquibancada foram vendidos por 100 mil reais.

A ilusão: Para se gabar da negociação, saiu nos bastidores do clube que teriam sido 250 mil reais.

A mentira: No domingo no borderô constará que cada um dos 30 mil ingressos terá custado 1 real.

Bonito né?

O que falam que seria 250, que na verdade é 100, será declarado no máximo por 30 mil reais.

Declarando menos, paga-se menos taxas e impostos. Há quem diga que isso se chama sonegar.

Por exemplo, o estádio Serra Dourada cobra de aluguel 10% da arrecadação. No domingo o jogo terá um custo operacional em torno de 15 mil reais e o estádio receberá cerca de 3 mil.

A diferença é paga pelo governo do estado. Ou seja, por você.

Já passou da hora do estádio cobrar um valor mínimo ou fixo de aluguel por jogo. Goiânia x Iporá, que aconteceu nesta quarta-feira teve 55 pagantes e 670 reais de renda. De aluguel o Goiânia pagou 67 reais.

Uma graça! Não?


Nenhum comentário:

Postar um comentário